Menu
Busca sexta, 18 de outubro de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Aumentou desigualdade de rendimentos entre as famílias, aponta pesquisa

Famílias de baixa renda tiveram queda de rendimento enquanto os mais ricos obtiveram elevação

18 setembro 2019 - 16h50Sarah Chaves, com informações da Agência Brasil

De acordo com os dados da Carta de Conjuntura do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), na seção de Mercado de Trabalho, divulgada nesta quarta-feira (18). A desigualdade entre os rendimentos médios do brasileiro aumentou no segundo trimestre de 2019.

Segundo o Ipea, as famílias de renda muito baixa tiveram queda de 1,4% nos seus rendimentos médios reais no período, mas o segmento mais rico da população registrou elevação salarial de 1,5%.

A técnica de Planejamento e Pesquisa do Ipea Maria Andreia Parente disse que essa desigualdade ocorreu pela composição de dois movimentos distintos. O primeiro é que, de fato, os indivíduos lotados nos domicílios de renda mais alta tiveram ganhos nominais de salários maiores e, segundo, a inflação no período foi maior para as famílias de mais baixa renda.

No segundo trimestre de 2019 houve impacto maior dos reajustes de energia elétrica, das tarifas de ônibus e dos medicamentos para as pessoas de renda mais baixa. “Em 2019, a gente teve alta de preços em itens que pesam muito na cesta de consumo dos mais pobres, e isso ajuda a explicar porque essas famílias tiveram queda de salário”, explicou.

Jovens

Também no segundo trimestre de 2019, na comparação com o mesmo período do ano anterior, apesar de ainda em patamar elevado, o desemprego registrou recuo, em termos absolutos, na faixa de trabalhadores mais jovens, passando de 26,6% para 25,8%.

Andreia Parente disse que o mercado de trabalho melhora como um todo para todas as faixas, mas teve reflexo mais positivo entre os mais jovens. Para a técnica do IPEA, é um crescimento forte que não era registrado em vários trimestres.

O segmento dos trabalhadores com mais de 60 anos foi o único que na?o apresentou recuo na taxa de desocupac?a?o, quando comparado ao mesmo peri?odo do ano anterior. Mesmo tendo alta de 5,3%, essa faixa da população ocupada ainda apresentou avanço de 0,4 ponto percentual na taxa de desemprego. 

Escolaridade

Nos dados referentes ao grau de escolaridade, os subgrupos tiveram queda na desocupac?a?o no 2º trimestre de 2019, com exceção para o dos trabalhadores com o ensino fundamental completo. Em termos relativos, os recuos mais expressivos foram entre as pessoas com instruc?a?o fundamental incompleta e superior, ambos tiveram queda de 4% na desocupac?a?o.

Empregos

A técnica destacou que embora ainda tenha um cenário desfavorável, o emprego no Brasil está reagindo. Segundo ela, há um momento forte da ocupação que cresce mais firmemente nos setores informais, apesar de já ser notada nos empregos com carteira assinada.

De acordo com Andreia Parente, a taxa de desemprego ainda pode cair de forma lenta, dado que ainda tem muita gente desocupada e desalentada e que precisa ser incorporada ao mercado de trabalho, mas a ocupação deve continuar se expandindo a taxas próximas às atuais que já são significativas. “A expectativa é de melhora do nível de ocupação da economia brasileira em relação ao mercado de trabalho”, disse.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Confira a lista de convocados do processo seletivo da Semed
Geral
Capital será palco da maior exposição de construção civil de MS
Geral
Condutora bate carro no muro do Detran em exame para tirar a CNH
Geral
Castração de felinos pelo CCZ ganha agendamento online
Geral
UEMS e PM realizam primeiro encontro do Proerd
Geral
Economista do agronegócio Geraldo Melo assumirá Incra
Geral
Aeroporto atua sem cancelamentos e atrasos nesta manhã
Geral
PIS/Pasep: Caixa e BB começam nova fase de pagamento
Geral
Criança tem parte do pênis amputado em cirurgia de fimose
Geral
Prevenção ao abuso sexual infantil se torna lei nas escolas da capital

Mais Lidas

Polícia
Assalto em aeroporto leva pânico a passageiros e deixa dois seguranças baleados
Geral
Condutora bate carro no muro do Detran em exame para tirar a CNH
Polícia
Briga em bar termina com dois homens esfaqueados
Esportes
Vascaínos são espancados por flamenguistas em posto