Menu
Busca segunda, 21 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Geral

Com obras emergenciais, prefeitura espera liberar trânsito na Marquês de Herval em até 15 dias

24 junho 2012 - 08h18David Majella

A Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, desde a manhã de sexta-feira (22) realiza serviços emergenciais na avenida Marquês de Herval onde as últimas chuvas provocaram o avanço da erosão sobre a pista interditando o trânsito. Pelo menos cinco metros da pista foram destruídos e  30 metros da tubulação arrastados. Vários postes da rede de energia foram derrubados deixando alguns moradores sem energia elétrica. Como medida emergencial, a equipe da Seintrha está reconstruindo o aterro destruído na avenida.

Segundo o secretário municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, João Antônio de Marco, que vistoriou os serviços, a prioridade é tentar restabelecer o mais rápido as condições de trânsito neste trecho da avenida que além de servir de itinerário do transporte coletivo é uma importante via de acesso para vários bairros da região norte da cidade.

De acordo com o superintendente da Seintra, Francisco Martinez, os trabalhos para conter a erosão no local levarão pelo menos 15 dias. Porém, se continuar chovendo esse prazo será ampliado. “Como o solo não tem coesão e é arenoso, esse tipo de situação pode acontecer”, explicou relatando que o local que desmoronou já estava contido, mas a obra definitiva ainda não havia sido iniciada.

As obras de controle da erosão no Nova Lima foram iniciadas há três meses e estão 30% concluídas. O investimento previsto é de R$ 5,9 milhões (recursos obtidos junto ao Ministério da Integração Nacional) com previsão de término para dezembro. “Já utilizamos vinte e três por cento da verba federal para o serviço de contenção da erosão na região do Nova Lima. Mas agora, com os prejuízos provocados pela chuva, empregaremos recursos próprios para as obras emergenciais”, informou.

Ontem à noite, a Defesa Civil orientou duas famílias a deixarem suas casas, já que os imóveis correm o risco de ser engolidas pelo buraco. A erosão já destruiu cinco metros da pista da avenida, 30 metros de tubulações e ainda danificou postes de iluminação, deixando a região sem energia.

Funcionários da Enersul  estão no local para a retirada dos postes e dos cabos de alta tensão. Serão colocados oito novos postes do outro lado da via para transferência da rede elétrica.

Via CG Notícias

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Vídeo: Jovem é impedido de entrar no Wallmart por vestir short curto
Geral
Carlito Nahas, o “Papai”, morre de coronavírus
Geral
Eletricitários paralisam e exigem transparência de terceirizada da Energisa
Geral
MS aumenta rigor e autuações contra queimadas já superam ano de 2019
Geral
Pré-candidato na capital, Renato Branco morre em decorrência da Covid-19
Geral
Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 43 milhões na quarta-feira
Geral
Fernando e Sorocaba fazem live neste domingo; confira outros artistas
Geral
Na pandemia, Thomaz Lanches descobre evasão de 20%
Geral
Luísa Sonza está sendo processada por suposto ato racista
Geral
Live com presidente do TRE abre cobertura das eleições no JD1

Mais Lidas

Geral
Vídeo: Jovem é impedido de entrar no Wallmart por vestir short curto
Polícia
Guarda fiscalizou 55 comércios, mas nenhum foi interditado neste fim de semana
Polícia
Vídeo: Com 100 pessoas, festa clandestina é interrompida pela GCM
Esportes
Covid-19: com seis infectados, Flamengo encara Barcelona-EQU nesta terça