Menu
Busca segunda, 27 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Esportes

Contra 'Rei de Copas', Atlético-MG decide Libertadores atrás de pedigree

17 julho 2013 - 11h43Via Terra
Liderados por Cuca e Ronaldinho, atleticanos têm a melhor campanha e superação dentro do torneio. Tricampeão continental, o Olimpia já deixou grandes oponentes pelo caminho até a decisão que começa nesta quarta.

De um lado, seis finais e três títulos de Copa Libertadores. Além de um Mundial Interclubes, duas Recopas e uma Supercopa Sul-Americana. Por isso, o Olimpia é chamado Rey de Copas, um clube ao qual o Atlético-MG já está credenciado a entrar. Nesta quarta-feira, o mítico Estádio Defensores Del Chaco, em Assunção, recebe os atleticanos para a primeira decisão de Libertadores em sua história. A chance de conquistar, enfim, seu pedigree internacional.

A equipe não chegou até seu momento mais importante em mais de 100 anos de história por uma obra do acaso. Definitivamente, não foi uma trajetória acidental. Cuca, com o Cruzeiro, foi o melhor da fase de grupos na Libertadores 2011, mas caiu nas oitavas. Trocou de equipe e, com o Atlético-MG, somou dois títulos estaduais, um vice-campeonato brasileiro após 13 anos e repetiu a dose em seu retorno ao torneio continental.

Melhor campanha da Libertadores 2013, o Atlético-MG está pronto para pôr fim à maldição de que o campeão do torneio não é o de melhor trajetória. Ronaldinho conduziu um time avassalador até as quartas de final. Já nas últimas duas eliminatórias, os atleticanos se reinventaram com mais alma que qualquer outra coisa. Sinal de que é possível repetir o River Plate, único campeão dos últimos 25 anos a ter acabado a fase de grupos em primeiro.

Os sinais que o destino tem enviado também servem de inspiração para o talentoso Cuca, em busca de seu primeiro título importante. Houve o pênalti defendido por Victor contra o Tijuana-MEX, nas quartas de final, nos acréscimos. Diante do Newell’s, um apagão do Estádio Independência no momento mais duro ajudou o Atlético-MG a se reorganizar. No desempate, os atleticanos perderam dois pênaltis, mas ainda assim avançaram por 3 a 2.

Por todo esse contexto positivo, as derrotas de bastidores dos últimos dias não foram absorvidas com tristeza pelo Atlético-MG. Não foi possível fazer o reconhecimento do Estádio Defensores Del Chaco, e a finalíssima será jogada no Mineirão, e não no Independência.

Olimpia também tem campanha de respeito na Libertadores
Com seis finais no currículo, o Olimpia-PAR avançou até a sétima com uma campanha também arrebatadora. Por um grupo com Newell’s e Universidad de Chile, passou com 13 pontos, terceiro melhor no geral. Na fase de mata-mata, deixou para trás o Tigre-ARG, vice da Sul-Americana, e Fluminense e Santa Fé-COL, campeões em seus países nos últimos anos. Sempre com vantagem no saldo de gols.

A expectativa dos paraguaios é repetir a semifinal, quando abriu vantagem de 2 a 0 sobre o Santa Fé-COL e segurou a classificação fora de casa. Por isso, apesar de cinco defensores e quatro meio-campistas, provavelmente, o Olimpia-PAR terá a iniciativa do confronto.

Os últimos dias foram marcados por treinos fechados, mas o time titular do treinador Ever Hugo Almeida deve ter: Martín Silva; Mazacotte, Manzur, Miranda, Candía e Benítez; Pittoni, Aranda e Silva; Salgueiro; Bareiro.

O Atlético-MG vai com: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Richarlyson; Josué e Pierre; Diego Tardelli, Ronaldinho e Luan (Rosinei); Jô.

O primeiro jogo da final será nesta quarta-feira (17), em Assunção, às 21h50 (de Brasília), no estádio Defensores del Chaco.
Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Atleta de MS representará o Brasil nos jogos Pan-Americanos Junior
Esportes
Público aos estádios a partir de outubro em São Paulo
Esportes
Medalhista paralímpico Phelipe Rodrigues velejará para ajudar em ação solidária
Esportes
Tite convoca seleção brasileira para jogos eliminatórios do Catar 2022
Esportes
Dardistas de MS são convocados para os Sul-Americanos Sub-18 e Sub-23 de Atletismo
Esportes
Marta passa Pelé na artilharia da Seleção
Esportes
Atletas da capital vão representar MS em Campeonato Jiu-Jitsu
Esportes
Yeltsin Jaques "fez história na Paralimpíadas de Tóquio", diz Rose Modesto
Esportes
Yeltsin Jacques é recepcionado pelo Corpo de Bombeiros no Aeroporto nesta terça-feira
Esportes
Tóquio 2020: Cerimônia de encerramento encanta com a beleza da diversidade

Mais Lidas

Cidade
Incêndio atinge margens do rio Paraguai em Corumbá
Clima
Tempestade faz temperatura despencar 15 graus e destelha apartamento em Campo Grande
Polícia
Mulher é agredido e esfaqueia pênis de marido
Polícia
Homem é assassinado a tiros por dívida de R$ 100,00