Menu
Busca quarta, 16 de janeiro de 2019
(67) 99647-9098
IPVA Grande
Geral

Assassinos de ex-vereador e esposa, são condenados a 94 anos de prisão

O ex-vereador e sua esposa haviam sido mortos brutalmente

12 junho 2018 - 10h53Redação com informações da MP

Os autores do assassinato do ex-vereador Cristóvão Silveira e sua esposa, Fátima de Jesus Diniz Silveira, foram condenados nesta segunda-feira (11) a penas que somadas resultam em 94 anos de anos de prisão.

Após o Ministério Público de Mato Grosso do Sul, por meio do Promotor de Justiça Clovis Amauri Smaniotto, propor ação penal contra os assassinos, o Juíz de Direito Wilson Leite Corrêa condenou os réus à prisão em regime fechado.

Rivelino Mangelo foi condenado a 48 anos de reclusão, mais um ano de detenção e 70 dias-multa pelos crimes de latrocínio contra o ex-vereador e a esposa; vilipêndio de cadáver da vítima Fátima; destruição parcial de cadáver e receptação.

Já Rogério foi condenado a 45 anos de reclusão e 40 dias-multa pelo crime de latrocínio também contra as duas vítimas.

O crime

O ex-vereador e sua esposa foram mortos na tarde de 18 de julho de 2017, em uma chácara do casal localizada na saída para Rochedo, em Campo Grande. O ex-vereador recebeu um primeiro golpe na nuca, do qual quebrou a sua coluna, e teve o dedo decepado ao tentar se defender das facadas. Ao ver que o marido sendo agredido, Fátima tentou ajudá-lo com um cabo de vassoura, mas caiu no chão e foi atacada com dois golpes de facão por Rivelino.

Rivelino e os filhos Rogério e Alberto Nunes Mangelo, 21 anos, com ajuda de Diogo André dos Santos Almeida, 21 anos, (falecido), roubaram uma caminhonete Mitsubishi L200 2015/2016, avaliada em R$ 102 mil; uma televisão led de 40 polegadas, avaliada em R$ 1.499,99, uma arma de fogo não identificada, dois aparelhos celulares, duas alianças de ouro e R$ 1.231,00 em dinheiro, pertencentes ao casal.

Sesc Novo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Pais devem verificar "abusos" em lista de materiais escolares, diz Procon
Geral
Porta voz de Bolsonaro foi comandante de regimento em MS
Geral
“Não compensa”, diz sindicalista sobre tempo integral no governo
Geral
Cachorro tem boca "selada" com fita adesiva, em Rio Brilhante
Geral
Abelhas matam idosa de 81 anos
Geral
Serviços do Detran estão fora do ar nesta segunda
Geral
Sargento morre após helicóptero da PM cair durante patrulha
Geral
Alvará ambiental para bares da capital é tema de discussão
Geral
Bolsonaro comemora prisão de Battisti e diz que “Justiça será feita”
Geral
Mega acumula e pode pagar R$ 25 mi na terça-feira

Mais Lidas

Polícia
Após corte de energia em “região proibida”, dois funcionários são executados
Polícia
Suspeito de matar merendeira já foi preso por morder genitália de vizinha
Geral
“Não compensa”, diz sindicalista sobre tempo integral no governo
Cidade
Motorista de ônibus morre em acidente na BR-163