Menu
Busca terça, 22 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Esportes

'Tentarei finalizar e nocautear o tempo todo', diz Barão

24 maio 2014 - 14h18Via Terra
Renan Barão sobe no octógono neste sábado para defender pela quarta vez o cinturão dos galos do UFC. O adversário da vez é TJ Dillashaw, que tem sua primeira oportunidade de título na competição. O brasileiro manterá seu estilo de luta e não deve dar respiro ao adversário.

A princípio, o combate válido pelo UFC 173, em Las Vegas, nos Estados Unidos, era para acontecer entre Chris Weidman e Lyoto Machida. Porém, com a lesão do norte-americano, Renan Barão aceitou “salvar” o evento e antecipou sua volta ao octógono. O lutador potiguar havia batido Urijah Faber no começo de fevereiro, em New Jersey.

Apesar da luta “em cima da hora”, Barão disse que isso não fez muita diferença em sua preparação. “Peguei o tempo certo. Descansei um mês e já voltei a treinar, dando oito semanas de treinamento”, contou em entrevista por telefone ao Terra.

Ainda sobre a preparação, Barão contou que não fez um trabalho específico para encarar Dillashaw. “Nós treinamos um pouco de tudo, foi o mesmo de sempre. Focamos tanto em pé, quanto no chão”.

Sobre a estratégia que o potiguar adotará contra o norte-americano, o brasileiro disse que prefere definir isso dentro do octógono. “Vamos sentir na luta. O objetivo é lutar para frente. Vou procurar nocautear e finalizar durante todo o combate”, concluiu.

Barão estreou no UFC em 2011 e nunca perdeu. Aliás, o brasileiro possui um dos maiores recordes de vitórias no MMA. Ele não perde desde 2005, somando 33 vitórias e uma luta sem resultado. Com Dominick Cruz machucado, o lutador potiguar conquistou o cinturão interino em 2012 e em 2014, sem o retorno do campeão, foi efetivado pela competição.

TJ Dillashaw apareceu para o UFC durante a 14ª temporada do reality show The Ultimate Fighter, exibido nos Estados Unidos. Na final, ele foi nocauteado por John Dodson, logo no primeiro round. Após a decisão, vieram cinco vitórias e apenas uma derrota, justamente para o brasileiro Raphael Assunção, tido como um dos possíveis candidatos a destronar Renan Barão. Assunção teria uma oportunidade antes mesmo de Dillashaw, mas uma fratura na costela tirou o brasileiro da disputa pelo cinturão com o compatriota.

Confira o card completo do UFC 173:


CARD PRINCIPAL
Peso-galo: Renan Barão x TJ Dillashaw
Peso-meio-pesado: Dan Henderson x Daniel Cormier
Peso-meio-médio: Robbie Lawler x Jake Ellenberger
Peso-galo: Takeya Mizugaki x Francisco Rivera
Peso-leve: Jamie Varner x James Krause

CARD PRELIMINAR
Peso-leve: Michael Chiesa x Francisco Massaranduba
Peso-leve: Tony Ferguson x Katsunori Kikuno
Peso-galo: Chris Holdsworth x Chico Camus
Peso-leve: Al Iaquinta x Mitch Clarke
Peso-leve: Anthony Njokuani x Vinc Pichel
Peso-pena: Sam Sicilia x Aaron Phillips
Peso-meio-médio: David Michaud x Li Jiangliang

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Covid-19: com seis infectados, Flamengo encara Barcelona-EQU nesta terça
Esportes
Com uma novidade de Tite em convocação para início das Eliminatórias
Esportes
Em emendas parlamentares, esporte de MS recebe R$ 1,64 milhão
Esportes
Vídeo: Corinthians é recebido com protesto pela torcida no aeroporto
Esportes
Vídeo - Neymar é expulso por dar tapa em jogador que o chamou de "macaco"
Esportes
Projeto Amigos do Parque volta neste final de semana
Esportes
Moreninha lll ganhará pista de skate e quadra de areia
Esportes
Messi se reapresenta ao Barcelona após tentativa frustrada de saída
Esportes
São Paulo e Fluminense se enfrentam pelo Brasileirão neste domingo
Esportes
Brasileirão deste sábado tem Flamengo, Corinthians e Santos

Mais Lidas

Agronegócio
Entre países, MS sozinho é o 14º maior produtor de milho no mundo
Internacional
Bebê nasce em voo e ganha viagens gratuitas para o resto da vida
Polícia
Três bandidos morrem em confronto com o DOF na fronteira
Polícia
“Nada disso pode ter acontecido”, diz delegada sobre criança baleada na capital