Menu
Busca quinta, 24 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Esportes

Massa elogia Frank Williams e projeta devolver era de vitórias à equipe

15 janeiro 2014 - 10h54Via Uol
O brasileiro Felipe Massa falou sobre os dois primeiros dias na fábrica da Williams, na Inglaterra, e elogiou o início da convivência com o dono da equipe, Frank Williams. Em entrevista ao site da escuderia britânica, Massa disse que espera ajudar o time a viver os dias de glórias do passado.

"Frank é uma das pessoas mais famosas do paddock e alguém que é admirado por todos pelo que alcançou no esporte. Ele é parte da história da Fórmula 1. Eu não o conhecia muito bem antes de me juntar à equipe, mas depois de passar um tempo com ele, é um cara muito legal e estou ansioso para correr com ele", disse o brasileiro.

Massa falou ainda que a parceria com a Williams teve recepção positiva entre os torcedores por causa da identificação da equipe com os brasileiros. A escuderia britânica é a que teve mais pilotos do Brasil na história da Fórmula 1.

"Meus fãs ficaram muito felizes porque eu mudei para a Williams, especialmente pela história que o time tem no Brasil com pilotos do passado como Nelson (Piquet) e Ayrton (Senna). Isso fez a equipe ser muito famosa no Brasil, então eu estou muito feliz por estar aqui e espero ajudar a levar o time de volta ao lugar de antes e lutar por vitórias", afirmou.

O piloto, que deixou a Ferrari no fim de 2013 após oito temporadas, disse que teve uma boa impressão no primeiro contato com a Williams.

"A equipe tem uma grande fábrica aqui, com bons recursos, então eu sei que temos tudo o que precisamos para ser competitivos. É uma grande equipe, com uma grande história, então o foco está em fazer todas as peças trabalharem bem em conjunto e nos levar à direção certa", disse Massa. "Estou gostando de trabalhar com minha equipe de engenheiros", completou o brasileiro.

A Williams não conquista um título mundial na Fórmula 1 desde 1997, quando o canadense Jacques Villeneuve faturou a temporada após uma intensa disputa com Michael Schumacher, da Ferrari. Aquela foi a última temporada da parceria com os motores Renault, que marcou a era de conquistas de Nigel Mansell, em 1992, Alain Prost, em 1993, e Damon Hill, em 1996.

Desde então, a Williams só figurou entre as equipes competitivas entre 2000 e 2005, quando corria com motores BMW. Nas últimas oito temporadas, no Campeonato de Construtores, a escuderia britânica conseguiu como melhor resultado um quarto lugar em 2007, quando disputou com motores Toyota e teve como pilotos Nico Rosberg, hoje na Mercedes, Alexander Wurz e Kazuki Nakajima, ao longo de toda a competição.

Após a temporada de 2004, quando Juan Pablo Montoya venceu com uma Williams o GP do Brasil, a equipe britânica voltou ao lugar mais alto do pódio apenas uma vez, em 2012, com Pastor Maldonado. O venezuelano venceu de forma surpreendente o GP da Espanha.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Covid-19: com seis infectados, Flamengo encara Barcelona-EQU nesta terça
Esportes
Com uma novidade de Tite em convocação para início das Eliminatórias
Esportes
Em emendas parlamentares, esporte de MS recebe R$ 1,64 milhão
Esportes
Vídeo: Corinthians é recebido com protesto pela torcida no aeroporto
Esportes
Vídeo - Neymar é expulso por dar tapa em jogador que o chamou de "macaco"
Esportes
Projeto Amigos do Parque volta neste final de semana
Esportes
Moreninha lll ganhará pista de skate e quadra de areia
Esportes
Messi se reapresenta ao Barcelona após tentativa frustrada de saída
Esportes
São Paulo e Fluminense se enfrentam pelo Brasileirão neste domingo
Esportes
Brasileirão deste sábado tem Flamengo, Corinthians e Santos

Mais Lidas

Polícia
Dois são presos tentando entrar com drogas em presídio
Polícia
Iagro aprende 120 cabeças de gado e documentação falsa
Polícia
Operação contra o jogo do bicho vaza e é antecipada
Polícia
No Pernambuco, bandido usa nome de campo-granense para comprar celular