Menu
Busca quarta, 16 de janeiro de 2019
(67) 99647-9098
IPVA Grande
Geral

Acusados de torturar e matar homem vão a júri popular

Vítima foi espancada e morreu agonizando

17 maio 2018 - 10h47Da redação com assessoria

Juvaildo Souza Vasconcelos, 44, e Maksmelones Domingues Nunes,38, vão ser julgados nesta quinta-feira (17) na 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, pela acusação de torturar e matar Valmir Francisco da Silva, há dois anos, no bairro Paulo Coelho Machado, região do Centro-Oeste da Capital.

Consta na denúncia que entre a noite do dia 20 e madrugada do dia 21 de abril de 2016, a dupla espancou até a morte a vítima pela suspeita de ter roubado uma arma da casa de Juvaildo. A ex-mulher de Valmir havia sido contratada para fazer uma faxina na casa dos réus, quando ele disse que havia sumido uma arma e uma quantia em dinheiro.

Pouco depois, com a ajuda de Maksmelones, ele foi à casa da diarista tirar satisfação, agredindo-a e obrigando a contar onde estava o ex-marido. Assim que chegou ao local, uma escola ainda em construção, a mulher conseguiu fugir correndo, mas Valmir foi espancado pelo comparsa com a prancha de um facção, com golpes na cabeça. 

A dupla foi presa depois de dois dias, quando a mulher registrou um boletim de ocorrência, porém, a vítima estava desaparecida. Dois dias depois, o corpo foi encontrado por moradores. A perícia constatou que Valmir morreu agonizando no local. 

A defesa de Juvaildo pediu a absolvição do acusado porque ele negou a autoria do crime, já a de Maksmelones, que teria sido responsável pelas agressões, pediu o afastamento das qualificadoras. O juiz titular da vara, Aluízio Pereira dos Santos, pronunciou os dois pelo crime de homicídio doloso, por motivo torpe. Juvaildo também foi indicado por porte ilegal de arma de fogo.  

Sesc Novo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Pais devem verificar "abusos" em lista de materiais escolares, diz Procon
Geral
Porta voz de Bolsonaro foi comandante de regimento em MS
Geral
“Não compensa”, diz sindicalista sobre tempo integral no governo
Geral
Cachorro tem boca "selada" com fita adesiva, em Rio Brilhante
Geral
Abelhas matam idosa de 81 anos
Geral
Serviços do Detran estão fora do ar nesta segunda
Geral
Sargento morre após helicóptero da PM cair durante patrulha
Geral
Alvará ambiental para bares da capital é tema de discussão
Geral
Bolsonaro comemora prisão de Battisti e diz que “Justiça será feita”
Geral
Mega acumula e pode pagar R$ 25 mi na terça-feira

Mais Lidas

Polícia
Após corte de energia em “região proibida”, dois funcionários são executados
Polícia
Suspeito de matar merendeira já foi preso por morder genitália de vizinha
Geral
“Não compensa”, diz sindicalista sobre tempo integral no governo
Cidade
Motorista de ônibus morre em acidente na BR-163