Menu
Busca quinta, 23 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Esportes

Tite fecha portas no Brasil e só aceita Corinthians ou exterior

03 novembro 2013 - 05h41Via Terra
O técnico Tite não trabalhará em outro time brasileiro a partir de janeiro. Cobiçado por equipes nacionais, o treinador manteve o futuro indefinido no Corinthians, mas deixou claro que não aceitará uma proposta do país caso deixe o clube em dezembro.

"No Brasil, só existe um clube em que eu possa continuar trabalhando, que é o Corinthians. Fora isso, por um determinado tempo, não vou trabalhar, porque não consigo me desvencilhar. Foi assim em todos os clubes por onde passei e muito mais onde estou há três anos", afirmou.

Internacional e Santos estão entre os clubes que têm interesse pelo atual campeão mundial, mas Tite avisou até mesmo ao Corinthians que não aceitará outra proposta nacional. Se não continuar no cargo, o treinador só trabalhará em janeiro caso receba alguma oferta internacional.

"Não é demérito e falta de respeito à grandeza dos outros, mas não vou trabalhar no Brasil. Este é meu ritmo pessoal. Não sei se será por um ou dois meses, mas não vou pular de galho, a não ser para o exterior. Acabei de falar para o Roberto (de Andrade, dirigente) antes de vir para o treino, e o clube já sabe disso há 40 dias", acrescentou.

Tite iniciou sua segunda passagem pelo Corinthians em 2010. Desde então, o treinador conquistou o títulos do Paulista (2013), Brasileiro (2011), Recopa Sul-Americana (2013), Copa Libertadores (2012) e Mundial de Clubes (2012).

Apesar da queda de rendimento neste segundo semestre, o clube manifesta interesse pelo treinador. Mesmo assim, Tite mantém o mistério sobre seu futuro, mas nega que o primordial seja o acerto financeiro para renovar novamente seu vínculo.

"Não é o dinheiro que move, mas sim a perspectiva de sucesso, a reformulação e a engrenagem para frente. Não vou mudar meus hábitos, gosto de ficar em casa tomando chimarrão. Fui a um restaurante há cinco anos e colocaram a entrada na minha frente, mas eu não sabia como comer", brincou.

O técnico ainda negou que o clube alvinegro esteja dependente de sua resposta para definir o que acontecerá em 2014. "Por sua grandeza, é o Corinthians que escolhe as pessoas. Esta é a hierarquia. Sou técnico de futebol e sei da responsabilidade de Mário (Gobbi), Roberto (de Andrade), Duílio (Monteiro Alves), Edu (Gaspar)... Tenho a real dimensão da situação. Não temos de ver o melhor para Tite ou presidente, e sim para o Corinthians", encerrou.
Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Dardistas de MS são convocados para os Sul-Americanos Sub-18 e Sub-23 de Atletismo
Esportes
Marta passa Pelé na artilharia da Seleção
Esportes
Atletas da capital vão representar MS em Campeonato Jiu-Jitsu
Esportes
Yeltsin Jaques "fez história na Paralimpíadas de Tóquio", diz Rose Modesto
Esportes
Yeltsin Jacques é recepcionado pelo Corpo de Bombeiros no Aeroporto nesta terça-feira
Esportes
Tóquio 2020: Cerimônia de encerramento encanta com a beleza da diversidade
Esportes
Anvisa paralisa jogo Brasil x Argentina e jogadores poderão ser deportados
Esportes
Campeonato Brasileiro de Handebol acontece de 03 a 07 de setembro em MS
Esportes
MS recebe Campeonato Brasileiro de Handebol neste fim de semana e feriado
Esportes
Primeiro ouro de parataekwondo da história vai para brasileiro

Mais Lidas

Geral
Vídeo: "Peixe de bosteiro", morador de rua engana população de Paranaíba
Polícia
Menino de 2 anos mata prima atropelada após dar partida em carro
Polícia
Funcionários da Energisa ficam sob mira de arma ao tentar podar árvores na Vila Olinda
Polícia
Operação “Dark Money” investiga desvio de R$ 23 milhões no esquema de corrupção em Maracaju