Menu
Busca segunda, 17 de maio de 2021
(67) 99647-9098
TJMS - maio21
Esportes

Seria mais fácil para o novo espanhol Diego Costa ir à Copa pelo Brasil

14 fevereiro 2014 - 11h44Via Uol
Prestes a estrear com a camisa da Espanha - sua convocação para o amistoso contra a Itália em março é tida como uma certeza no país – Diego Costa enfrentará uma competição por vaga na Copa do Mundo mais complicada do que se tivesse feito outra escolha em outubro de 2013. Há quatro meses, o atacante optou por defender a seleção europeia, apesar de ser convocado por Luiz Felipe Scolari para os amistosos contra Honduras e Chile, em novembro.

A escolha irritou Felipão e deixou Vicente Del Bosque com a "obrigação" – segundo ele mesmo definiu - de testar o sergipano de Lagarto no time campeão do mundo. A prova de fogo de Diego seria em novembro, mas o atacante acabou se lesionando e deve estrear contra a Itália, em março. A convocação, porém, saíra só no final de fevereiro.

"Tivemos que falar com ele (Diego Costa) primeiro para saber sua opinião, e nos sentimos um pouco obrigados a convocá-lo, mas não é um crédito infinito. Teremos que ver os méritos de cada jogador no final da temporada para enfrentar o Mundial", afirmou Del Bosque.

Seja pela frequência assídua de Fred no departamento médico ou pela seca de Leandro Damião e Pato, o que se pode notar é que a disputa por uma vaga entre os 23 espanhóis que virão ao Brasil parece que será mais difícil do que se brigasse por um lugar na lista de Scolari.

Veja alguns motivos para isso:
Felipão é "apaixonado" por um camisa 9

O técnico sempre armou times com centroavantes. Quando voltou à seleção deixou isso claro na sua primeira convocação. "Dentro das minhas concepções, eu sempre gostei de ter um jogador mais enfiado", afirmou. Em 2012, Mano Menezes armou uma equipe sem centroavante, usando modelo semelhante, justamente, ao aplicado com sucesso por Del Bosque na seleção espanhola. Jogar com um "9" é uma alternativa na seleção espanhola, um plano B quando o time enfrenta rivais que se defendem muito", explica Ladislao J. Moñino, repórter do El País.

Diego Costa seria o atacante com mais gol do Brasil
No Brasil, Diego Costa seria o candidato com mais gols na temporada. Nenhum selecionável de Felipão marcou tanto na temporada: 25, em 32 partidas. O sergipano chegou a ficar à frente de Cristiano Ronaldo na artilharia do Campeonato Espanhol na temporada. Hoje tem dois gols a menos, mas quase o dobro dos marcados por Lionel Messi.

Na seleção espanhola, Diego briga por vaga com Negredo, Llorente, Villa e Soldado. Dos cinco, três irão para a Copa. Negredo é "rival" em melhor fase. Destaque no Manchester City, fez 24 gols na temporada, sendo que cinco em seis partidas da Liga dos Campeões. Na seleção, o atacante foi titular e fez um gol nos amistosos de agosto, nas vitórias sobre Equador e Guiné Equatorial.

Nas duas partidas, ele foi substituído por Llorente. O atacante basco tem uma temporada mais modesta em número de gols. Fez 11 em 28 partidas. Mesmo assim, é titular da Juventus, líder isolada do Campeonato Italiano. Reserva no Tottenham Hotspur, Soldado corre por fora na disputa. Já Villa, é tido como nome certo na lista dos 23 jogadores que virão ao Brasil. Parceiro de Diego Costa no Atlético de Madri, o atacante é um dos homens de confiança de Del Bosque. Só uma lesão pode tirá-lo do Mundial.

Fred rei do DM e outros concorrentes em má fase
O principal rival de Diego Costa na seleção brasileira seria Fred, titular absoluto no time de Felipão. O fato é que o atacante do Fluminense ficou mais de três meses sem jogar no final de 2013 por lesão. Neste ano, voltou a atuar, mas foi para o departamento médico após sofrer um problema no músculo da coxa. As sombras do camisa 9 tampouco vivem boa fase. Jô, apesar dos títulos em 2013, terminou a temporada com 14 gols marcados. Leandro Damião, que já foi o primeiro reserva de Fred, fez seis.

Receio da torcida
Mesmo artilheiro do Atlético de Madri, Diego Costa já ouviu cantos ofensivos da sua própria torcida. Uma ala de torcedores nacionalistas gritou contra a sua convocação. "Costa, canalha, você não é espanhol". O atacante fez pouco caso do ato. "A única maneira de mudar isso é jogando e metendo um gol com a Espanha. Não me preocupa", afirmou.
Genetica 1

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Tite volta a chamar Gabigol e Daniel Alves para a Seleção
Esportes
Nesta terça, Libertadores tem rodada com Palmeiras, Flamengo Internacional e Santos
Esportes
Morre o jornalista esportivo Fernando Caetano, ex-Fox Sports e ESPN
Esportes
Em busca da Champions League, Neymar renova contrato com o PSG até 2025
Esportes
AGORA É LEI: Atividade física é serviço essencial em MS
Esportes
Times brasileiros voltam a campo nesta quarta pela Libertadores e Sul-americana
Esportes
Atual campeão da Libertadores, Palmeiras recebe Del Valle pela 2ª rodada da competição
Esportes
Pista de skate improvisada por garotos do Aero Rancho é destruída
Esportes
Aos 16 anos, ciclista Chapadense assina contrato com Portugal
Esportes
Sorteio define grupos das seleções masculina e feminina de futebol na Olimpíada

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio