Menu
Busca quinta, 23 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Esportes

Sina de empates em novas casas 'ameaça' estreia em Itaquera

18 maio 2014 - 11h26Via Terra
A partida contra o Figueirense, na tarde de domingo, promete ser a última chance do Corinthians de inaugurar uma casa com vitória. Em seus quase 104 anos de história, o clube teve dois estádios próprios e começou sua trajetória em ambos com empate, algo que espera mudar no primeiro jogo oficial em sua morada definitiva, a arena de Itaquera.

O primeiro campo da equipe foi o da Ponte Grande, erguido em mutirão pelos próprios jogadores, em um terreno ao lado de onde hoje fica a Ponte das Bandeiras. O confronto inaugural aconteceu em 1918, em amistoso com o Palestra Itália, e, não fosse a qualidade de Heitor - ídolo histórico do arquirrival -, poderia ter terminado em um bom resultado. A etapa inicial foi de vantagem alvinegra, com dois gols de Neco - o primeiro grande ídolo do Corinthians - e um de Bororó. Heitor, que já havia marcado antes do intervalo, balançou a rede de Pizzocaro mais duas vezes e definiu o empate por 3 a 3, acompanhado por cerca de 10 mil pessoas de acordo com os relatos dos jornais da época.

Uma vitória na Ponte Grande aconteceria apenas na quarta partida, após uma derrota para o próprio Palestra e um empate com o Santos. O triunfo por 2 a 1 sobre o Mackenzie, com gols de Jacyntho e Américo, foi o primeiro de 70 no campo onde a equipe permaneceu até 1927 - e onde comemorou o título de 1923, fazendo 3 a 0 no São Bento.

Com a inauguração do Parque São Jorge, em 1928, o Corinthians repassou o terreno da Ponte Grande, arrendado por meio da prefeitura, à hoje extinta Associação Atlética São Bento. E fez festa para abrir a nova casa, em um amistoso com o América-RJ. Levou só 29 segundos para conseguir um gol - o mais rápido no local, marcado por De Maria -, mas voltou a empatar. Era Ângelo Rocco o técnico naquele 22 de julho. Sobral igualou o marcador, aos 13 minutos, e De Maria voltou a colocar o futuro do time na frente, aos 24. Como acontecera dez anos antes, na Ponte Grande, a vantagem não foi sustentada até o apito final. Aos 15 da etapa derradeira, Mineiro marcou para os cariocas e impediu uma alegria maior na Fazendinha.

No jogo seguinte em sua casa nova, porém, o Corinthians fez 5 a 1 no Guarani, um dos resultados que o levou ao título do Campeonato Paulista. Só não foi efetivamente a primeira vitória por lá porque a equipe já havia atuado no Parque em 1923, quando a propriedade era de Assad Abdalla e Nagib Sallem. O Sírio mandava jogos no local e perdeu por 1 a 0 para o futuro dono do pedaço, gol de Gambarotta.

Em Itaquera, o time da zona leste espera finalmente abrir um estádio próprio com um bom resultado. Guerrero e Romarinho são alguns dos candidatos a repetir Neco e De Maria, balançando a rede pela primeira vez. E o técnico Mano Menezes trabalha para conseguir o que Amílcar Barbuy e Ângelo Rocco não conseguiram na Ponte Grande e na Fazendinha.
Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Dardistas de MS são convocados para os Sul-Americanos Sub-18 e Sub-23 de Atletismo
Esportes
Marta passa Pelé na artilharia da Seleção
Esportes
Atletas da capital vão representar MS em Campeonato Jiu-Jitsu
Esportes
Yeltsin Jaques "fez história na Paralimpíadas de Tóquio", diz Rose Modesto
Esportes
Yeltsin Jacques é recepcionado pelo Corpo de Bombeiros no Aeroporto nesta terça-feira
Esportes
Tóquio 2020: Cerimônia de encerramento encanta com a beleza da diversidade
Esportes
Anvisa paralisa jogo Brasil x Argentina e jogadores poderão ser deportados
Esportes
Campeonato Brasileiro de Handebol acontece de 03 a 07 de setembro em MS
Esportes
MS recebe Campeonato Brasileiro de Handebol neste fim de semana e feriado
Esportes
Primeiro ouro de parataekwondo da história vai para brasileiro

Mais Lidas

Geral
Vídeo: "Peixe de bosteiro", morador de rua engana população de Paranaíba
Polícia
Menino de 2 anos mata prima atropelada após dar partida em carro
Polícia
Funcionários da Energisa ficam sob mira de arma ao tentar podar árvores na Vila Olinda
Polícia
Operação “Dark Money” investiga desvio de R$ 23 milhões no esquema de corrupção em Maracaju