Menu
Busca terça, 18 de maio de 2021
(67) 99647-9098
TJMS - maio21
Geral

Ataque a prédio da Marinha nos EUA deixa ao menos 12 mortos, diz polícia

16 setembro 2013 - 16h06Via IG
Um ataque a tiros em um prédio da Marinha dos EUA em Washington deixou ao menos 12 mortos, informou a chefe de polícia local Cathy Lanier. Segundo Cathy, um dos atiradores morreu e outros dois "potenciais" suspeitos vestidos com roupas em estilo militar ainda não foram localizados. Outras quatro pessoas ficaram feridas, incluindo um policial.

O presidente dos EUA, Barack Obama, está sendo informado constantemente sobre os desdobramentos do caso por seus assessores, segundo a Casa Branca. Em pronunciamento, ele afirmou que os autores desse "ato covarde" seriam responsabilizados por tirar as vidas de "americanos patriotas".

Dezenas de veículos da polícia e de equipes de socorro cercam o complexo do Comando de Sistemas Navais ao sul de Washington, localizado a menos de dois quilômetros do Capitólio e a cinco quilômetros da Casa Branca. A polícia pede que ninguém se aproxime do local enquanto as buscas pelos suspeitos continuam.

Autoridades ouvidas pela AP identificaram o atirador morto como um empregado da Marinha cujo status dentro da corporação mudou no início do ano. Enquanto essa evidência possa sugerir que o ataque foi motivado por questões de trabalho, autoridades não descartam outras possíveis causas, incluindo terrorismo.

Testemunhas descreveram um atirador disparando em uma cafeteria em um andar superior e um atirador disparando contra as pessoas em um corredor de outro andar. Não estava claro se as testemunhas descreviam o mesmo atirador.

Todd Brundidge, uma testemunha do incidente, disse à CNN que ficou cara a cara com um dos atiradores enquanto tentava fugir do prédio. "Ele apontou uma arma para nós e disparou pelo menos dois ou três tiros. Nós corremos pelas escadas para fugir do prédio e depois que a gente saiu ainda ouvimos tiros no prédio."

Nesta segunda-feira, a Marinha dos EUA informou que tiros foram disparados por volta das 8h20 do horário local (8h20 também em MS) e que cerca de 3 mil funcionários trabalhavam no prédio do Comando de Sistemas Navais no momento do incidente.

Helicópteros sobrevoaram a sede e alguns chegaram a aterrissar no teto do prédio. O Gabinete Federal de Aviação disse que chegou a suspender por um breve momento as partidas do Aeroporto Nacional Reagar. Seis escolas públicas foram fechadas por precaução e o Senado suspendeu a sessão desta segunda em razão do incidente.

Um comunicado do Pentágono informou que a segurança foi reforçada e acrescentou: "Secretário (Chuck) Hagel está seguindo de perto a situação e garantiu que a Marinha fornecerá quaisquer capacidades ou fontes necessárias para ajudar a comunidade da Marinha de Washington a superar esse evento."

O Comando de Sistemas Navais é o maior dos cinco sistemas e recebe 25% de todo o orçamento da Marinha dos EUA. O comando constrói, compra e mantém os navios e submarinos da Marinha, além de seus sistemas de combate.
Girafa

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Sequência de vídeos mostra Rafael no capô e movimentação após morte de Mariana
Geral
"Dia Livre de Impostos" acontece na quinta, dia 27
Geral
Ator de 'As Branquelas' lamenta morte de MC Kevin
Geral
"Maior acontecimento dos últimos 50 anos", diz Paulo Corrêa sobre ponte em Murtinho
Geral
Isolamento atinge pior nível desde o início da pandemia, diz Datafolha
Geral
Itaipu Binacional garante a Reinaldo licitação da ponte internacional em julho
Saúde
Covid: Ministério distribuirá mais 6,4 milhões de doses de vacinas
Geral
Agepen define parâmetros para prisão das pessoas LGBT+
Geral
Casa de Neymar em Paris é invadida na madrugada, diz jornal francês
Geral
Guarda terá 1° curso de capacitação para atendimento ao canal de emergência

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio