Menu
Busca sexta, 16 de abril de 2021
(67) 99647-9098
Governo Balada - topo - abril21
Esportes

Quase chorando, Falcão define derrota para o Peñarol com apagão do Inter

05 maio 2011 - 06h14UOL

A eliminação do Internacional para o Peñarol, dentro de um estádio Beira-Rio lotado, abalou Paulo Roberto Falcão. O ex-comentarista argumentou a derrota de 2 a 1 para os uruguaios por um ‘apagão’ de cinco minutos de seu time. Justamente no começo do segundo tempo. Falcão ainda embargou a voz ao falar de mais uma derrota pelo Inter em Libertadores.

“Nesse jogo tivemos cinco minutos de apagão e ali perdemos o jogo. O primeiro gol foi com 15, 16 segundos. A gente sabia que isso poderia acontecer, mas tivemos o apagão. Isso foi determinante no jogo. Nós ficamos nervosos, tensos. Não conseguimos respirar para ir em busca da vitória com o 1 a 1”, disse o treinador.

Durante a entrevista coletiva, o ex-jogador foi calmo. Solícito e educado. Mas não escondeu sua frustração. É a segunda Libertadores perdida por ele. A primeira como jogador, em 1980. “Não é fácil para ninguém nesse momento. Torcedor, jogadores, para mim. É um momento muito difícil. Mas não é a primeira e nem será a última vez que isso acontece”, apontou.

“É uma derrota e toda derrota dói. Mas ela não pode nos amassar. E não vai nos amassar. Vamos engolir. Agora é o momento da tristeza e a partir de agora ter o requilibrio”, pediu.

Perto do final de sua entrevista, Falcão se expos ao máximo. “A derrota dói. Isso existe, não dá para colocar ao lado. Temos que viver isso hoje, amanhã. E começar a recuperação. Quando falo a gente, falo de mim. Qual a outra alternativa, se fechar? Não. Vou reagrupar. Gente, faz 23 dias que estou aqui”, disse, segundos antes de embargar a voz diante de cerca de 30 repórteres.

No último domingo, Falcão também admitiu fortes emoções. Ao vencer o Grêmio nos pênaltis, conquistando o título do returno do Gauchão, o treinador deixou o gramado mais cedo. Com os olhos cheios de lágrimas. “No Gre-Nal, sai e falei para vocês que estava chorando. É diferente trabalhar no time que você se criou”, finalizou.

Com informações do portal UOL.

APP JD1_android

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Vídeo: polícia usa bala de borracha durante confusão no Campeonato Sul-Mato-Grossense
Esportes
Após quase 5 anos, Renato Gaúcho deixa o comando do Grêmio
Esportes
Conmebol recebe 50 mil doses da CoronaVac para vacinar jogadores
Esportes
Flamengo é bicampeão da Supercopa do Brasil; a disputa contra o Palmeiras foi decidida nos pênaltis
Esportes
Deixe seu palpite: Flamengo x Palmeiras, quem vence a supercampeão do Brasil
Esportes
Libertadores: Times brasileiros conhecem rivais da fase de grupos
Esportes
Copa do Brasil: Corinthians supera 'poderoso' Retrô nos pênaltis
Esportes
Academia "Life30" oferece aulas online gratuitas em semana restritiva
Esportes
Estrangeiros serão impedidos de entrar no Japão para Jogos Olímpicos
Esportes
Branco, lateral do tetra é internado com covid-19

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio