Menu
Busca quinta, 24 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Esportes

Tite fecha portas no Brasil e só aceita Corinthians ou exterior

03 novembro 2013 - 05h41Via Terra
O técnico Tite não trabalhará em outro time brasileiro a partir de janeiro. Cobiçado por equipes nacionais, o treinador manteve o futuro indefinido no Corinthians, mas deixou claro que não aceitará uma proposta do país caso deixe o clube em dezembro.

"No Brasil, só existe um clube em que eu possa continuar trabalhando, que é o Corinthians. Fora isso, por um determinado tempo, não vou trabalhar, porque não consigo me desvencilhar. Foi assim em todos os clubes por onde passei e muito mais onde estou há três anos", afirmou.

Internacional e Santos estão entre os clubes que têm interesse pelo atual campeão mundial, mas Tite avisou até mesmo ao Corinthians que não aceitará outra proposta nacional. Se não continuar no cargo, o treinador só trabalhará em janeiro caso receba alguma oferta internacional.

"Não é demérito e falta de respeito à grandeza dos outros, mas não vou trabalhar no Brasil. Este é meu ritmo pessoal. Não sei se será por um ou dois meses, mas não vou pular de galho, a não ser para o exterior. Acabei de falar para o Roberto (de Andrade, dirigente) antes de vir para o treino, e o clube já sabe disso há 40 dias", acrescentou.

Tite iniciou sua segunda passagem pelo Corinthians em 2010. Desde então, o treinador conquistou o títulos do Paulista (2013), Brasileiro (2011), Recopa Sul-Americana (2013), Copa Libertadores (2012) e Mundial de Clubes (2012).

Apesar da queda de rendimento neste segundo semestre, o clube manifesta interesse pelo treinador. Mesmo assim, Tite mantém o mistério sobre seu futuro, mas nega que o primordial seja o acerto financeiro para renovar novamente seu vínculo.

"Não é o dinheiro que move, mas sim a perspectiva de sucesso, a reformulação e a engrenagem para frente. Não vou mudar meus hábitos, gosto de ficar em casa tomando chimarrão. Fui a um restaurante há cinco anos e colocaram a entrada na minha frente, mas eu não sabia como comer", brincou.

O técnico ainda negou que o clube alvinegro esteja dependente de sua resposta para definir o que acontecerá em 2014. "Por sua grandeza, é o Corinthians que escolhe as pessoas. Esta é a hierarquia. Sou técnico de futebol e sei da responsabilidade de Mário (Gobbi), Roberto (de Andrade), Duílio (Monteiro Alves), Edu (Gaspar)... Tenho a real dimensão da situação. Não temos de ver o melhor para Tite ou presidente, e sim para o Corinthians", encerrou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Covid-19: com seis infectados, Flamengo encara Barcelona-EQU nesta terça
Esportes
Com uma novidade de Tite em convocação para início das Eliminatórias
Esportes
Em emendas parlamentares, esporte de MS recebe R$ 1,64 milhão
Esportes
Vídeo: Corinthians é recebido com protesto pela torcida no aeroporto
Esportes
Vídeo - Neymar é expulso por dar tapa em jogador que o chamou de "macaco"
Esportes
Projeto Amigos do Parque volta neste final de semana
Esportes
Moreninha lll ganhará pista de skate e quadra de areia
Esportes
Messi se reapresenta ao Barcelona após tentativa frustrada de saída
Esportes
São Paulo e Fluminense se enfrentam pelo Brasileirão neste domingo
Esportes
Brasileirão deste sábado tem Flamengo, Corinthians e Santos

Mais Lidas

Polícia
Dois são presos tentando entrar com drogas em presídio
Polícia
Iagro aprende 120 cabeças de gado e documentação falsa
Polícia
Operação contra o jogo do bicho vaza e é antecipada
Polícia
No Pernambuco, bandido usa nome de campo-granense para comprar celular