Menu
Busca domingo, 20 de outubro de 2019
(67) 99647-9098
Governo vitimas
Geral

Câmara de Mediação LFG é inaugurada na Capital

Método para solução de conflitos é rápido e efetivo, afirma o gestor Geraldo Escobar

11 julho 2019 - 17h50Rauster Campitelli

Em parceria com o Instituto de Mediação Luiz Flávio Gomes, sediado em São Paulo, e com várias outras instituições distribuídas pelo Brasil, foi inaugurada em Campo Grande nesta quinta-feira (11) a Câmara de Mediação LFG. O advogado Geraldo Escobar, gestor do escritório, explica que a mediação é um procedimento legal, pacífico, que pode ser utilizado para que as pessoas resolvam seus conflitos, seja diante do Poder Judiciário ou por meio de Câmaras Privadas de Mediação.

Com o auxílio de um mediador devidamente capacitado, que se utiliza de técnicas com imparcialidade e confidencialidade, as partes têm a oportunidade de reencontrar a comunicação entre elas. Dessa forma, mediante ao diálogo, constroem em conjunto o entendimento necessário para resolverem ou terem uma negociação eficiente na solução de suas pendências. O novo escritório em Campo Grande conta com 12 mediadores.

De acordo com Escobar, que já foi presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso do Sul (OAB-MS), o procedimento da mediação serve a uma variedade de propósitos, tais como contribuir para que as partes determinem ou esclareçam questões controversas, entendam outras perspectivas de uma mesma questão, identifiquem seus interesses, explorem e avaliem possíveis soluções para o conflito e alcancem um acordo mutuamente satisfatório.

“Trata-se de um método célere e efetivo de solução de conflitos que pode ser utilizado em todas as áreas, resolvendo questões empresariais, familiares, trabalhistas e tantas outras que motivam conflitos na sociedade”, esclarece o advogado, também ex-presidente da Escola Nacional de Advocacia do Distrito Federal (ENA/DF).

Para o processo de mediação, além do mediador capacitado, é de suma importância que cada parte esteja acompanhada de seu advogado, para esclarecimento de dúvidas jurídicas a respeito de seu caso e para orientar na busca pela melhor solução.

“Importante ressaltar que esse meio de resolução de conflitos, por se tratar de um procedimento extremamente sigiloso, torna o ambiente mais favorável a composição do acordo, pois as partes ficam à vontade para trazer à discussão questões fora dos jargões jurídicos, expondo seus pensamentos, e têm a oportunidade de trazer questões que ainda não tinham sido expostas”, complementa o advogado.

Outro ponto de destaque é a celeridade e a economia, pois as partes tendem a cooperar - não por razões altruístas, mas visando a otimização de seus ganhos individuais. “Em resumo, a mediação é uma ferramenta que está à disposição de advogados e da sociedade para solução pacífica de conflitos”.  

Estavam presentes na inauguração da câmara os desembargadores Rui Celso e Alexandre Bastos, o presidente da OAB-MS, Mansur Karmouche, e sua diretoria, a presidente da Associação Brasileira de Mulheres de Carreira Jurídica (ABMCJ), Dra. Rachel Magrini, além de empresários e advogados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
"Relógios da Energisa marcam 40% a mais que consumo real", diz técnico do IPEM
Geral
Ivo de Souza será sepultado na tarde deste domingo
Geral
Mega Sena acumula e próximo concurso deve pagar R$ 21,5 milhões
Geral
Violeiro Ivo de Souza morre em acidente na BR-163
Geral
Netflix pretende ampliar plano mais barato para plataforma mobile
Geral
MS é o quinto Estado mais competitivo, aponta ranking nacional
Geral
Prefeitura abre processo seletivo para entrevistador social
Geral
"Vovó Ziza" recebe R$ 80 mil para melhorar atendimento
Geral
Sebrae realiza 3ª edição do "Destralha" neste fim de semana
Geral
Vai viajar nesta sexta-feira? Aeroporto opera sem atrasos e cancelamentos

Mais Lidas

Geral
Violeiro Ivo de Souza morre em acidente na BR-163
Geral
"Relógios da Energisa marcam 40% a mais que consumo real", diz técnico do IPEM
Brasil
Três militares do Corpo de Bombeiros morreram enquanto tentavam combater incêndio
Esportes
Na capital, Muricy crava Flamengo como campeão do Brasileirão