Menu
Busca segunda, 30 de março de 2020
(67) 99647-9098
TJMS topo
Esportes

Jogador de MS que atua no Japão chega hoje ao Brasil

16 março 2011 - 19h43
Chega esta noite ao Brasil e amanhã a Mato Grosso do Sul o jogador de futebol Marquinhos Cambalhota, 34 anos, que há 10 anos mora no Japão e teve a casa onde vivia destruída pelo tsunami que atingiu a cidade de Sendai. Marquinhos não estava na cidade porque o time onde joga, o Vegalta, estava concentrado em outra região para jogar o campeonato japonês. Como o torneio foi suspenso em razão da catástrofe natural, Marquinhos decidiu retornar para o Brasil, e, de São Paulo, segue direto para Bataguassu, onde vive a família dele. O irmão de Marquinhos, Leandro Gomes de Araújo, disse que após o susto, a torcida da família é para que o jogador agora fique no Brasil. Segundo ele, em dezembro, quando passou férias, o irmão já não queria voltar ao Japão, mas acabou retornando. Segundo Leandro, o jogador de futebol passou 3 dias bastante difíceis, sem água, sem energia e com pouca comida disponível. “Ficamos todos muito assustados e agora queremos que ele fique aqui”. Fonte: CG News
Assembleia - Mais ALEMS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Jorge Jesus chega a Portugal e se irrita com jornalistas
Esportes
Coronavírus: Olimpíada de Tóquio é adiada por até um ano
Esportes
Presidente do Grêmio Romildo Bolzan testa positivo para coronavírus
Esportes
Em nota, COB defende Jogos Olímpicos em 2021
Esportes
Coronavírus: Campeonato internacional de vôlei é adiado na capital
Esportes
O “Cowboy de Aço” fatura medalha de ouro em competição nacional
Esportes
Sul-Mato-Grossense terá Comerário nas quartas de final
Esportes
Copa Assomasul tem sequência neste fim de semana
Esportes
Corrida “Ninguém Segura essa Mulher” acontece neste sábado
Esportes
AO VIVO – Acompanhe o duelo entre Grêmio e Internacional

Mais Lidas

Economia
Servidores estaduais irão receber a partir desta terça-feira
Economia
Prazo para saque imediato de até R$ 998 do FGTS termina nesta terça
Geral
Vídeo - “Saidinha" de Bolsonaro tem gritos de isolamento e apoio a Mandetta
Saúde
Semana começa com 17 pediatras atendendo em três UPAs na capital