Menu
Busca domingo, 20 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Esportes

Sina de empates em novas casas 'ameaça' estreia em Itaquera

18 maio 2014 - 11h26Via Terra
A partida contra o Figueirense, na tarde de domingo, promete ser a última chance do Corinthians de inaugurar uma casa com vitória. Em seus quase 104 anos de história, o clube teve dois estádios próprios e começou sua trajetória em ambos com empate, algo que espera mudar no primeiro jogo oficial em sua morada definitiva, a arena de Itaquera.

O primeiro campo da equipe foi o da Ponte Grande, erguido em mutirão pelos próprios jogadores, em um terreno ao lado de onde hoje fica a Ponte das Bandeiras. O confronto inaugural aconteceu em 1918, em amistoso com o Palestra Itália, e, não fosse a qualidade de Heitor - ídolo histórico do arquirrival -, poderia ter terminado em um bom resultado. A etapa inicial foi de vantagem alvinegra, com dois gols de Neco - o primeiro grande ídolo do Corinthians - e um de Bororó. Heitor, que já havia marcado antes do intervalo, balançou a rede de Pizzocaro mais duas vezes e definiu o empate por 3 a 3, acompanhado por cerca de 10 mil pessoas de acordo com os relatos dos jornais da época.

Uma vitória na Ponte Grande aconteceria apenas na quarta partida, após uma derrota para o próprio Palestra e um empate com o Santos. O triunfo por 2 a 1 sobre o Mackenzie, com gols de Jacyntho e Américo, foi o primeiro de 70 no campo onde a equipe permaneceu até 1927 - e onde comemorou o título de 1923, fazendo 3 a 0 no São Bento.

Com a inauguração do Parque São Jorge, em 1928, o Corinthians repassou o terreno da Ponte Grande, arrendado por meio da prefeitura, à hoje extinta Associação Atlética São Bento. E fez festa para abrir a nova casa, em um amistoso com o América-RJ. Levou só 29 segundos para conseguir um gol - o mais rápido no local, marcado por De Maria -, mas voltou a empatar. Era Ângelo Rocco o técnico naquele 22 de julho. Sobral igualou o marcador, aos 13 minutos, e De Maria voltou a colocar o futuro do time na frente, aos 24. Como acontecera dez anos antes, na Ponte Grande, a vantagem não foi sustentada até o apito final. Aos 15 da etapa derradeira, Mineiro marcou para os cariocas e impediu uma alegria maior na Fazendinha.

No jogo seguinte em sua casa nova, porém, o Corinthians fez 5 a 1 no Guarani, um dos resultados que o levou ao título do Campeonato Paulista. Só não foi efetivamente a primeira vitória por lá porque a equipe já havia atuado no Parque em 1923, quando a propriedade era de Assad Abdalla e Nagib Sallem. O Sírio mandava jogos no local e perdeu por 1 a 0 para o futuro dono do pedaço, gol de Gambarotta.

Em Itaquera, o time da zona leste espera finalmente abrir um estádio próprio com um bom resultado. Guerrero e Romarinho são alguns dos candidatos a repetir Neco e De Maria, balançando a rede pela primeira vez. E o técnico Mano Menezes trabalha para conseguir o que Amílcar Barbuy e Ângelo Rocco não conseguiram na Ponte Grande e na Fazendinha.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Com uma novidade de Tite em convocação para início das Eliminatórias
Esportes
Em emendas parlamentares, esporte de MS recebe R$ 1,64 milhão
Esportes
Vídeo: Corinthians é recebido com protesto pela torcida no aeroporto
Esportes
Vídeo - Neymar é expulso por dar tapa em jogador que o chamou de "macaco"
Esportes
Projeto Amigos do Parque volta neste final de semana
Esportes
Moreninha lll ganhará pista de skate e quadra de areia
Esportes
Messi se reapresenta ao Barcelona após tentativa frustrada de saída
Esportes
São Paulo e Fluminense se enfrentam pelo Brasileirão neste domingo
Esportes
Brasileirão deste sábado tem Flamengo, Corinthians e Santos
Esportes
Goleiros titular e reserva do Flamengo testam positivo para covid

Mais Lidas

Geral
MS aumenta rigor e autuações contra queimadas já superam ano de 2019
Polícia
Queda de árvore queimada em rodovia causa acidente que deixa 12 mortos
Clima
Chuva foi pequena, mas ocorreu em 21 municípios de MS
Vídeos
AO VIVO: Acompanhe a 1ª Parada online da Cidadania e do Orgulho LGBTQIA+/MS