Menu
Busca sábado, 28 de março de 2020
(67) 99647-9098
TJMS topo
Esportes

Seleção tira peso da goleada de 2008, mas portugueses querem devolvê-la

24 junho 2010 - 09h29

Em pouco mais de oito anos, a seleção brasileira enfrentou Portugal em quatro oportunidades. E o retrospecto não é dos melhores para o  Brasil. Foram duas derrotas, um empate e apenas uma vitória. E é justamente o triunfo canarinho que está na memória do torcedor. No dia 19 de novembro de 2008, o time comandado por Dunga goleou os rivais por 6 a 2, em um amistoso em Brasília. Naquela ocasião, Luis Fabiano foi o nome do jogo ao marcar três vezes.

Porém, a goleada sobre Portugal, na opinião do zagueiro Lúcio, não pode servir de parâmetro para o duelo desta sexta-feira, às 11h (de Brasília). Para o capitão, o confronto terá uma história completamente diferente daquela vivida há pouco mais de um ano e meio.

- Vai ser um grande jogo. Sabemos que se criou essa disputa entre as duas seleções pelos últimos resultados. Para esse jogo, nós vamos nos empenhar ao máximo, com respeito ao adversário, para conseguir a vitória. É uma equipe de qualidade e que está melhorando a cada ano. Queremos terminar em primeiro do grupo assim como eles querem garantir uma vaga na próxima fase.

O zagueiro Luisão, que atua no Benfica, participou de três dos quatro últimos jogos entre as seleções. Ele só não estava em campo no empate por 1 a 1, em Lisboa, em 2002. Para o confronto de 2010, o jogador espera um duelo bem diferente dos que aconteceram no passado.

- Aquela goleada foi diferente, foi um jogo em nosso país. É um resultado que não é fácil de acontecer. E o espírito dessa partida de sexta-feira não é esse (de vingança). Eles têm uma meta de classificação e acho que é isso que eles vão levar para o jogo.

Nesta quarta-feira, porém, o meia Tiago admitiu que a seleção portuguesa vai entrar com sentimento de vingança diante dos brasileiros. Segundo o jogador, a goleada sofrida em Brasília, em 2008, não foi esquecida pelo time luso.

- Nós não queremos esquecer aquela derrota para o Brasil. São jogos diferentes, é claro. Mas temos agora a oportunidade de devolver. E queremos ganhar esse, sem dúvida - afirmou.

Nos confrontos intermediários, em 2003 e 2007, no Estádio das Antas, no Porto, e no Emirates Stadium, em Londres, os portugueses levaram a melhor. No primeiro, vitória por 2 a 1. No duelo seguinte, novo triunfo luso: 2 a 0. Resta saber quem sairá vencedor na Copa do Mundo.

A seleção brasileira ocupa a liderança do Grupo G, com seis pontos, seguido de Portugal, com quatro. A Costa do Marfim ocupa a terceira colocação, com quatro, e a eliminada Coreia do Norte é o lanterna da chave, com zero.

(G1.com.br)

Assembleia - Mais ALEMS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Jorge Jesus chega a Portugal e se irrita com jornalistas
Esportes
Coronavírus: Olimpíada de Tóquio é adiada por até um ano
Esportes
Presidente do Grêmio Romildo Bolzan testa positivo para coronavírus
Esportes
Em nota, COB defende Jogos Olímpicos em 2021
Esportes
Coronavírus: Campeonato internacional de vôlei é adiado na capital
Esportes
O “Cowboy de Aço” fatura medalha de ouro em competição nacional
Esportes
Sul-Mato-Grossense terá Comerário nas quartas de final
Esportes
Copa Assomasul tem sequência neste fim de semana
Esportes
Corrida “Ninguém Segura essa Mulher” acontece neste sábado
Esportes
AO VIVO – Acompanhe o duelo entre Grêmio e Internacional

Mais Lidas

Saúde
Pesquisa aponta que isolamento vertical aumenta perigo de mortes
Polícia
Homem é preso após furtar bicicleta de loja no centro de Campo Grande
Geral
Ganhador da Mega-Sena pode levar R$ 2,5 mi neste sábado
Cidade
Fechamento das igrejas na capital dependerá de decisão judicial