Menu
Busca terça, 14 de julho de 2020
(67) 99647-9098
TJMS julho20
Esportes

Jogador de MS que atua no Japão chega hoje ao Brasil

16 março 2011 - 19h43
Chega esta noite ao Brasil e amanhã a Mato Grosso do Sul o jogador de futebol Marquinhos Cambalhota, 34 anos, que há 10 anos mora no Japão e teve a casa onde vivia destruída pelo tsunami que atingiu a cidade de Sendai. Marquinhos não estava na cidade porque o time onde joga, o Vegalta, estava concentrado em outra região para jogar o campeonato japonês. Como o torneio foi suspenso em razão da catástrofe natural, Marquinhos decidiu retornar para o Brasil, e, de São Paulo, segue direto para Bataguassu, onde vive a família dele. O irmão de Marquinhos, Leandro Gomes de Araújo, disse que após o susto, a torcida da família é para que o jogador agora fique no Brasil. Segundo ele, em dezembro, quando passou férias, o irmão já não queria voltar ao Japão, mas acabou retornando. Segundo Leandro, o jogador de futebol passou 3 dias bastante difíceis, sem água, sem energia e com pouca comida disponível. “Ficamos todos muito assustados e agora queremos que ele fique aqui”. Fonte: CG News

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
SBT transmitirá final do Carioca entre Flamengo e Fluminense
Esportes
Eliminatórias sul-americanas para Copa de 2022 é adiada para outubro
Esportes
Conmebol anuncia retorno da Libertadores para 15 de setembro
Esportes
Botafogo de Ribeirão vê ilegalidade na volta do Campeonato Paulista
Esportes
Live: Rodeio sem público começa nesta quinta em Chapadão do Sul
Esportes
Fluminense supera Flamengo e conquista Taça Rio
Esportes
Governo de SP autoriza volta do jogos de futebol em 22 de julho
Esportes
Veja onde assistir Fluminense x Flamengo de graça
Esportes
Campo Grande sediará a Liga das Nações que foi adiada para 2021
Esportes
Fluminense perde para o Volta Redonda na reestreia de Fred

Mais Lidas

Brasil
“Bêbada de Curitiba” morre após luta contra o câncer
Brasil
Famoso por velar a mãe sozinho, José morre queimado
Geral
Funsat encaminha mulheres vítimas de violência ao mercado de trabalho
Polícia
MP é contrário a liberdade de jovem que matou namorada em acidente