Menu
Busca sexta, 20 de setembro de 2019
(67) 99647-9098
Esportes

Valdivia manda recado: "dentro de campo, não respeito ninguém"

23 abril 2011 - 11h07Fernando Borges/Terra
Idolatrado pelos palmeirenses, Valdivia prova que dispensa a opinião daqueles que não estão ao seu lado. Um dia depois da polêmica em que foi novamente criticado por seu estilo debochado em campo, o camisa 10 deixa claro que, dentro de campo, ignora todos os rivais.

"Eu respeito o adversário até começar a partida, depois eu não respeito mais. Eu também sou pai de família e é o Palmeiras que paga o meu salário, então devo prestar contas aqui", afirmou o chileno, em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira na Academia de Futebol.

"Eu não respeito, vou para cima. Na hora em que o árbitro apita, são 11 contra 11. É claro que eu não me esqueço de coisas como o fair play e não saio dando cotoveladas nos outros", emendou Valdivia, que já chegou a entrar em polêmica com o são-paulino Rogério Ceni, depois de comemorar um gol imitando um choro, na semifinal do Paulista de 2008.

Sem medir as palavras, Valdivia fez questão de criticar a postura do zagueiro Anderson, do Santo André. Irritado com as firulas, o defensor apelou para um pontapé no chileno na partida desta quinta-feira pela Copa do Brasil e acabou expulso. Ao sair do gramado, o representante do clube do ABC ainda citou que o adversário só fazia "palhaçadas" em campo. "Eu também sou pai de família. E se ele me quebra ontem? Será que acharia legal?", respondeu.

O "chute no ar" é o lance de Valdivia que normalmente esquenta a cabeça dos adversários. O camisa 10 defende o seu drible e ressalta que já marcou um gol através desta jogada. "Foi no Chile, no jogo entre Colo Colo e Palestino. Eu driblei dois jogadores e, quando cheguei perto do goleiro, ameacei chutar. Ele caiu e eu marquei", recorda.

Por causa do "chute no ar", Valdivia criou polêmicas até no futebol árabe, quando defendia o Al Ain. Ainda assim, ele reforça que não irá desistir da jogada porque observa a alegria dos torcedores do Palmeiras com seus dribles. "Na Arábia, eles ficavam bravos, mas eu não entendia nada o que falavam", sorriu o polêmico atleta, antes de soltar uma gargalhada.

Com informações dos portais Terra e Gazeta Esportiva.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Inscrições para os Jogos Escolares terminam hoje
Esportes
Boxeador fala de expectativas para campeonato que será realizado na capital
Esportes
Open de Taekwondo do Chile terá atletas de Campo Grande
Esportes
Com nova estrutura, Cefat já está entre as melhores do país
Esportes
Equipe campo-grandense vence corrida em Interlagos
Esportes
Representantes de Taekwondo do MS participam da seleção para torneio na Dinamarca
Esportes
Danilo, filho de Cafu, morre vítima de infarto aos 30 anos
Esportes
Rally dos Sertões 2019 tem campeões definidos
Esportes
Mano Menezes assume o Palmeiras após saída de Felipão
Esportes
Corinthians vai para a semifinal da Copa Sul-Americana

Mais Lidas

Cidade
Mais dois radares na Afonso Pena começam a multar
Internacional
Tragédia – Incêndio em escola mata 263 alunos e 2 professores
Polícia
Homem é assassinado com facada no pescoço
Polícia
Assassino de Ronaldo assume quatro homicídios da década de 80