Menu
Busca terça, 27 de julho de 2021
(67) 99647-9098
Senai - EAD_senai_tecnico
Esportes

Santos se defende com dossiê de negociação Neymar e já fala em acionar Fifa

13 fevereiro 2014 - 11h17Via Terra
O Santos apresentou uma espécie de dossiê que desmente o pai de Neymar, Neymar da Silva Santos, e o presidente licenciado do clube, Luis Álvaro Ribeiro, de suas versões sobre a venda do jogador ao Barcelona, da Espanha, em junho do último ano. O material foi divulgado em reunião extraordinária do Conselho Deliberativo, marcada para amenizar a pressão em torno da negociação, investigada desde o início de janeiro.

O encontro foi iniciado com um vídeo com a compilação de reportagens no Brasil e na Espanha com declarações de Neymar pai negando qualquer possível recebimento de 10 milhões de euros de adiantamento do Barcelona ainda em 2011. Em um dos vídeos, o representante chega a dizer que seria interessante receber a quantia, mas enfatiza não haver qualquer acordo. A sequência do material mostra o pai do jogador confirmando o adiantamento, em revelação feita em pronunciamento para imprensa selecionada por seu estafe na sede da NR Sports, no último mês.

"Fizemos questionamentos informais ao pai do Neymar se havia recebido algum dinheiro antecipado, ele negou várias vezes ter recebido qualquer quantia antecipada a mim e a membros do Comitê de Gestão. Certa vez, fizemos uma reunião no escritório do (José) Berenguer, com o Álvaro de Souza (ambos ex-membros do Comitê) e ele negou mais uma vez, fez o comentário corriqueiro quando era perguntado", disse o presidente em exercício Odílio Rodrigues.

Luis Álvaro, por sua vez, teve divulgado o áudio em que nega ter assinado qualquer documento que deu permissão para que os representantes do jogador iniciassem conversas com outros clubes, em versão já desmentida pelo próprio atleta, que divulgou oficialmente a carta assinada pelo ex-mandatário após a última renovação contratual, no fim de 2011.

"Não quero desrespeitar a figura do Luis Álvaro, cada gestor tem a sua forma, mas o elemento mais importante da gestão é a impessoalidade. Cada um tem o seu jeito de fazer, a história vai julgar cada um de nós, mas, mais importante do que saber quem assinou e porque assinou, é trazer o direito que o Santos tem", explicou. No encontro, o advogado que representa o clube, Cristiano Caús, ainda explicou que o clube já acionou dois escritórios de advocacia na Espanha para apurar se foi prejudicado na negociação. O clube escolherá um dos escritórios, que acompanhará as investigações da justiça espanhola envolvendo o caso e admitiu, pela primeira vez, a possibilidade de recorrer à Fifa para receber mais do que o montante inicial da negociação.

"Temos tomado cuidado com as etapas jurídicas. Entrar na Fifa, é entrar com tudo, sou favorável, mas temos que ter noção exata do que estamos cobrando. Esse é o caminho (recorrer à Fifa), será o próximo passo", disse o advogado. "Existe a lei. O que o pai do Neymar exigiu foi uma quebra da legislação internacional (quando pediu o documento assinado por Luis Alvaro, presidente do Santos). O Neymar precisava já firmar um pré-contrato. O Santos estava dando uma autorização para ele (Neymar pai) não ser punido na Fifa, mas não para ele receber o dinheiro", completou.

Na Espanha, o Ministério Público investiga uma denúncia de um sócio do clube espanhol, Jordi Cases, sobre a negociação. Cases entrou com uma ação alegando que os valores da negociação superavam os 57 milhões de euros (cerca de R$ 188,9 milhões) anunciados oficialmente. A justiça abriu uma ação judicial contra o então presidente do Barcelona, Sandro Rosell, que renunciou do cargo devido as investigações. O jornal espanhol El Mundo divulgou que o valor total chegaria a 95 milhões de euros (R$ 314,8 milhões).

O Santos garante que ter recebido apenas 17,1 milhões de euros (R$ 54 milhões à época) pelo atleta. Do montante, só teve direito a 55%, 9,4 milhões de euros (R$ 29,7 milhões), já que o Grupo DIS recebeu 40% da transação, enquanto a Teisa, grupo formado por conselheiros influentes do clube, 5%. O clube ainda acertou por 8 milhões de euros (R$ 24 milhões) a preferência aos catalães na compra três promessas das categorias de base, além dos amistosos acordados.

A reunião dessa quarta contou com discussões mais acaloradas e, principalmente, pedidos de renúncia ao presidente licenciado Luis Álvaro Ribeiro, que não compareceu. Para o encontro, o clube reforçou a segurança e acionou o apoio da polícia local na porta do estádio. Recentemente, parte do Comitê Gestor do clube, principalmente o presidente em exercício Odílio Rodrigues, foram vítimas de um ataque de um grupo de torcedores, após a vitória por 5 a 1 no clássico contra o Corinthians, na Vila Belmiro.
Cruzeiro do Sul - 44 anos

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Olimpíadas: Mais dois casos de covid-19 entre atletas são confirmados
Esportes
Ítalo Ferreira no surfe dá 1º ouro ao Brasil em Tóquio
Esportes
Olimpíadas: Após jogo difícil contra a Argentina, vôlei do Brasil avança
Esportes
Confira a posição do Brasil na tabela de medalhas das Olimpíadas
Esportes
Olimpíadas: aos 13 anos, 'Fadinha' garante prata para o Brasil no Skate
Esportes
Oitavas do surfe começam neste domingo com quatro brasileiros
Esportes
Olimpíadas: Skate e judô rendem as primeiras medalhas para o Brasil
Brasil
Vôlei feminino: Brasil vence Coreia do Sul por três sets a zero
Esportes
Veja o quadro de medalhas por país nas Olimpíadas
Esportes
Futebol: Seleção brasileira feminina empata 3X3 com a Holanda

Mais Lidas

Polícia
Homem enforca familiar após piada com derrota do São Paulo para o Flamengo
Polícia
Nem após cometer suicídio jovem escapa de assalto no Jardim Noroeste
Cidade
Foi selecionado? Prefeitura convoca aprovados em dois processos
Geral
Homem fuma maconha, escala montanha e cai de altura de 12 metros; veja vídeo