Menu
Busca terça, 05 de julho de 2022
(67) 99647-9098
Prefeitura - Reviva Junho-julho22
Geral

Coração de Dom Pedro I poderá ser enviado ao Brasil

Governo quer que o órgão esteja presente nas comemorações dos 200 anos de independência

27 maio 2022 - 17h35Pedro Molina

O coração de Dom Pedro I poderá ser enviado ao Brasil para fazer parte das comemorações dos 200 anos de independência brasileira, mas somente caso as condições impostas pela Irmandade da Igreja da Lapa que cuida do órgão do primeiro imperador brasileiro, sejam seguidas.

Em abril, o Itamaraty iniciou diálogo com as autoridades portuguesas para tratar o envio do órgão ao Brasil. Segundo informações do jornal português Diário de Notícias, a provedora da Irmandade, Maria Manuela Maia Rebelo, está analisando se o envio do coração poderá ocorrer.

Em 1972 a ossada de Dom Pedro I esteve no Brasil para a comemoração dos 150 anos da independência, e na época, os ossos foram levados as margens do Rio Ipiranga, em São Paulo, onde o imperador declarou a independência do país.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Clientes reclamam e afirmam ter comprado cães doentes em pet shop polêmico
Geral
MS é nota A em Qualidade da Informação Contábil e Fiscal
Geral
Professores da Funesp recebem treinamento para atendimento de primeiros socorros
Geral
Leilão da Sefaz tem mais de 900 lotes com produtos como celulares e computadores
Geral
Dias após Bolsonaro entregar moradias na Capital, moradores anunciam para venda
Geral
MS passa a ter Campanha de Doação de Livros para Bibliotecas Públicas
Geral
Batida na Cacildo Arantes com Raul Pires Barbosa
Geral
Feirão de Liquidação da AACC/MS acontece na próxima quarta-feira
Geral
MS é "celeiro de oportunidades", diz Paulo Corrêa
Geral
Semana inicia com mais de 2,7 mil vagas e emprego no MS

Mais Lidas

Polícia
Mulher é socorrida seminua, suja e ensaguentada após assalto no Centenário
Polícia
Jovem morre engasgado com uva no Jardim Carioca
Interior
Comerciante de Coxim morre após sofrer grave acidente na BR-163
Geral
Leilão da Sefaz tem mais de 900 lotes com produtos como celulares e computadores