Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Esportes

Mano admite atuação ruim e diz que ansiedade pela Arena atrapalhou

19 maio 2014 - 12h00Via Globoesporte.com
O Corinthians perdeu para o Figueirense, por 1 a 0, neste domingo à tarde, no primeiro jogo oficial da nova Arena, em jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Giovanni Augusto fez o gol do time catarinense, o primeiro da equipe na competição nacional. A partida registrou a maior renda da história do Timão: R$ 3.029.801,70, com 36.123 pagantes (público total 36.694).

Após o jogo, o técnico Mano Menezes reconheceu a atuação ruim da equipe. Ele preferiu não individualizar a culpa pela derrota, apesar de ter citado que Jadson esteve abaixo da sua própria média. O treinador também apontou a ansiedade pela inauguração oficial da Arena como fator prejudicial no início do jogo.

"Era algo natural em um jogo como esse. Talvez na primeira parte tenha atrapalhado, mas depois que sofremos o gol nos soltamos mais. Acho que teve um pouco de influência. A tomada de decisão foi prejudicada por conta do ambiente e a ansiedade de um dia especial" disse.

Desempenho do Corinthians decepcionante
"Encontramos dificuldades esperadas. O Figueirense veio nos esperando e bem posicionado. Tivemos que tomar a iniciativa do jogo. Na semana passada falamos disso. Quando o adversário atacava, chegávamos na frente, mas faltava a outra parte do time. Nossos meias tiveram dificuldade para jogar, porque houve uma marcação forte, e eles foram buscar a bola muito atrás. Tentamos posicionar nas costas dos volantes. E poucas vezes tivemos um lance individual para abrir a marcação. Esses problemas se refletiram no resultado final do jogo. Tomamos o gol no segundo tempo, que era tudo o que não podia acontecer em um jogo como esse. Ficamos muito tristes por não ter feito um bom resultado e um bom jogo".

Figueirense adversário ideal para inaugurar Arena

"Quem achou foram os seus colegas (imprensa), não o Corinthians. Falaram que era o lanterna, não tinha feito gol, mas ninguém do Corinthians disse isso. Mas no futebol o fato é menos importante do que a versão. Você pega isso e pode motivar um grupo, mas não é isso que seria determinante. Quando há mais competência, o outro time pode perder mesmo motivado. Se não era fácil inventar algo e motivar. Não faltou garra. Mas da mesma forma que as vezes ganhamos em condição parecida a deles, hoje perdemos. E não temos nada a reclamar".

Estádio novo deixa time em outro patamar
"Estádio não joga, e sim o time. O que acontece com um estádio dessa grandeza é que paralelamente se faz um time da mesma grandeza. Estamos tentando, mas não é fácil. Precisa ter calma e ir qualificando. Avançamos um pouco nessa reconstrução, mas o que fará o ambiente que precisamos ter, até citando o exemplo do Grêmio, que teve dificuldades no início, é o torcedor sentindo o time identificado no campo. Uma coisa isolada não constrói um time vencedor".

Jadson e Renato Augusto funcionaram menos do que esperava
"Vamos esperar. É a primeira vez que o Renato fez 90 minutos. Ele participou, teve iniciativa e lucidez. O Jadson esteve abaixo de Jadson, mas a equipe esteve abaixo dela. Individualizar seria injusto. Só falei dele pela pergunta. Tem de ter continuidade. Não pode pegar um jogo que não funcionou e usar. Tem que melhorar a ideia".

Ansiedade atrapalhou
"Era natural em um jogo como esse. Talvez na primeira parte tenha atrapalhado, mas depois que sofremos o gol nos soltamos mais. Acho que na primeira parte teve um pouco de influência".

Saída do Fagner
"Ele pediu para sair. Eu ia tirar um dos volantes: colocar o Danilo de meia e deixar o Renato em uma segunda função, porque tínhamos liberdade. Não precisava de um volante de contenção. Não ia fazer com o Guilherme, mas o Fagner pediu a substituição".

Dia especial apesar da derrota
"Foi um privilégio ter vivido esse dia. Gostaríamos de uma vitória para que fosse uma festa completa, mas depois desse período todo hoje será um dia inesquecível".

Lado psicológico atrapalhou
"O Figueirense tem mais mérito do que o psicológico ter afetado. A questão técnica foi prejudicada pela maior velocidade da bola do que estamos acostumados. A tomada de decisão na primeira parte do jogo foi prejudicada por conta do ambiente e a ansiedade de um dia especial".

Por que quarta melhor do que hoje
"Porque lá tínhamos mais espaço. O Atlético tomou iniciativa. E o jogador de qualidade gosta desse espaço. Hoje não tivemos esse espaço à disposição".

Faltou usar a postura após o gol desde o início
"Foi um jogo completamente diferente. Todos serão diferentes de hoje. O time saiu tomando a iniciativa, mas perdemos a retomada de bola no meio de campo. E não ganhou armação e qualidade nas jogadas que precisaríamos para arriscar uma postura de menos retomada de bola. Precisamos achar esse equilíbrio".

Arena Corinthians preparada para abertura da Copa do Mundo
"Temos mais dias preciosos pela frente, nos quais farão a preparação final. Mas a Arena já está muito a frente de outros lugares onde atuamos. É de um nível exemplar. Vai estar preparada para a Copa do Mundo".
Rota do Pantanal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Moreninhas terá Torneio de Pênaltis com prêmios em dinheiro
Esportes
Covid-19: com seis infectados, Flamengo encara Barcelona-EQU nesta terça
Esportes
Com uma novidade de Tite em convocação para início das Eliminatórias
Esportes
Em emendas parlamentares, esporte de MS recebe R$ 1,64 milhão
Esportes
Vídeo: Corinthians é recebido com protesto pela torcida no aeroporto
Esportes
Vídeo - Neymar é expulso por dar tapa em jogador que o chamou de "macaco"
Esportes
Projeto Amigos do Parque volta neste final de semana
Esportes
Moreninha lll ganhará pista de skate e quadra de areia
Esportes
Messi se reapresenta ao Barcelona após tentativa frustrada de saída
Esportes
São Paulo e Fluminense se enfrentam pelo Brasileirão neste domingo

Mais Lidas

Cidade
Parque das Nações deve reabrir dia 9 de outubro
Cidade
Procon suspende atividades de Auto Escola
Cidade
Anatel pode impedir ligações de telemarketing indesejadas no MS
Polícia
Vídeo: Oficial da Marinha morre afogado após gritar: "Eu já tenho a salvação!”