Menu
Busca sábado, 19 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Esportes

Copa do Mundo no Brasil já supera o número de gols do mundial da África

01 julho 2014 - 11h33Via Globoesporte.com
Durante as partidas da Copa do Mundo no Brasil os comentários positivos sobre o torneio aparecem em grande número nas redes sociais. Partidas sendo decididas nos últimos minutos, muitos gols e futebol de alto nível. Fazendo uma análise das estatísticas da atual edição do mundial, é possível confirmar o sucesso. Com 53 partidas disputadas, faltando 11 para o fim, a Copa do Mundo do Brasil já superou o número de gols de toda a última edição, na África do Sul. Com a vitória da França sobre a Nigéria por 2 a 0, a soma chegou a 147 gols e bateu os 145 marcados em 2010.

"Eu não sou o único que está impressionado. Mas o que mudou em relação as últimas copas é que todo mundo quer ganhar, e não perder. As últimas partidas da terceira rodada tiveram muita tática para manter o resultado e também vários jogos foram conquistados nos últimos minutos. É emocionante, é apaixonante" disse o presidente da Fifa, Joseph Blatter, após o encerramento da fase de grupos.

O time que mais tem ajudado na alta média 2,77 gols por jogo da Copa no Brasil é a Holanda. A equipe de Robben e Van Persie já balançou as redes adversárias 12 vezes em quatro partidas. Na África do Sul, a média foi de 2,3 gols por jogo. A marca atual é a mais alta desde o mundial de 1982, na Espanha, que teve 2,8. O Brasil tem média de gols inferior a do torneio. Foram oito em quatro partidas, dois por jogo.

Se a bola não tem entrado, não é por falta de tentativa. O Brasil é o segundo time que mais finalizou na competição, com 70 finalizações, sendo que 48 na direção do gol, a melhor marca entre as 32 seleções. A França lidera com 77 arremates no geral e iguala nossa seleção naqueles que vão na direção correta. Na hora de se defender, o time de Felipão também vai bem, liderando no número de desarmes: 105.

O número de cartões amarelos e vermelhos também diminuiu drasticamente em relação à edição de 2010. Na África do Sul, foram 3.8 cartões amarelos e 0.3 vermelhos por partida. Por aqui, são 2.9 advertências e 0.2 expulsões por jogo. As faltas também estão em menor número: 29,2 no Brasil, contra 31,8 na África.

Com menos faltas, a bola tem rolado mais também. São quase dois minutos a mais de bola em jogo nos estádios brasileiros do que rolou em 2010. Lá, eram 54 minutos de ação, enquanto aqui a média é de 55,9. Ainda abaixo do que a Fifa indica como ideal: 60 minutos de bola em jogo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Com uma novidade de Tite em convocação para início das Eliminatórias
Esportes
Em emendas parlamentares, esporte de MS recebe R$ 1,64 milhão
Esportes
Vídeo: Corinthians é recebido com protesto pela torcida no aeroporto
Esportes
Vídeo - Neymar é expulso por dar tapa em jogador que o chamou de "macaco"
Esportes
Projeto Amigos do Parque volta neste final de semana
Esportes
Moreninha lll ganhará pista de skate e quadra de areia
Esportes
Messi se reapresenta ao Barcelona após tentativa frustrada de saída
Esportes
São Paulo e Fluminense se enfrentam pelo Brasileirão neste domingo
Esportes
Brasileirão deste sábado tem Flamengo, Corinthians e Santos
Esportes
Goleiros titular e reserva do Flamengo testam positivo para covid

Mais Lidas

Brasil
PF e órgãos estaduais apuram causas de incêndios no Pantanal
Saúde
MS registra 14 óbitos e 649 novas infecções de Covid-19
Polícia
PRF apreende 46,9 Kg de pasta-base de cocaína em Anastácio
Polícia
PMA de Bataguassu autua mulher de 52 anos que provocou incêndio em vegetação