Menu
Busca quinta, 23 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Esportes

Atleta mais produtivo do Santos em 2014 tem o menor salário do elenco

19 fevereiro 2014 - 11h54Via Uol
O atleta mais produtivo do Santos nesta temporada, o atacante Geuvânio, 21 anos, tem o menor salário do time titular e, inclusive, de todo o elenco santista. Segundo o site Uol Esporte, o camisa 10 recebe R$ 17 mil mensais, bem menos do que ganha, por exemplo, Leandro Damião, o maior ordenado do clube e que embolsa mensalmente quase R$ 500 mil por mês, somando o auxilio moradia.  

Diferente de Damião, que teve atuações apagadas nos três primeiros jogos pelo Santos, Geuvânio é o atleta de maior produtividade da equipe do técnico Oswaldo de Oliveira. Em oito jogos no Campeonato Paulista, a revelação santista marcou três gols e foi responsável por cinco assistências a gol.

A diretoria santista começa a perceber que Geuvânio se trata de mais uma joia revelada pelo clube e já iniciou o processo de renovação contratual do atleta. O camisa 10 tem vínculo com o Santos até dezembro de 2015, mas o Comitê Gestor pretende estender o contrato até o fim de 2017 e conceder um aumento salarial ao atleta de R$ 50 mil.  

"Nós (diretoria santista) vamos renovar o contrato com o Geuvânio e também com o Stéfano Yuri até 2017. Espero que tudo ocorra bem", afirmou o presidente do Santos, Odílio Rodrigues.

Geuvânio não fez parte da lista das jovens revelações do Santos que tiveram seus contratos renovados e salários reajustados ano passado – casos de Jubal, Gustavo Henrique, Alan Santos, Pedro Castro, Leandrinho e Léo Cittadini, todos com ordenado de R$ 30 mil mensais, teto do clube para os recém-promovidos das categorias de base.

O camisa 10 se destaca pela velocidade e inteligência em campo. Apesar de atuar aberto do lado direito do ataque, Geuvânio ajuda na marcação e principalmente na armação de jogadas da equipe. Sem um meia-armador clássico, já que Montillo foi negociado com o futebol chinês, o Santos também viu o jovem atacante assumir o papel de maestro do time.

Geuvânio só não deixou o Santos por conta do técnico Claudinei Oliveira, que o resgatou do grupo de atletas encostados no clube na temporada passada e o escalou como titular nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro.

O atual camisa 10 do Santos chegou a ser emprestado para o Penapolense em 2013, mas não brilhou no time do interior. Isso porque ele não teve muitas oportunidades com o técnico Édson Só na época, e só começou a jogar após a chegada de Pintado, que comandou o Penapolense na reta final do Paulistão do ano passado.

Geuvânio também ficou próximo de se transferir para o Coimbra, de Portugal, em 2012, mas a transferência foi impedida pela diretoria do Santos. A rescisão contratual do atleta, que na época estava emprestado ao clube pelo Jabaquara, já estava na mesa do presidente Luis Alvaro, que achou melhor renovar com o jogador e vetar a saída do atleta para o futebol português.
Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Dardistas de MS são convocados para os Sul-Americanos Sub-18 e Sub-23 de Atletismo
Esportes
Marta passa Pelé na artilharia da Seleção
Esportes
Atletas da capital vão representar MS em Campeonato Jiu-Jitsu
Esportes
Yeltsin Jaques "fez história na Paralimpíadas de Tóquio", diz Rose Modesto
Esportes
Yeltsin Jacques é recepcionado pelo Corpo de Bombeiros no Aeroporto nesta terça-feira
Esportes
Tóquio 2020: Cerimônia de encerramento encanta com a beleza da diversidade
Esportes
Anvisa paralisa jogo Brasil x Argentina e jogadores poderão ser deportados
Esportes
Campeonato Brasileiro de Handebol acontece de 03 a 07 de setembro em MS
Esportes
MS recebe Campeonato Brasileiro de Handebol neste fim de semana e feriado
Esportes
Primeiro ouro de parataekwondo da história vai para brasileiro

Mais Lidas

Geral
Vídeo: "Peixe de bosteiro", morador de rua engana população de Paranaíba
Polícia
Menino de 2 anos mata prima atropelada após dar partida em carro
Polícia
Funcionários da Energisa ficam sob mira de arma ao tentar podar árvores na Vila Olinda
Polícia
Operação “Dark Money” investiga desvio de R$ 23 milhões no esquema de corrupção em Maracaju