Menu
Busca terça, 24 de novembro de 2020
(67) 99647-9098
Sesi_protocolo de atendimento
Esportes

Vettel volta a vencer e Red Bull faz dobradinha no Japão

10 outubro 2010 - 10h27
Depois de dominar os dois primeiros livres e o classificatório, a Red Bull confirmou seu final de semana perfeito ao garantir uma dobradinha no GP do Japão de Fórmula 1, na madrugada deste domingo (horário de Brasília). O alemão Sebastian Vettel, que largou na pole position, venceu a prova, seguido pelo colega de equipe e líder do campeonato, o australiano Mark Webber. Vettel manteve a primeira posição em uma confusa largada, marcada por acidentes que tiraram o brasileiro Felipe Massa e mais três pilotos da prova, e venceu com tranquilidade em Suzuka. Ao cruzar a linha de chegada em primeiro, o alemão encerra um jejum de triunfos que se estendia desde o GP da Europa, no dia 27 de junho, e ganha fôlego na briga pelo título mundial. O jovem piloto chega a 206 pontos na classificação e alcança Fernando Alonso, da Ferrari, que, após duas vitórias seguidas, ficou em terceiro neste domingo. A liderança segue com Webber (220 pontos). Lewis Hamilton, que largou em oitavo por ter trocado a caixa de câmbio, teve problemas de marcha no fim e foi o quinto na corrida, sendo ultrapassado pelo companheiro de McLaren Jenson Button, quarto. Alheio à briga pelo título, Kamui Kobayashi foi o grande destaque da corrida. Correndo em casa, o piloto japonês da Sauber fez várias ultrapassagens arrojadas, sobretudo no hairpin, e terminou num ótimo sétimo lugar, atrás de Michael Schumacher, da Mercedes. Em relação aos brasileiros, Rubens Barrichello, da Williams, foi o melhor ao marcar dois pontos com o nono lugar e Bruno Senna, da Hispania, chegou em 15º. Já Felipe Massa, da Ferrari, bateu após a largada no Force India de Vitantonio Liuzzi, e Lucas di Grassi, da Virgin, nem largou após um acidente na volta de alinhamento para o grid. Restam apenas três corridas para o final da temporada. A próxima é o GP da Coreia do Sul, novidade do calendário, no dia 24 de outubro. A prova: O GP do Japão começou bem tumultuado. Nico Hulkenberg partiu mal com sua Williams e foi atingido pelo Renault de Vitaly Petrov. Mais à frente Nico Rosberg fechou a porta de Felipe Massa, que teve de jogar a Ferrari para a grama e acabou batendo com Vitantonio Liuzzi, obrigando o Safety Car a entrar na pista. Ainda sob bandeira amarela, Robert Kubica, que havia pulado para segundo na largada, abandonou depois que a roda traseira direita se desprendeu de seu Renault. Após a relargada, o pole Vettel manteve a ponta sem problemas, seguido por Webber, Alonso, Button e Hamilton. Logo de cara, a dupla da Red Bull mostrou a excelência do modelo RB6 em Suzuka e disparou na frente. Já Button, com pneus duros, tentava uma estratégia de parar mais para o fim da prova, mas tinha um ritmo mais lento, o que permitia a Alonso fugir no terceiro lugar e impedia Hamilton de desenvolver um ritmo mais rápido. O atual campeão do mundo, então, atingiu uma liderança ilusória quando os ponteiros fizeram o pit stop obrigatório, mas perdeu tempo com a estratégia e voltou atrás de Hamilton quando fez seu pit stop. Mas Button recuperaria o quarto lugar, pois o companheiro de equipe perdeu a terceira marcha e teve de reduzir o ritmo. Como na frente a disputa não acontecia, as atenções ficaram voltadas para Kamui Kobayashi, que deu um show de ultrapassagens. Com ousadia, o japonês da Sauber passava um a um seus adversários, como Jaime Alguersuari (duas vezes), Heidfeld e Barrichello. A seis voltas do fim da prova, quase o safety car foi acionado novamente, após um acidente de Nico Rosberg, que, assim como Kubica, perdeu uma roda e virou passageiro em sua Mercedes. Mas a prova seguiu normalmente e, apesar de um ataque final de Webber e Alonso, Vettel controlou a liderança para conquistar sua terceira vitória na temporada, a segunda em Suzuka. Confira a classificação final do GP do Japão: 1. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull): 1h30min27s323 2. Mark Webber (AUS/Red Bull): a 0s905 3. Fernando Alonso (ESP/Ferrari): a 2s721 4. Jenson Button (ING/McLaren): a 13s522 5. Lewis Hamilton (ING/McLaren): a 39s595 6. Michael Schumacher (ALE/Mercedes): a 59s933 7. Kamui Kobayashi (JAP/Sauber): a 1min04s038 8. Nick Heidfeld (ALE/Sauber): a 1min09s648 9. Rubens Barrichello (BRA/Williams): a 1min10s846 10. Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso): a 1min12s806 11. Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso): a 1 volta 12. Heikki Kovalainen (FIN/Lotus): a 1 volta 13. Jarno Trulli (ITA/Lotus): a 2 voltas 14. Timo Glock (ALE/Virgin): a 2 voltas 15. Bruno Senna (BRA/Hispania): a 2 voltas 16. Sakon Yamamoto (JAP/Hispania): a 3 voltas 17. Nico Rosberg (ALE/Mercedes): a 5 voltas Não completaram: Adrian Sutil (ALE/Force India): a 9 voltas Robert Kubica (POL/Renault): a 51 voltas Nico Hulkenberg (ALE/Williams): a 53 voltas Felipe Massa (BRA/Ferrari): a 53 voltas Vitaly Petrov (RUS/Renault): a 53 voltas Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India): a 53 voltas Lucas di Grassi (BRA/Virgin): bateu antes da largada Fonte: Terra

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Marta é cortada da seleção feminina após testar positivo para covid-19
Esportes
Estadual define representantes de MS para Troféu Brasil
Esportes
Prêmio The Best será entregue pela Fifa em 17 de dezembro
Esportes
Neymar é cortado da Seleção Brasileira
Esportes
Rogério Ceni é o novo técnico do Flamengo e pode estrear contra o São Paulo
Esportes
Brasileirão: São Paulo recebe o lanterna Goiás, no Morumbi
Esportes
Supercopa feminina: Emoção marcou a vitória de Dentil/Praia Clube no Guanandizão
Esportes
Guanandizão terá disputa pela Supercopa feminina de vôlei nesta sexta
Esportes
Sorteio define quartas de final da Copa do Brasil
Esportes
Copa do Brasil: sorteio define jogos das quartas de final

Mais Lidas

Cidade
Tenente que agrediu mulher algemada em delegacia é transferido para Capital
Polícia
AO VIVO: massagista que matou chargista chega à capital
Polícia
Três adolescentes são apreendidos pelo furto de motocicletas
Polícia
Mulher é xingada pelo marido e revida com uma 'chinelada' no rosto