Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(67) 99647-9098
TJ MS maio20
Geral

André ultrapassa a meta e quer chegar a 50 mil unidades habitacionais em MS

01 julho 2010 - 09h58Rachid Waqued

Prefeitos dos 78 municípios de Mato Grosso do Sul vão receber do governo do Estado mais um incentivo nas áreas da habitação, saúde, educação e Assistência Social. O governador André Puccinelli, acompanhado do vice-governador, Murilo Zauith e de representantes da bancada estadual assinou ontem à noite (30) a ordem de serviço para construção de 1817 unidades habitacionais; assinou ainda convênios de repasse estadual para construção de outras 606 casas, além do termo de autorização para celebração de convênio entre o Estado e municípios para repasse de recursos financeiros do Fundo de Investimento Social (FIS). A solenidade foi realizada no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo. Participou do evento também o deputado federal, Geraldo Resende.

De acordo com o governador André Puccinelli a legislação eleitoral preceitua que após o dia 03 de julho, no ano do pleito eleitoral não é possível mais lançar obras que tenham recursos federais, por isso autorizou a construção de 1817 unidades habitacionais e assinou convênio para outras 606 casas. “Assim podermos através da construção de unidades habitacionais diminuir o déficit habitacional e gerarmos empregos para quem constrói estas casas e dar um teto digno para as famílias”, afirmou.

André disse que a meta do governo do Estado era de construir 40 mil casas que já foi ultrapassada. Vamos ver se este ano assinamos outros contratos para que pelo menos se não executadas ou terminadas, possam atingir 50 mil casas”, garantiu. As casas que receberam ordem de serviço para início das obras ontem à noite deverão ser entregues ainda este ano. O governo do Estado chegou a marca de mais de 45 mil casas entregues e em execução.

A notícia de mais 60 unidades habitacionais para Anastácio agradou o prefeito, Cláudio Valério. “Já construímos em parceria com o governo estadual cerca de 200 casas e com mais estas 60 unidades vamos diminuir ainda mais o déficit habitacional que está em torno de 500. Já estamos reservando mais lotes para construir casas em parceria com o Estado”, informou. O prefeito foi um dos convidados para representar os administradores municipais e disse que é prefeito de quatro mandatos e numa parceria com o governo estadual, a cidade recebeu ao longo de três anos e meio, diversos investimentos. “Agradecemos ao governador e à Assembléia Legislativa a forma firme e determinada de governar este Estado”, ressaltou.

Em seu discurso, a prefeita de Itaquiraí, Sandra Cassoni também agradeceu os investimentos que o município está recebendo e disse que “os recursos são bem vindos independente de legenda partidária e Mato Grosso do Sul precisa da nossa união”, destacou. Em rápidas palavras, o presidente da Assembléia Legislativa, Jerson Domingos também elogiou a forma em que o Estado vem sendo governado e como parceiro quer “fazer o Estado dos nossos sonhos”, disse.

O governador André Puccinelli assinou a ordem de serviço para a construção de 1817 unidades habitacionais por meio de diversos programas. Através do Programa Minha Casa, Minha Vida, o Estado, em parceria com o governo federal e prefeituras vai construir 1350 unidades habitacionais nos municípios de Anastácio (60), Anaurilândia (30), Angélica (30), Bataguassu (30), Batayporã (30), Bodoquena (30), Bonito (30), Brasilândia (30), Caarapó (60), Deodápolis (30), Dois Irmãos do Buriti (30), Douradina (30), Eldorado (30), Fátima do Sul (30), Glória de Dourados (30), Guia Lopes da Laguna (30), Iguatemi (30), Itaporã (30), Itaquiraí (30), Ivinhema (60), Japorã (30), Jardim - Distrito de Boqueirão (30), Juti (30), Maracaju (60), Mundo Novo (30), Naviraí (60), Nova Alvorada do Sul (30), Nova Andradina (60), Novo Horizonte do Sul (30), Rio Brilhante (60), Santa Rita do Pardo (30), Sete Quedas (30), Sidrolândia (60), Tacuru (30), Taquarussu (30), Terenos (30) e Vicentina (30). Os investimentos somam mais de R$ 22 milhões, sendo R$ 5,1 milhões do governo estadual.

Pelo Programa de Subsídio à Habitação (PSH/2009), Puccinelli autorizou a construção de 131 casas em Campo Grande com recursos das duas esferas e terrenos das prefeituras. Os investimentos somam mais de R$ 2 milhões com a maior parte de recursos do Estado. Por meio do Fundo Nacional da Habitação de Interesse Social (FNHIS/2010), o governo estadual e federal vai construir 163 unidades habitacionais nas cidades de Maracajú e Bodoquena.   André autorizou ainda a construção de 173 unidades, pelo (PSH/Remanejamento 2009) para os municípios de Caracol (distrito de Alto Caracol – 15), Cassilândia (60), Corguinho (Distrito de Taboco – 15), Eldorado (Distrito de Morumbi – 15), São Gabriel do Oeste (50) e Sonora (18).

Convênios

Durante a solenidade, André também assinou convênio de repasse estadual para a construção de 292 casas no Conjunto Habitacional João Alberto Amorim em Campo Grande com investimentos estadual, federal e municipal, totalizando R$ 13 milhões. Puccinelli firmou convênio ainda do (PSH Rural/Remanejamento) para construção de 314 unidades. As unidades serão construídas nos municípios de Amambaí, Anaurilândia, Aquiduana, Aral Moreira, Caarapó, Coronel Sapucaia, Eldorado, Glória de Dourados, Ivinhema, Japorã, Juti, Paranhos, Sidrolândia e Terenos.

 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Unimed distribui mais de 9 mil máscaras à clientes e colaboradores
Geral
Vadão morre aos 63 anos vítima de câncer no fígado
Geral
Caixa deposita 2ª parcela de R$ 600 de nascidos em setembro ou outubro
Geral
Correios serão opção para fazer cadastro para auxílio emergencial
Geral
Riedel lança e inaugura obras no interior
Geral
Alcione, Sambô, Projota e outros artistas animam o domingo em lives
Geral
Filho de Bolsonaro termina namoro com influenciadora ex de Eduardo Costa
Geral
Homem morre após rolo compressor passar por cima da barriga dele
Geral
“É mais fácil o MS fechar que a Casa China”, diz diretor do Shopping China
Geral
Estão liberadas as realizações de vistoria de identificação veicular
As vistorias deverão ocorrer fora das instalações das empresas credenciadas

Mais Lidas

Brasil
Aeronáutica confirma 195 casos de coronavírus em escola da FAB
Cidade
Nova Lima começa a receber drenagem para novos 20km de asfalto
Política
Por divergências no PSL, Contar pede desfiliação da sigla
Polícia
PM “mete bala” e impede suicídio