Menu
Busca domingo, 29 de novembro de 2020
(67) 99647-9098
aguas guariroba - Águas em Ação 3
Geral

AF 447 caiu após falhas técnicas e humanas, aponta relatório final

05 julho 2012 - 10h59Reprodução

O acidente do voo AF 447 da Air France, entre Rio de Janeiro e Paris, que matou 228 pessoas em 2009, se deveu a uma combinação de erros humanos e falhas técnicas nos sensores de velocidade do avião, segundo o relatório final sobre o caso divulgado na manhã desta quinta-feira (5) em Paris pelo BEA (Escritório de Investigação e Análises), órgão francês encarregado das investigações.

Conforme o diretor do órgão, Jean Troadec, os pilotos não entenderam que o avião entrou em situação de estol (perda de sustentação) e que o avião caía. Ele afirmou ainda que, nos momentos finais, era praticamente impossível reverter a queda.

O BEA elencou uma sequência de fatores contribuíram para a queda: a incoerência nas informações de velocidade, ocorrida devido ao congelamento dos sensores pitot, provocou a queda do piloto automático. Em seguida, a tripulação não entendeu o que o que ocorria com o Airbus e tomou uma atitude errada, levando à queda da aeronave no Oceano Atlântico. Eles não haviam sido treinados para atuar na situação de perde de informações e de pilotagem manual em alta altitude.

A investigação conclui que o sistema de automatismo do Airbus e falhas no treinamento e no gerenciamento da tripulação na cabine contribuíram para o acidente.

Conforme o investigador do caso, Alain Boillard, o BEA fez 25 recomendações para tentar evitar acidentes semelhantes, entre eles para melhorar a coordenação dos pilotos em momentos de crise, o treinamento e no simulador da Airbus, "para ficar mais realista".

Outra recomendação é para a Airbus "reveja a lógica do sistema de controle da aeronave". Isso porque os piloto não entenderam que o avião estava caindo porque estavam em uma forma de controle sem proteção contra perda de sustentação.

O BEA também recomendou mudanças no controle do tráfego aéreo brasileiro e na coordenação de resgate em caso de acidentes no Oceano Atlântico.

O relatório foi também divulgado primeiramente para os parentes de vítimas antes da divulgação pública.

Via G1

Teia - Agronomia

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Reinaldo inaugura indústria com 300 empregos e entrega escola em Caarapó
Geral
Acontece hoje o penúltimo sorteio da Nota Premiada MS pela Mega
Geral
Oito postos de combustíveis são autuados por irregularidades
Geral
Procon encontra mais de mil latas de cerveja vencidas
Geral
Ex-prefeita é condenada por fraudes em licitação de merendas em Bom Jardim
Geral
Processo seletivo da Reme para professores temporários é prorrogado
Geral
Vídeo: Carro pega fogo no centro da Capital
Geral
Subtenente da PM perde a luta para o coronavírus e causa comoção
Geral
Após confusões, morador e Damha chegam a um acordo
Geral
Pai que iria reencontrar filhos após 23 anos, morre ao colidir contra caminhão na BR-262

Mais Lidas

Polícia
Mulher é sequestrada ao descer de ônibus na capital
Brasil
Paciente com quase 300 kg que aguardou cinco dias por vaga na UTI morre em Natal
Polícia
Foram presos 39 homens durante operação na fronteira
Geral
Reinaldo inaugura indústria com 300 empregos e entrega escola em Caarapó