Menu
Busca quarta, 23 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Esportes

Real e Atlético duelam neste sábado pela coroa europeia

24 maio 2014 - 14h32Via Globoesporte.com
Era uma vez um menino português que sonhava ser coroado diante de seu povo. Nos últimos 12 meses, o obstinado candidato a herói fez de tudo para alcançar seu maior desejo: deixou sua marca na maioria das batalhas da campanha, superou ferimentos e espantou seus demônios. Diante de um tradicional exército rival, chegou a hora da vitória consagradora. Mas a conclusão desta história não depende somente dele. Pode ser que, daqui a alguns anos, ela nem seja contada assim e seja interpretada completamente diferente. A grande batalha ocorre neste sábado, na final da Liga dos Campeões contra o Atlético de Madrid, às 15h45 (de Brasília), no Estádio da Luz, em Lisboa.

Mas era uma vez um grupo de guerreiros que vestiam vermelho e branco e sonhavam conquistar a Europa. Eles eram conduzidos por um sábio líder que tinha seus comandados nas mãos, e conseguiu infiltrar na cabeça deles um só pensamento: "ganhar, ganhar e ganhar'". Derrubou gigantes na sua campanha, mas, antes da vitória final, falta mais um grande adversário, liderado pelo obstinado candidato a herói da outra versão da história.

Comandado por Cristiano Ronaldo, artilheiro recordista com 16 gols no melhor ataque da Liga dos Campeões, o Real terá pela frente o invicto Atlético de Madrid, dono da defesa menos vazada. O confronto entre rivais da mesma cidade, inédito em finais pela coroa europeia, pode consagrar os merengues com tão sonhada "La Décima" ou dar o primeiro título do torneio aos colchoneros. É quase impossível prever qual será o conto eternizado. Um duelo entre artilharia pesada e uma imponente fortaleza. O Real tem os melhores talentos individualmente. Não só o melhor do mundo, mas Bale, Di María e Benzema - este ainda não confirmado - também são capazes de decidirem a final em uma jogada. Assim formam o melhor ataque da competição, com impressionantes 37 gols em apenas 12 partidas.

O Atlético, com estrutura menor, provou ter a força necessária para vencer os grandes ao ser campeão do Espanhol no último sábado, e chega no jogo mais importante de sua história em melhor momento. Com o gigante Courtouis no gol, sofreram apenas seis gols e permaneceram invictos.

Um lado joga o favoritismo para o outro. Sergio Ramos, do Real, diz que os colchoneros têm mais chances. Filipe Luís afirmou que, pelo tamanho e história, os merengues são favoritos. Tudo faz parte do jogo, e de uma rivalidade centenária bem conhecida.

Dúvidas dos dois lados
Sem saber se vai poder contar com Diego Costa, artilheiro do time no ano com 36 gols, e autor do que garantiu a única vitória contra o Real na temporada, Simeone poderia estar mais preocupado, não tivesse ciência do que seu time é capaz de realizar, mesmo desfalcado de sua mais brilhante estrela. Foi sem o atacante que o Atlético alcançou dois dos maiores sucessos na temporada, ambos contra o Barcelona: a vitória no jogo de volta nas quartas da Champions, no Calderón, e o empate no Camp Nou, quando o time da "capital do futebol" se sagrou campeão nacional.

Nas duas partidas o atacante saiu lesionado antes dos primeiros 15 minutos. Mas Costa corre contra o tempo, e tem mostrado toda a disposição do mundo de estar nesta final. Depois de apelar até para uma técnica alternativa de tratamento, que se utiliza de um líquido de placenta equina, precisou levar uma bronca dos preparadores físicos no treino da véspera do jogo para pegar mais leve, tamanho esforço que estava fazendo na atividade.

Final de temporada é assim. Depois de jogos intensos durante um ano inteiro, é comum que os times cheguem à final feridos pela intensidade das batalhas. O próprio Cristiano Ronaldo passou por dificuldades. No início da semana da decisão, o atacante declarou que não estava 100%, mas prometeu chegar em sua melhor condição neste sábado. Seus companheiros Benzema e Pepe não tiveram a mesma sorte. Os dois treinaram normalmente, mas correm o risco de perder a final por ainda estarem se recuperando de lesões. Ancelotti vai esperar até o último minuto para decidir. Xabi Alonso também desfalca os merengues por suspensão, e Illarramendi jogará em seu lugar. CR7 precisará estar em uma noite inspirada mais uma vez.

Em Madri, há uma faixa estendida na fachada da prefeitura, lembrando que a cidade espanhola é a "capital do futebol". Uma das duas equipes voltará para casa com a taça da Liga dos Campeões nas mãos. Neste ano, colchoneros e merengues já protagonizaram quatro interessantes duelos. A vitória do Atlético no Bernabéu, por 1 a 0, no primeiro confronto entre as equipes, foi o mais surpreendente, à época. O empate por 2 a 2 no returno, nem tanto. Nos outros dois jogos, pelas semifinais da Copa do Rei, o Real Madrid venceu e convenceu. Agora, ao contrário do que diz a história, que mostra supremacia dos madridistas no confronto - são 264 jogos, com 143 vitórias merengues e 64 colchoneras -, esta hegemonia está fortemente ameaçada.

São dois times que se conhecem bem. Além das quatro vezes que se enfrentaram, assistiram a grandes exibições do rival ao longo da temporada. Por isso, Simeone e Ancelotti sabem da importância de guardar o máximo de mistério até o último minuto. Nenhum dos treinadores revelou detalhes da escalação, mas o mais provável é que os times entrem em campo com as seguintes formações: o Real com Casillas, Carvajal, Sergio Ramos, Varane (Pepe) e Fabio Coentrão; Illarramendi, Modric e Di María; Bale, Benzema (Isco) e Cristiano Ronaldo; o Atlético deve jogar com Courtois, Juanfran, Miranda, Godin e FIlipe Luís; Mario Suarez, Gabi, Koke e Arda Turan (Raul Garcia); Villa e Diego Costa (Adrián).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Covid-19: com seis infectados, Flamengo encara Barcelona-EQU nesta terça
Esportes
Com uma novidade de Tite em convocação para início das Eliminatórias
Esportes
Em emendas parlamentares, esporte de MS recebe R$ 1,64 milhão
Esportes
Vídeo: Corinthians é recebido com protesto pela torcida no aeroporto
Esportes
Vídeo - Neymar é expulso por dar tapa em jogador que o chamou de "macaco"
Esportes
Projeto Amigos do Parque volta neste final de semana
Esportes
Moreninha lll ganhará pista de skate e quadra de areia
Esportes
Messi se reapresenta ao Barcelona após tentativa frustrada de saída
Esportes
São Paulo e Fluminense se enfrentam pelo Brasileirão neste domingo
Esportes
Brasileirão deste sábado tem Flamengo, Corinthians e Santos

Mais Lidas

Geral
Rudel do Detran, diz que novas regras de trânsito "reduzem burocracia"
Saúde
Santa Casa recorre ao CRM contra colapso
Política
Câmara instala hoje comissão para mudar Lei da Lavagem de Dinheiro
Saúde
"Quase mil exames realizados, mais de 30% deram positivo" alerta secretário