Menu
Busca domingo, 24 de janeiro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS Janeiro/21 juizado de transito
Fim de Semana

Movimento que nasceu na faculdade leva amigos a doarem sangue todos os anos

Doações de sangue caíram cerca de 40% ao longo deste ano, mesmo com diversas ações

20 dezembro 2020 - 13h01Joilson Francelino

O final de semana para um grupo de amigos de Campo Grande foi de ajudar o próximo. No sábado (19), jovens que se conheceram na faculdade deram continuidade ao que fazem há cinco anos: um movimento de doação de sangue em Campo Grande.

A ação, que se repete todos os anos, teve início em 2015, quando o grupo conseguiu levar um ônibus do Hemosul à universidade onde estudavam, a Uniderp. Desde então, segundo Ítalo Buarque Gusmão, que representa o movimento, não pararam. “Periodicamente a gente sempre realiza ações sociais voltadas para a conscientização e doação de sangue. Já realizamos diversas ações como essa. Há cinco anos realizamos e o nosso intuito é conscientizar, tirar o medo que algumas pessoas têm sobre doação de sangue, aproximando-as a fazerem o mínimo. A gente sempre pensa que nunca estaremos em uma situação de precisar, mas os 450 ml que doamos pode ajudar a salvar, em média, até três pessoas. Os estoques sempre estão em baixa” disse Ítalo, que preside a Juventude da Social Democracia Brasileira em Mato Grosso do Sul.

81f2c186 a4c9 478c a3ca 294614254744Ítalo Buarque Gusmão, doador

 

Para o professor e escritor, Fábio do Vale, que também compõe o grupo, “o estado pandêmico impossibilita muitos doadores-assíduos marcarem presença no Hemosul, por comporem o grupo de comorbidades”. “Assim, nós da juventude, com total rigor e compromisso em biossegurança precisamos contar também com campanhas que possibilitem o exercício do voluntariado através da vontade de se colocar em prática a nossa cidadania, por isso, considero que ações como essa, não apenas traz a nossa contribuição, mas também acende o farol do incentivo para aqueles que podem e ainda não doam/doaram aqui no Hemosul”, disse.

Estoque baixo - Mesmo com diversas campanhas e ações, as doações de sangue caíram cerca de 40% ao longo deste ano. Para manutenção do estoque estratégico o Hemosul precisa receber uma média de 150 a 180 doações diárias. Vale lembrar que além da demanda espontânea o Hemosul está agendando horário e reforçando os cuidados durante a pandemia.

Os telefones para agendamento na Capital são os fixos (67) 3312-1516, (67) 3312-1529 e (67) 99298-6316. Informações sobre as unidades de coleta dos municípios do interior podem ser conferidas no site, clicando neste link.

senar janeiro21

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
TJ ganha reconhecimento facial
Fim de Semana
Feira Central comemora 95 anos com shows e sorteios
Fim de Semana
Encontro de profissionais da Agronomia é realizado neste fim de semana em Campo Grande
Fim de Semana
13 Agências da Caixa estarão abertas hoje para o saque do auxílio emergencial
Fim de Semana
De inauguração de bar a teatro, veja o que fazer fim de semana

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio