Menu
Busca quinta, 23 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Esportes

Tite deixa o Corinthians como único a conquistar todos os títulos possíveis

08 dezembro 2013 - 13h01Via Uol
Dizer que Tite ganhou tudo não é um hipérbole. Com a passagem pelo Corinthians, o técnico que se despediu do clube nesse sábado conseguiu uma galeria inédita entre seus colegas. Campeão de tudo, ele é o único técnico brasileiro em atividade que conquistou todas as taças possíveis no comando de um clube do país.

"Em duas expressões. P.. que o p...! Em termos profissionais, em uma linguagem rebuscada, um momento mágico. O PQP é a primeira coisa que falo quando sai um negócio legal. Três anos do jeito que foi, até quando não conquistou, é um reconhecimento fora do padrão", disse Tite, feliz da vida ao relembrar o êxito no clube.  

Pelo Corinthians, Tite venceu Estadual, Brasileiro, Libertadores, Recopa e Mundial de Clubes. Pelo Inter, em 2009, levantou a Sul-Americana. No Grêmio, em 2002, ele foi campeão da Copa do Brasil.

Nomes como Luiz Felipe Scolari, Muricy Ramalho, Abel Braga e Vanderlei Luxemburgo não chegaram a tantos lugares como Tite. Falta a Felipão, por exemplo, uma conquista no Mundial, já que ele perdeu duas decisões com Grêmio e Palmeiras.

Muricy tem o mesmo problema e, de quebra, também não ganhou a Copa do Brasil. São quatro Brasileiros, uma Copa Conmebol em 1994 (equivalente à Sul-Americana), vários Estaduais e até a Recopa. Na chance que teve de conquistar o mundo, porém, viu seu Santos levar 4 a 0 do Barcelona.

Abel Braga ganhou o Mundial, mas nunca venceu a Copa do Brasil. Luxemburgo vive a situação inversa, e ganhou tudo no âmbito nacional, mas não triunfou na Libertadores.

Se considerarmos técnicos já falecidos, Lula e Telê Santana rivalizam com Tite. O primeiro ganhou, com o Santos, cinco Taças Brasil (equivalentes ao Brasileiro na época), oito Paulistas, duas Libertadores e dois Mundiais. Faltaria a ele a Copa do Brasil, mas o torneio à época ainda não existia, assim como uma competição continental de segunda linha.

Já o ídolo são-paulino, bi-mundial e da Libertadores e tricampeão brasileiro, só não venceu a Copa do Brasil, que chegou a disputar em seus últimos anos de carreira. Não peça a Tite, no entanto, para repetir todo esse périplo.

"Já falei. Não busquem o Tite por causa de uma fórmula mágica. Aqui ele teve direção, grupo de jogadores, qualificação profissional e momento mágico", disse o treinador, em sua última entrevista coletiva no clube.
Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Dardistas de MS são convocados para os Sul-Americanos Sub-18 e Sub-23 de Atletismo
Esportes
Marta passa Pelé na artilharia da Seleção
Esportes
Atletas da capital vão representar MS em Campeonato Jiu-Jitsu
Esportes
Yeltsin Jaques "fez história na Paralimpíadas de Tóquio", diz Rose Modesto
Esportes
Yeltsin Jacques é recepcionado pelo Corpo de Bombeiros no Aeroporto nesta terça-feira
Esportes
Tóquio 2020: Cerimônia de encerramento encanta com a beleza da diversidade
Esportes
Anvisa paralisa jogo Brasil x Argentina e jogadores poderão ser deportados
Esportes
Campeonato Brasileiro de Handebol acontece de 03 a 07 de setembro em MS
Esportes
MS recebe Campeonato Brasileiro de Handebol neste fim de semana e feriado
Esportes
Primeiro ouro de parataekwondo da história vai para brasileiro

Mais Lidas

Geral
Vídeo: "Peixe de bosteiro", morador de rua engana população de Paranaíba
Polícia
Menino de 2 anos mata prima atropelada após dar partida em carro
Polícia
Funcionários da Energisa ficam sob mira de arma ao tentar podar árvores na Vila Olinda
Polícia
Operação “Dark Money” investiga desvio de R$ 23 milhões no esquema de corrupção em Maracaju