Menu
Busca sexta, 23 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
Sebrae/mulher
Geral

Câmara deve propor emenda ao projeto de revitalização para ‘salvar’ comerciantes

14 julho 2010 - 10h34

Comerciantes da região central de Campo Grande, receosos com o Plano de Revitalização do centro da cidade, proposto ontem pelo prefeito Nelsinho Trad (PMDB), querem modificações no projeto por temer um incalculável prejuízo financeiro.

Eles acham que a ideia que cria um novo conceito de publicidade na parte central da cidade, deve ser mais debatida e saber o motivo da pressa na aprovação do plano, prevista ainda para esta semana.

Até então, os comerciantes acreditavam que a proposta da prefeitura surgiria primeiro por meio de um plano piloto, imposto na rua 14 de Julho, mas agora souberam que o projeto pode ser aceito pela Câmara “sem discussão e sob pressão”.

O Plano de Revitalização tem como missão por fim a poluição visual e foi preparado por uma arquiteta que atuou num projeto posto em prática em São Paulo, tida como uma das capitais com o maior índice de poluição visual do mundo.

Pela proposta da prefeitura, é dever do comerciante em bancar a reforma das fachadas de suas empresas. Esse investimento deve ser aplicado até julho do ano que vem.

No caso, é o dono da loja, por exemplo, é quem vai tirar o dinheiro do bolso para construir o projeto proposto pela prefeitura.

Com o Plano de Revitalização executado com recursos dos comerciantes, a que a prefeitura conquista um credenciamento para receber uma ajuda federal, algo perto de meio bilhão de reais. Uma das indagações dos comerciantes: e se a verba federal não vier?

Seguindo esse raciocínio, é que os comerciantes pedem a inclusão de uma emenda no projeto. Ontem, terça-feira, vereadores e representantes do comércio se reuniram na Câmara para debater o assunto.

O manifesto dos empresários ganhou o apoio dos vereadores Alcides Bernal, Graziela Machado, Paulo Pedra, Thais Helena, Marcelo Bluma e Airton Saraiva. A audiência foi acompanhada por representantes da Associação Comercial, Federação do Comércio e Câmara dos Diretores Lojistas.

A proposta deve ser debatidamente de novo hoje na sessão da Câmara.

 

CertFica

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Empresa paulista AEGEA, vence leilão da PPP da Sanesul
Geral
Criança de 2 anos engole e fica com crucifixo preso no sistema digestório
Geral
Antônia Cylis precisa de doações de sangue na luta contra leucemia
Geral
Mega-Sena acumula e pagará R$ 38 milhões no sábado
Geral
Cantor sertanejo Edson realiza show em cobertura de escritório da Capital
Geral
PPP da Sanesul vai à leilão na Bolsa de Valores em São Paulo hoje
Geral
Vitória no STF foi "da população de MS", diz Verruck
Geral
Avó vende rifa para pagar cirurgia da neta
Geral
Neila é 14ª profissional da enfermagem que morre de coronavírus no MS
Geral
Justiça do Trabalho retomará audiências presenciais em MS

Mais Lidas

Justiça
Fachin julgará recurso de Reinaldo no STF
Cidade
Prefeitura entrega prêmios do 5º sorteio da Nota Premiada
Justiça
Candidato do PSL terá que pagar multa e retirar vídeo do ar
Política
Presidente da Câmara dos Deputados afirma que PEC da Guerra não será prorrogada