Menu
Busca segunda, 25 de março de 2019
(67) 99647-9098
TJMS março-19
Esportes

Cruzeiro se impõe, faz 2 a 0 no Galo e é campeão mineiro

16 maio 2011 - 10h13Hoje em Dia

O Cruzeiro se impôs jogando para seus 17.384 torcedores, venceu o Atlético por 2 a 0 e sagrou-se campeão mineiro de 2011. O jogo deste domingo (15), realizado na Arena do Jacaré, foi bastante disputado, com direito a expulsões dos dois lados.

Com a conquista, a Raposa chega ao 36º título mineiro, ficando a quatro do maior rival. A taça serve também para coroar o trabalho de Cuca e amenizar a eliminação sofrida dentro de casa para o Onde Caldas, na Copa Libertadores.

Como não poderia ser diferente, a finalíssima começou fervendo. Cruzeiro e Atlético começaram o jogo nervosos e com bastante disputa no meio-campo.

O Galo iniciou melhor e explorou bastante, nos primeiros minutos de jogo, o lado esquerdo da defesa cruzeirense. Mas logo aos 10 minutos, a Raposa já começou a tomar conta da posse de bola. No minuto seguinte, a bola sobrou para Thiago Ribeiro dentro da área, mas o atacante foi desarmado.

Precisando da vitória, os celestes conseguiram dominar o meio-campo, mas tentavam chegar ao gol principalmente com bolas alçadas na área. Em um desses cruzamentos, feito pelo Thiago Ribeiro, Serginho furou na pequena área e Roger, de reflexo, finalizou. Bem posicionado, Renan Ribeiro não teve dificuldades para defender.

Os atleticanos só chegavam no gol cruzeirense em contra-ataques. Aos 32 minutos, Magno Alves foi lançado na cara do Fábio, mas se embolou com a bola e deu tempo para Gil se recuperar e mandar a bola para escanteio.

Na cobrança, a torcida do Cruzeiro jogou objetos no campo. O juiz Wilson Luiz Seneme pegou baterias de celular e entregou ao quarto árbitro.

No segundo tempo, o Cruzeiro manteve a superioridade e conseguiu criar chances claras de gol. Já nos primeiro 10 minutos da etapa complementar, a Raposa quase abriu o placar com cabeçada de Gil e chute, na entrada da área, de Roger.

O Atlético chegava em contra-ataques. Aos 28 minutos, Magno Alves recebeu lançamento e ficou cara a cara com Fábio. O atleticano tentou driblar, mas o goleiro cruzeirense conseguiu tirar a bola no momento do chute.

O castigo veio dois minutos depois. Wallyson fez bela jogada pelo lado esquerdo do ataque cruzeirense e chutou com precisão. Cruzeiro 1 a 0.

Aos 42 minutos, o golpe final: em cobrança ensaiada, Fabrício rolou para Gilberto, que fuzilou o gol de Renan Ribeiro. Antes do apito final, Serginho e Dorival Júnior, pelo Atlético, e Gilberto e Roger, pela Raposa, foram expulsos.

Com informações do jornal Hoje em Dia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Moradores do bairro Cidade Jardim ganham academia ao ar livre
Esportes
Bungee jumping no Parque das Nações vai até às 17 horas
Esportes
Casemiro será o capitão do Brasil contra o Panamá
Esportes
Goleiro ajoelha para ser entrevistado por repórter deficiente
Esportes
Reinaldo defende esporte como ferramenta social
Esportes
Governador abre Fórum de Esporte em Campo Grande
Esportes
Definidas as datas e horários das quartas de final do Paulistão
Esportes
Taça do Mundial volta a ser penhorada após Corinthians perder recurso
Esportes
Felipe Melo pede amistoso contra russo acusado de injúria racial contra brasileiro
Esportes
Brasil quer sediar Copa do Mundo em 2023

Mais Lidas

Geral
Cantor sertanejo morre em acidente na BR-163
Polícia
Imagem Forte - Homem é executado com mais de 20 disparos em Ponta Porã
Política
Vídeo - Deputado apanha de vereador e sai machucado
Polícia
Trabalhadores encontram corpo no rio Anhanduí