Menu
Busca quarta, 15 de julho de 2020
(67) 99647-9098
TJMS julho20
Geral

Adolescente de 16 anos morre afogado em balneário

12 outubro 2011 - 16h57Hélder Rafael

Um adolescente de 16 anos morreu afogado, na manhã desta quarta-feira (12), na Lagoa Rica em Campo Grande. O jovem passaria o dia com familiares em um balneário privado e desapareceu na água minutos depois de chegar ao local, segundo parentes.

Os socorristas chegaram ao local às 10h15. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o corpo do rapaz foi localizado duas horas depois do desaparecimento, dentro da área demarcada como própria para banhistas.

A tia da vítima, Valquíria Ribeiro da Silva, disse que as crianças e os adolescentes entraram na água, mas logo em seguida os adultos perceberam que um deles havia desaparecido. Ela contou que pediu ajuda aos funcionários, e que a gerência teria demorado para acionar os bombeiros. "Se tivesse guarda vida aqui, meu sobrinho não teria morrido", afirma.

O local foi interditado, já que não foi apresentado alvará que autoriza o funcionamento como balneário. Ninguém da gerência foi localizado pela polícia no local. O caso foi atendido pelo plantão da 5ª Delegacia de Polícia.

Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Prefeitura multa Consórcio Guaicurus em R$ 12 milhões
Geral
Carnaval no Rio pode acontecer só em junho
Geral
Governo amplia prazo de redução de jornada e suspensões de contratos
Geral
Orro quer proibir atos públicos para evitar aglomerações
Geral
Aos 27 anos, Adalberto perde a luta contra o coronavírus
Geral
Saque de auxílio emergencial é liberado para beneficiários do 3º lote
Geral
Mãe pede leite, remédio ou dinheiro para salvar bebê com anomalia
Geral
Funsat encaminha mulheres vítimas de violência ao mercado de trabalho
Geral
Licenciamento de veículos pode ser emitido online
Geral
Blogueira de MS afirma estar com Covid-19 e faz “recebidos” de vitaminas

Mais Lidas

Polícia
“Encontraram o monstro”, diz primo de Carla sobre assassino
Polícia
Ex-patroa é denunciada por abandono de incapaz que resultou em morte
Saúde
MP solicita inspeção em frigoríficos no interior
Polícia
Comerciante foi morta porque reconheceu voz de ex-funcionário, diz investigação