Menu
Busca quinta, 29 de julho de 2021
(67) 99647-9098
Governo - covid atitudes
Geral

Capital teve ação de conscientização ao Dia Nacional da Visibilidade Trans

A ação aconteceu na terça-feira, no centro de Campo Grande

30 janeiro 2019 - 09h13Joilson Francelino, com assessoria

Em comemoração ao “Dia Nacional da Visibilidade Trans” comemorado na terça-feira (29), entidades que representam travestis e transsexuais em Campo Grande, realizaram ação de conscientização ontem, no canteiro da avenida Afonso Pena, com a rua 13 de Maio.

Foram entregues panfletos com informações pertinentes ao tema, buscando dar visibilidade às pessoas travestis, transexuais, mulheres e homens trans; grupos que ainda vivem em situação de vulnerabilidade e exclusão social devido à transfobia que geralmente culmina em violência verbal, psicológica, sexual, física e até mesmo homicídio.

De acordo com a organizadora da ação, a coordenadora municipal de Políticas Públicas para Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais ou Transgêneros (LGBT), Cris Stefanny, o objetivo foi frisar as conquistas realizadas pelo público trans no campo político e jurídico. “Nós tivemos avanços em relação a troca de gênero e nome no Registro Civil através do Supremo Tribunal Federal, ganhando, por exemplo, a união estável que se tornou casamento igualitário”, destaca.

A coordenadora ainda apontou que não se pode esquecer que o Brasil é o país que mais mata pessoas LGBTs e que esse número só está aumentando. “A cada 100 casos de pessoas LGBTs assassinadas, mais de 52% são de pessoas travestis e transsexuais. Se comparado o número de pessoas trans que existe no país, chegam a 100 mil, com o número de gays que é muito maior, os gays representam de 10 a 15% da população, a categoria que mais sofre violência em decorrência da orientação sexual e identidade de gênero é a de trans e travestis”, disse.

Em conjunto com a ação de conscientização, ainda na noite de terça,  houve uma premiação em comemoração a visibilidade trans, organizada por uma instituição LGBT da capital que premiou pessoas trans que contribuíram para a causa da categoria. O evento aconteceu no Museu de Imagem e Som de Campo Grande (MIS).

Cruzeiro do Sul - 44 anos

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Comissão de Direitos Humanos debate migração no contexto da pandemia
Geral
Com duas vaginas, influencer do OnlyFans dá à luz a bebê saudável
Geral
Depois de quatro anos paralisada, UTE William Arjona é reinaugurada em Campo Grande
Geral
Com Covid, Arlindo Namour morre no Proncor
Geral
Vídeo: 'Rapidinha' na cozinha da errado e casal é flagrado só no love
Geral
Vídeo: Ator da Globo é flagrado agredindo namorada
Geral
Prefeitura oferece design de sobrancelhas e esmaltação a usuárias do SUS
Geral
Morre o advogado Gelson Marquês Batista
Geral
Casa de Passagem está aberta para doações e acolhimentos no frio
Geral
Na FIEMS, ministro é cobrado por mais "segurança jurídica"

Mais Lidas

Geral
Vídeo: 'Rapidinha' na cozinha da errado e casal é flagrado só no love
Geral
Com Covid, Arlindo Namour morre no Proncor
Internacional
Vídeo: jovem tenta gravar dança em guindaste, mas despenca e morre
Polícia
Investigação concluí que enfermeiro do HR estuprou paciente em fevereiro