Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
Governo/Dengue
Esportes

Cruzeiro se impõe, faz 2 a 0 no Galo e é campeão mineiro

16 maio 2011 - 10h13Hoje em Dia

O Cruzeiro se impôs jogando para seus 17.384 torcedores, venceu o Atlético por 2 a 0 e sagrou-se campeão mineiro de 2011. O jogo deste domingo (15), realizado na Arena do Jacaré, foi bastante disputado, com direito a expulsões dos dois lados.

Com a conquista, a Raposa chega ao 36º título mineiro, ficando a quatro do maior rival. A taça serve também para coroar o trabalho de Cuca e amenizar a eliminação sofrida dentro de casa para o Onde Caldas, na Copa Libertadores.

Como não poderia ser diferente, a finalíssima começou fervendo. Cruzeiro e Atlético começaram o jogo nervosos e com bastante disputa no meio-campo.

O Galo iniciou melhor e explorou bastante, nos primeiros minutos de jogo, o lado esquerdo da defesa cruzeirense. Mas logo aos 10 minutos, a Raposa já começou a tomar conta da posse de bola. No minuto seguinte, a bola sobrou para Thiago Ribeiro dentro da área, mas o atacante foi desarmado.

Precisando da vitória, os celestes conseguiram dominar o meio-campo, mas tentavam chegar ao gol principalmente com bolas alçadas na área. Em um desses cruzamentos, feito pelo Thiago Ribeiro, Serginho furou na pequena área e Roger, de reflexo, finalizou. Bem posicionado, Renan Ribeiro não teve dificuldades para defender.

Os atleticanos só chegavam no gol cruzeirense em contra-ataques. Aos 32 minutos, Magno Alves foi lançado na cara do Fábio, mas se embolou com a bola e deu tempo para Gil se recuperar e mandar a bola para escanteio.

Na cobrança, a torcida do Cruzeiro jogou objetos no campo. O juiz Wilson Luiz Seneme pegou baterias de celular e entregou ao quarto árbitro.

No segundo tempo, o Cruzeiro manteve a superioridade e conseguiu criar chances claras de gol. Já nos primeiro 10 minutos da etapa complementar, a Raposa quase abriu o placar com cabeçada de Gil e chute, na entrada da área, de Roger.

O Atlético chegava em contra-ataques. Aos 28 minutos, Magno Alves recebeu lançamento e ficou cara a cara com Fábio. O atleticano tentou driblar, mas o goleiro cruzeirense conseguiu tirar a bola no momento do chute.

O castigo veio dois minutos depois. Wallyson fez bela jogada pelo lado esquerdo do ataque cruzeirense e chutou com precisão. Cruzeiro 1 a 0.

Aos 42 minutos, o golpe final: em cobrança ensaiada, Fabrício rolou para Gilberto, que fuzilou o gol de Renan Ribeiro. Antes do apito final, Serginho e Dorival Júnior, pelo Atlético, e Gilberto e Roger, pela Raposa, foram expulsos.

Com informações do jornal Hoje em Dia.

CertFica

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Onde assistir Athletico-PR x Flamengo pela Copa do Brasil
Esportes
Hamilton vence em Portugal e vira recordista de vitórias na Fórmula 1
Esportes
Sorteio define confrontos de brasileiros nas oitavas da Libertadores
Esportes
Confira os confrontos da segunda fase da Sul-Americana
Esportes
Tite convoca seleção com voltas de G. Jesus, Arthur, Militão e Vini Jr
Esportes
Corinthians e Flamengo se enfrentam pelo Brasileirão às 15h deste domingo
Esportes
Vídeo: Avião não consegue pousar por causa de chuva e assusta jogadores
Esportes
Ricardo Sá Pinto é oficialmente o novo treinador do Vasco
Esportes
Cristiano Ronaldo está com Covid-19 e é dispensado da seleção portuguesa
Esportes
Hamilton chega a 91 vitórias na F-1 e iguala recorde de Schumacher

Mais Lidas

Política
"Ele fechou a mão duas vezes para me bater", diz candidata sobre Kemp
Polícia
'Benzedeira' faz extorsão e ameaça vítima de morte dizendo ser do PCC
Polícia
PRF intensifica fiscalização nas BR's de MS no feriadão de Finados
Economia
Dólar perde força ao longo do dia, mas fecha em alta novamente