Menu
Busca sábado, 11 de julho de 2020
(67) 99647-9098
Governo - dengue 01 - dor
Esportes

Cruzeiro se impõe, faz 2 a 0 no Galo e é campeão mineiro

16 maio 2011 - 10h13Hoje em Dia

O Cruzeiro se impôs jogando para seus 17.384 torcedores, venceu o Atlético por 2 a 0 e sagrou-se campeão mineiro de 2011. O jogo deste domingo (15), realizado na Arena do Jacaré, foi bastante disputado, com direito a expulsões dos dois lados.

Com a conquista, a Raposa chega ao 36º título mineiro, ficando a quatro do maior rival. A taça serve também para coroar o trabalho de Cuca e amenizar a eliminação sofrida dentro de casa para o Onde Caldas, na Copa Libertadores.

Como não poderia ser diferente, a finalíssima começou fervendo. Cruzeiro e Atlético começaram o jogo nervosos e com bastante disputa no meio-campo.

O Galo iniciou melhor e explorou bastante, nos primeiros minutos de jogo, o lado esquerdo da defesa cruzeirense. Mas logo aos 10 minutos, a Raposa já começou a tomar conta da posse de bola. No minuto seguinte, a bola sobrou para Thiago Ribeiro dentro da área, mas o atacante foi desarmado.

Precisando da vitória, os celestes conseguiram dominar o meio-campo, mas tentavam chegar ao gol principalmente com bolas alçadas na área. Em um desses cruzamentos, feito pelo Thiago Ribeiro, Serginho furou na pequena área e Roger, de reflexo, finalizou. Bem posicionado, Renan Ribeiro não teve dificuldades para defender.

Os atleticanos só chegavam no gol cruzeirense em contra-ataques. Aos 32 minutos, Magno Alves foi lançado na cara do Fábio, mas se embolou com a bola e deu tempo para Gil se recuperar e mandar a bola para escanteio.

Na cobrança, a torcida do Cruzeiro jogou objetos no campo. O juiz Wilson Luiz Seneme pegou baterias de celular e entregou ao quarto árbitro.

No segundo tempo, o Cruzeiro manteve a superioridade e conseguiu criar chances claras de gol. Já nos primeiro 10 minutos da etapa complementar, a Raposa quase abriu o placar com cabeçada de Gil e chute, na entrada da área, de Roger.

O Atlético chegava em contra-ataques. Aos 28 minutos, Magno Alves recebeu lançamento e ficou cara a cara com Fábio. O atleticano tentou driblar, mas o goleiro cruzeirense conseguiu tirar a bola no momento do chute.

O castigo veio dois minutos depois. Wallyson fez bela jogada pelo lado esquerdo do ataque cruzeirense e chutou com precisão. Cruzeiro 1 a 0.

Aos 42 minutos, o golpe final: em cobrança ensaiada, Fabrício rolou para Gilberto, que fuzilou o gol de Renan Ribeiro. Antes do apito final, Serginho e Dorival Júnior, pelo Atlético, e Gilberto e Roger, pela Raposa, foram expulsos.

Com informações do jornal Hoje em Dia.

PMCG Refis

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Botafogo de Ribeirão vê ilegalidade na volta do Campeonato Paulista
Esportes
Live: Rodeio sem público começa nesta quinta em Chapadão do Sul
Esportes
Fluminense supera Flamengo e conquista Taça Rio
Esportes
Governo de SP autoriza volta do jogos de futebol em 22 de julho
Esportes
Veja onde assistir Fluminense x Flamengo de graça
Esportes
Campo Grande sediará a Liga das Nações que foi adiada para 2021
Esportes
Fluminense perde para o Volta Redonda na reestreia de Fred
Esportes
Nenê testa positivo para covid-19 e está fora do Campeonato Carioca
Esportes
Amigos do Parque volta com nova formatação durante pandemia
Esportes
Operário convoca torcedores para se associarem e ajudar o Clube

Mais Lidas

Geral
Jovem morre após ser atingido na cabeça por peça de 20kg
Acidente aconteceu em um armazém de grão na cidade de Rio Brilhante
Política
Simone e Nelsinho avaliam como positiva escolha do novo ministro da Educação
Esportes
Botafogo de Ribeirão vê ilegalidade na volta do Campeonato Paulista
Geral
Sindicato do Detran alerta: terceirização vai encarecer vistorias