Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS outubro21
Geral

Cristãos devem responder ao mal com o bem, diz Papa na Via Sacra

29 março 2013 - 20h07Reuters

O Papa Francisco celebrou nesta Sexta-Feira Santa, no Coliseu de Roma, a primeira Via Sacra de seu pontificado, e disse que a Cruz de Jesus é a "palavra" com a qual Deus respondeu ao mal do mundo, e que os cristãos têm que responder ao mal com o bem.

Diante de várias dezenas de milhares de pessoas que foram ao Coliseu, o pontífice disse que não queria acrescentar muitas palavras, "já que nesta noite deve permanecer uma só palavra, que é a própria Cruz".

"A Cruz de Jesus é a palavra com a qual Deus respondeu ao mal do mundo. Às vezes nos parece que Deus não responde ao mal, que permanece em silêncio. Na realidade falou, respondeu e sua resposta é a Cruz de Cristo", disse o Papa.

O pontífice ressaltou que a Cruz é amor, misericórdia, perdão e também julgamento.

"Deus nos julga nos amando, se acolho seu amor estou salvo, se o rejeito, me condeno, não por ele, mas por mim mesmo, porque Deus não condena, Ele só ama e salva. Não esqueçam isto", disse.

O Papa disse também que a Cruz é a resposta dos cristãos ao mal que segue atuando entre nós e que os seguidores de Jesus devem responder ao mal com o bem, "tomando para si a Cruz, como Jesus".

O Bispo de Roma ainda pediu aos fiéis continuar a Via-Sacra na vida de cada dia, a caminhar juntos "levando no coração esta palavra de amor e de perdão que é a Cruz".

A Via-Sacra passou pelo interior do Coliseu - o famoso anfiteatro Flavio, que lembra os sofrimentos dos primeiros cristãos -, continuou pela frente do Arco de Trajano e terminou na colina do Palatino.

A cruz foi carregada pelo cardeal vigário de Roma, Agostino Vallini, por uma família italiana e outra indiana, por um doente e vários voluntários e por dois seminaristas chineses.

Também foi carregada por dois frades franciscanos da Custódia da Terra Santa, um religioso nigeriano e outro libanês, além de dois jovens brasileiros.

As meditações das 14 estações da Via Sacra foram escritas por vários jovens do Líbano sob a direção do cardeal Becharas Boutros Rai, patriarca da Igreja Maronita, e foram solicitadas por Bento XVI após sua viagem àquele país no ano passado.

Nestas meditações, os jovens denunciam as injustiças dos poderosos, exigem liberdade religiosa e pedem aos cristãos que continuem na Terra Santa, apesar, inclusive, das perseguições que sofrem.

Na estação "Jesus é condenado à morte", os rapazes afirmaram que no mundo atual muitos são os "Pilatos" que têm nas mãos as molas do poder e as usam "a serviço dos mais fortes" e que são muitos os que, "débeis e vis perante essas correntes de poder, põem sua autoridade a serviço da injustiça e pisoteiam a dignidade do homem".

Também denunciaram que o homem pretende expulsar Deus da vida do mundo e puseram como exemplo o laicismo cego que sufoca os valores da fé e da moral em nome de uma suposta defesa do homem e o fundamentalismo violento "que toma como pretexto a defesa dos valores religiosos".

Os rapazes pediram pelos povos "humilhados e pelos que sofrem", especialmente os do Oriente Médio, e exigiram liberdade religiosa em uma região onde os cristãos são uma exígua minoria, frente ao Islã majoritário.

Eles clamaram por um Oriente Médio mais fraterno, pacífico e justo, que recupere o esplendor de sua vocação de ser "berço da civilização e dos valores espirituais e humanos".

Todos os anos, o Papa encarrega as meditações da Via-Sacra a personalidades católicas ou de outras religiões, entre eles o patriarca ecumênico de Constantinopla, o ortodoxo Bartolomeu I.

A Via Sacra do Coliseu romano foi instituída em 1741 pelo papa Bento XIV e, após décadas de esquecimento, voltou a ser celebrada em 1925.

Em 1964, o papa Paulo VI celebrou o ritual no Coliseu e, desde então, todos os anos o sucessor de São Pedro participa do ritual.

Via G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Prefeito Marquinhos Trad anuncia medidas para conter danos causados por tempestade
Geral
Corpo de Bombeiros localiza a última vítima do naufrágio no Rio Paraguai
Geral
Energisa aponta 5 mil quedas de energia em MS
Geral
Neste sábado central 156 prorroga atendimentos
Geral
Prefeitura aciona equipes para reparar danos causados pela tempestade
Geral
Dourados decreta estado de emergência
Geral
Com temporal Santa Casa fica sem energia
Geral
Árvores caem e causam queda de energia na capital; Energisa emite nota
Geral
AO VIVO: Árvore cai e bloqueia trânsito na Afonso Pena
Geral
Com câncer no útero, idosa precisa de ajuda para realizar cirurgia de urgência

Mais Lidas

Cidade
Naufrágio: Sobe para seis o número de corpos encontrados no rio Paraguai
Cidade
JD1 TV: O dia mais atribulado da história
Polícia
Vídeo: Assaltantes "levam bala" de vítima ao tentarem roubar carro
Cidade
"40% da cidade já foi recuperada", diz Marquinhos