Menu
Busca domingo, 19 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Esportes

Derrota de Demian e lutas polêmicas reabrem debate sobre juízes do MMA

10 outubro 2013 - 12h22Via Terra
Uma discussão que já surgiu diversas vezes no mundo do MMA foi fortalecida por polêmicas dessa quarta-feira, em Barueri. As críticas contra árbitros do esporte foram reforçadas por causa de resultados discutíveis que aconteceram no octógono. O brasileiro Demian Maia, que perdeu por decisão dividida dos jurados, foi o protagonista das reclamações.

Quando esse assunto é abordado, a primeira crítica que surge é sobre a falta de clareza dos critérios utilizados pelos árbitros. "A gente não sabe o que vale mais, se é a defesa de quedas, se é o ataque, se é ficar por cima 'amarrando' a luta, se é tentar buscar uma posição. Acho que isso pode ser mais claro", apontou Demian.

E dessa vez surgiu também uma nova ideia para melhorar esse aspecto do MMA, sugerida exatamente por Maia: "acho que os jurados têm que ser apresentados ao público também, porque com uma decisão dessas você muda a vida de uma pessoa, mas sua cara não aparece. Quando você bota sua cara para todo mundo ver, você vai sentir uma responsabilidade maior", apostou.

Demian perdeu um duelo que realmente gerou muitas discordâncias, inclusive entre os três juízes que avaliaram a luta - em uma luta de cinco rounds, eles só concordaram inteiramente sobre o resultado de dois deles. No segundo assalto ficou claro que a vitória foi de Shields. No quarto, Demian ficou com o triunfo sob qualquer ponto de vista. Mas em todos outros rounds houve controvérsia.

E não foi só a luta de Demian que chamou atenção para a falta de critérios da arbitragem. As vitórias dos brasileiros Raphael Assunção e Fábio Maldonado também foram contestáveis. O primeiro até reclamou sobre o assunto, mas foi simplista ao dizer apenas que os jurados costumam ter avaliações "diferentes". Mas Maldonado, sempre irreverente, foi além.

"Não sei como viram que eu perdi um round. (O jurado) devia estar de costas, tomando um café", brincou ele, que ficou preso na grande durante o primeiro round da luta contra Joey Beltran e por isso todos os três jurados apontaram sua derrota. Depois ele reagiu e conseguiu a vitória por decisão dividida dos juízes - um deles ainda apontou que o brasileiro perdeu o terceiro assalto.

Presidente do UFC, Dana White já reclamou em várias outras oportunidades das decisões dos jurados. Porém, como eles não são funcionários do UFC, a organização pouco pode fazer para resolver esse problema. Pode apenas torcer para que tantas reclamações dos atletas façam com que a arbitragem do MMA esteja melhor preparada e seja mais clara sobre seus critérios.
Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Marta passa Pelé na artilharia da Seleção
Esportes
Atletas da capital vão representar MS em Campeonato Jiu-Jitsu
Esportes
Yeltsin Jaques "fez história na Paralimpíadas de Tóquio", diz Rose Modesto
Esportes
Yeltsin Jacques é recepcionado pelo Corpo de Bombeiros no Aeroporto nesta terça-feira
Esportes
Tóquio 2020: Cerimônia de encerramento encanta com a beleza da diversidade
Esportes
Anvisa paralisa jogo Brasil x Argentina e jogadores poderão ser deportados
Esportes
Campeonato Brasileiro de Handebol acontece de 03 a 07 de setembro em MS
Esportes
MS recebe Campeonato Brasileiro de Handebol neste fim de semana e feriado
Esportes
Primeiro ouro de parataekwondo da história vai para brasileiro
Esportes
Brasil enfrenta Chile pelas Eliminatórias da Copa do Catar

Mais Lidas

Polícia
Homem encontra pênis decepado dentro de pote no jardim da casa da mãe
Saúde
Com 8 meses de vacinação, MS é o 1º Estado a atingir imunidade coletiva
Polícia
Homem encontra o pai morto em avançado estado de decomposição na Vila Carvalho
Brasil
Homem coloca fogo em casa com ex-mulher e filhos dentro