Menu
Busca quinta, 21 de fevereiro de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Brasil antecipa cumprimento de meta de redução de carbono

Redução de emissão ocorreu no Cerrado e na Amazônia

09 agosto 2018 - 15h36Da redação com informações da Agência Brasil

O Brasil antecipou o cumprimento de meta voluntária de redução de emissão de carbono na Amazônia e Cerrado, prevista para 2020. O gás é um dos responsáveis pelo efeito estufa. O dado foi divulgado nesta quinta-feira (9), durante reunião do Fórum Brasileiro de Mudança do Clima, com a participação do presidente Michel Temer.

Em 2017, a diminuição do desmatamento nos dois biomas permitiu reduzir as emissões de dióxido de carbono em 610 milhões de toneladas na Amazônia e 170 milhões de toneladas no Cerrado.

A meta voluntária a ser alcançada pelo Brasil em 2020 era de uma redução de emissões de 564 milhões de toneladas de dióxido de carbono na Amazônia e de 104 milhões de toneladas no Cerrado.

Essa meta foi assumida voluntariamente pelo Brasil em 2010, junto à Convenção de Mudança do Clima, segundo explicou o Secretário de Mudança do Clima e Florestas do Ministério do Meio Ambiente, Thiago Mendes: “O que o Brasil se comprometeu em 2010 foi com a redução do desmatamento com base nessas reduções de emissão de toneladas de CO² equivalentes”, explicou.

“Enquanto o mundo questiona se é possível ter a qualidade ambiental e o crescimento econômico, o Brasil apresenta que é possível reduzir as emissões e, de fato, ter desenvolvimento econômico”, acrescentou Thiago Mendes.

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, além da redução do desmatamento, os principais fatores que permitiram antecipar o cumprimento da meta foram a gestão de áreas protegida e o Cadastro Ambiental Rural, .

Durante a apresentação dos dados, o presidente Temer assinou documento solicitando que o Fórum Brasileiro de Mudança do Clima elabore uma proposta detalhando as ações necessárias para que o Brasil atinja a meta de zerar as emissões líquidas de gases de efeito estufa a partir de 2060.

A proposta deverá ser entregue em quatro meses, baseada em estudos e debates entre os diversos setores da sociedade civil, do terceiro setor e da academia.

Em discurso, Temer disse que a questão ambiental ganhou grande relevância nas últimas décadas e ressaltou que isso mostra a compreensão de governos e da sociedade de que “a preservação do meio ambiente é a preservação da vida”.

Sesc Novo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Sistema do Detran-MS permanece fora do ar nesta quinta-feira
Geral
Em audiência, Energisa diz "que não houve aumento de tarifa e sim de consumo"
Geral
Deputados voltam a debater "cota zero"
Geral
Reinaldo será entrevistado na Globo News nesta quinta
Geral
Prefeitura entra na luta pela causa animal
Geral
Reforma pode sofrer alterações no Congresso, diz Major Vitor Hugo
Geral
Lei Anticrime será debatida em audiência na OAB/MS
Geral
Sistema do Detran-MS está fora do ar nesta quarta-feira
Geral
Em entrevista, Longen se diz "a disposição de qualquer controle"
Geral
Maior superlua do ano poderá ser vista esta noite

Mais Lidas

Polícia
Depois de sair de festa, jovem morre ao capotar veículo no centro
Cidade
Evite ser multado, saiba onde estão os radares nas ruas da capital
Polícia
Dupla em motocicleta atira e acerta rosto de policial, na fronteira
Cidade
Prefeitura convoca aprovados em processo seletivo para merendeiro