Menu
Busca quinta, 16 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Esportes

Seedorf faz 'pit-stop' em festa e usa discrição no 1º título pelo Botafogo

11 março 2013 - 10h21Júlio César Guimarães/UOL

Ídolo do futebol mundial e referência absoluta no atual time do Botafogo, o holandês Clarence Seedorf usou de discrição para comemorar o seu primeiro título no Brasil pelo clube de General Severiano. O camisa 10 poupou-se dos festejos em campo, adotou um discurso com pés no chão e fez apenas um “pit-stop” na celebração oficial do elenco pelo triunfo na Taça Guanabara.

A conquista foi a 21ª na carreira do atleta. Ele marcou quatro gols em oito partidas disputadas no primeiro turno do Campeonato Carioca e manteve a média de levantar troféus em todos os países por onde passou. Conselheiro dos mais jovens e braço direito do técnico Oswaldo de Oliveira, o holandês foi elogiado pelos companheiros e ovacionado pela torcida.

Esgotado devido ao nível de exigência na vitória por 1 a 0 sobre o Vasco, no último domingo, no Engenhão, Seedorf descansou antes de comemorar em campo. Ele deu uma volta olímpica sozinho e agradeceu aos torcedores. Aos poucos, foi acompanhado pelos atletas alvinegros na celebração.

“Estou feliz por todos. Essa torcida precisa acreditar. O Engenhão tem de estar lotado sempre. Não foi fácil. Fez muito calor e enfrentamos um adversário forte. Mas o grupo quer melhorar e fazer coisas importantes. Estava morto, por isso não fiquei com eles lá [na comemoração]”, afirmou.

O Botafogo comemorou o título da Taça Guanabara no próprio Engenhão. Após os festejos no gramado e entrevistas, os jogadores se reuniram com dirigentes e comissão técnica no setor VIP do estádio. A gandula-musa Fernanda Maia compareceu e foi assediada pelos torcedores. Os atletas aproveitaram para tirar fotos com o troféu e curtiram o som do pagodeiro Thiaguinho, trilha sonora escolhida pelo DJ do evento.

Cercado por jornalistas e torcedores, Seedorf tentou atender todos com calma, enquanto era amparado por seguranças na saída do Engenhão. Ele fez apenas um “pit-stop” na festa oficial do título, realizada no setor VIP do estádio. Assediado, o camisa 10 tinha dificuldades para andar no ambiente.

Até por isso, Clarence Seedorf precisou deixar o local antes do esperado. Sem tirar o sorriso do rosto, o holandês não escondeu que o desejo de conquistar mais títulos pelo clube de General Severiano é o seu combustível a cada novo dia de uma carreira mais do que vitoriosa.

Via Uol

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Atletas da capital vão representar MS em Campeonato Jiu-Jitsu
Esportes
Yeltsin Jaques "fez história na Paralimpíadas de Tóquio", diz Rose Modesto
Esportes
Yeltsin Jacques é recepcionado pelo Corpo de Bombeiros no Aeroporto nesta terça-feira
Esportes
Tóquio 2020: Cerimônia de encerramento encanta com a beleza da diversidade
Esportes
Anvisa paralisa jogo Brasil x Argentina e jogadores poderão ser deportados
Esportes
Campeonato Brasileiro de Handebol acontece de 03 a 07 de setembro em MS
Esportes
MS recebe Campeonato Brasileiro de Handebol neste fim de semana e feriado
Esportes
Primeiro ouro de parataekwondo da história vai para brasileiro
Esportes
Brasil enfrenta Chile pelas Eliminatórias da Copa do Catar
Esportes
Yeltsin Jacques quebra recorde e conquista o 100º ouro do Brasil em Paralimpíadas

Mais Lidas

Polícia
Corpo é encontrado esquartejado em sacos de lixo
Geral
Ao vivo: Bebê transmite mãe tomando banho no Facebook
Polícia
Jovem é presa por morder enfermeira na UPA do Coronel Antonino
Polícia
Mulher agredida com barra de ferro em espetinho no Aero Rancho contesta versão dada pelo dono