Menu
Busca segunda, 27 de janeiro de 2020
(67) 99647-9098
Perkal Topo - janeiro-20
Esportes

"Mais preparado", Felipe Massa projeta segunda temporada na Fórmula E

Piloto espera bons resultados em "rodada dupla" que abre a temporada

03 novembro 2019 - 15h00Joilson Francelino, com informações da Agência Brasil

Em algumas semanas Felipe Massa inicia a segunda temporada competindo na Fórmula E. O brasileiro passou 15 anos na Fórmula 1, onde foi vice-campeão mundial em 2008 (quando o britânico Lewis Hamilton ganhou o primeiro de seus cinco títulos). A sexta edição da categoria automobilística de carros elétricos inicia no próximo dia 22 de novembro no circuito de rua de Al-Diriyah, na Arábia Saudita. No dia seguinte, na mesma pista, será disputada a segunda prova da competição, que terá 14 etapas ao todo.

"Serão vários pontos pela frente logo de cara. Pode ser ruim se não chegarmos lá 100% preparados, mas pode ser bom se chegarmos competitivos e somarmos o máximo de pontos possíveis antes de um intervalo grande [dois meses até a terceira corrida, em Santiago, no Chile]", analisa Massa durante evento de promoção da Fórmula E em São Paulo.

A perspectiva do brasileiro passa pela corrida contra o tempo da Venturi, equipe da qual faz parte desde o ano passado. Em outubro a escuderia monegasca anunciou que passaria a utilizar equipamentos (como motor, trem de força e sistemas de refrigeração e suspensão) fornecidos pela Mercedes.

O primeiro grande teste foi na pré-temporada da categoria, realizada no circuito Ricardo Tormo, em Valência (Espanha) entre 15 e 18 de outubro. Foram seis tomadas de tempo reunindo os 24 pilotos do grid. Massa fez a 12º marca (1min15s504 no último dia de treinos), sendo o melhor entre os brasileiros. Lucas Di Grassi, da Audi, foi o 17º (1min15s675).

"O primeiro dia não foi muito bom [1min17s189], sofremos com algumas coisas que não funcionaram direito na parte eletrônica e na configuração. Melhoramos no segundo dia [1min16s580] e mais ainda para o terceiro. Estabelecemos um bom ritmo", avalia. O brasileiro diz que a pista de Valência é diferente dos circuitos de rua da Fórmula E, e que, por isso, os resultados na Espanha não determinam favoritismos.

O alemão Max Gunther, da BMW, fez o melhor tempo dos testes (1min15s087). A diferença entre ele e o suíço Neel Jani, da Porsche, com a 22º marca da pré-temporada (1min16s053), foi de menos de um segundo. Cenário que reforça o equilíbrio visto na última edição da categoria (em 13 etapas foram nove vencedores diferentes).

O atual campeão (ou melhor, bicampeão) é o francês Jean-Eric Vergne, da Techeetah. Massa ficou em 15º com 36 pontos, tendo como melhor resultado o 3º lugar na etapa de Mônaco, a nona do circuito. Ele acredita que a experiência da primeira temporada poderá trazer resultados melhores no campeonato que inicia no próximo dia 22.

"A Fórmula E é, sem dúvida, bem diferente de todas as outras. Não só pelo carro elétrico, mas pelas pistas, o jeito do carro, com pneu de rua, sem carga aerodinâmica como nos carros que eu estava acostumado. Pilotos com mais experiência têm, sim, vantagem, e estou criando essa experiência. Ela vai me ajudar a entender o melhor jeito de guiar, de trabalhar carro, [o controle da] bateria, conhecer as pistas. No fim, estou muito mais preparado", encerra.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Internacional vence Grêmio nos pênaltis e ganha Copa São Paulo de Juniores
Esportes
MS tem a primeira pista de atletismo com padrão internacional
Esportes
Operário do MT desiste de Bruno depois de perder patrocinadores
Esportes
Laudo de vistoria para a liberação do Morenão está finalizado
Esportes
Seleção masculina de handebol estreia no Torneio Centro Sul-Americano
Esportes
Real Madrid e Flamengo anunciam transferência de Reinier
Esportes
Reforma do Guanandizão poderá ficar pronta em abril
Esportes
PM não aprova reforma e Morenão continua interditado
Esportes
Neymar quer jogar Copa América e Olimpíadas em 2020
Esportes
Judoca do MS conquista bicampeonato Parapan-Americano

Mais Lidas

Polícia
Homem estupra esposa e a enteada de 12 anos
Oportunidade
Doutores de MS podem participar de pesquisa com governo italiano
Cultura
'Bassetto Ballet' abre 110 novas vagas para balé classico
Geral
Assassino de florista permanece na Santa Casa