Menu
Busca sábado, 31 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
Sebrae - Bonito
Geral

Começa a reconstituição do caso de duas mulheres degoladas na Capital

28 janeiro 2011 - 11h36
Começou às 9h desta sexta-feira (28) a reconstituição do caso de duas mulheres que foram degoladas no dia 1° de dezembro de 2010, no Bairro Tijuca I, em Campo Grande. A reconstituição do caso acontece na casa da cabeleireira Cláudia de Araújo, de 34 anos, que foi encontrada morta degolada e amarrada, junto com Regina Bueno França, de 40 anos. Os quatro envolvidos no crime estão no local e cada um vai contar a sua versão da história, um de cada vez. O primeiro que já está fazendo a reconstituição é Éder Rampagne Castedo, de 30 anos, o segundo a contar a sua versão será Cristian Rampagne Castedo, 34 anos. Os dois são considerados participantes do crime. Duas policiais civis estão simulando as duas vítimas que foram mortas, além disso, um veículo modelo uno está do lado de fora da casa, simulando o carro da Regina e o veículo Logan da Polícia Civil está simulando o carro de Cláudia, do modelo Fiesta. Fonte: Midia Max
CertFica

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Ibope mostra Marquinhos com 46% dos votos
Geral
Sesi, Sebrae e Senac fazem mutirão para reforçar biossegurança no feriado
Geral
Idoso morre após ser atropelado ao tentar atravessar rodovia em MS
Geral
Gusttavo Lima pagará pensão de R$ 56 mil para Andressa e filhos, diz site
Geral
AO VIVO – Motoboys fazem buzinaço em frente ao condomínio onde Edimar sofreu racismo
Geral
Idosa pede socorro após jiboia parar no portão de sua casa na capital
Geral
Carro capota após pneu traseiro furar e passageiro morre na BR-158
Geral
UEMS realizará live sobre a Rota Bioceânica e segurança pública
Geral
Falha de manutenção ocasionou a queda do helicóptero que transportava Boechat, diz FAB
Geral
Deputado propõe mais uma data dedicada aos cristãos

Mais Lidas

Política
Veja como ficam apenas os votos válidos na pesquisa Ibope
Geral
Ibope mostra Marquinhos com 46% dos votos
Cidade
Gatti assume secretaria de governo
Cidade
Jovem deixa carta de suicídio e se despede no Facebook