Menu
Busca sexta, 10 de julho de 2020
(67) 99647-9098
Governo coronavirus 01
Geral

Dólar sobe com escalada de tensões entre China e Estados Unidos

Mercado mantém cautela antes de Presidente Donald Trump tratar de tema em coletiva de imprensa

29 maio 2020 - 12h11Priscilla Porangaba, com informações da Exame

O dólar sobe frente ao real, nesta sexta-feira, 29, com a apreensão dos investidores antes da coletiva de imprensa em que o presidente Donald Trump irá tratar de assuntos relacionados à China.

Às 10h50, o dólar comercial subia 0,7% e era negociado por 5,425 reais, enquanto o dólar turismo, com menor liquidez, avançava 2,3%, cotado a 5,72 reais.

A expectativa é a de que o presidente americano anuncie medidas duras como forma de retaliação à tentativa da China de aumentar o controle sobre Hong Kong.

Nesta semana, o parlamento chinês aprovou a lei de segurança nacional, motivo de protestos no território autônomo. “Se ele anunciar sanções vai azedar o mercado”, disse Jefferson Ruik, diretor de câmbio da Correparti.

Ruik também avalia que o a “briga da Ptax” de fim de mês pode pressionar o dólar para cima. “A gente acredita que os comprados vão estar mais fortes nessa sessão.” A taxa serve como referência para contratos em dólar. Para definir a taxa, o Banco Central realiza quatro consultas ao mercado, sendo a última se encerra às 13h10. Ou seja, até lá, esse fator pode exercer pressão sobre o câmbio.

Apesar do tom negativo para a moeda local, o dólar chegou a abrir em queda frente ao real, logo após Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) divulgar que o produto interno bruto (PIB) do primeiro trimestre teve contração de 0,3% em relação ao mesmo período do ano passado.

A mediana das projeções do mercado apontava para uma queda de 0,4%.“O mercado gostou. Esse 0,1% faz toda diferença”, afirmou Jefferson Laatus, estrategista-chefe do Grupo Laatus.

Laatus também destacou que o último pronunciamento do presidente do Banco Central, Roberto Campos Netto também ajudou a fortalecer o real na abertura.

Na véspera, o presidente do BC disse que estava preparado para atuações mais incisivas no câmbio, antes de o real sair das mínimas do ano. “Ele mandou um recado claro. Quem apostar contra o real vai quebrar a cara”, disse Laatus.

PMCG Refis

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Bolivianos bloqueiam fronteira e reivindicam ativação de hospital
Geral
Vídeo: Não era OVNI! Meteoro clareou céu da capital e interior
Geral
Em meio à pressão internacional, desmatamento na Amazônia dispara
Geral
Caixa libera mais um saque do auxílio de R$ 600; veja quem tem direito
Geral
Funtrab tem vaga para açougueiro, caseiro, marceneiro e outras
Geral
Vídeo: Meteoro, OVNI, o que rasgou o céu na região do Santa Maria?
Geral
AO VIVO - V12 e DJ Marcelo Natureza tocam as mais pedidas pelo público
Geral
Banda de pop/rock, V12 fará live nesta quinta-feira
Geral
Justiça manda reter cachê de Maraisa por suposta dívida milionária
Geral
Vídeo: R$ 5 para impressão de boletos revolta clientes da OI

Mais Lidas

Polícia
Homem é preso transportando 5,5 mil maços de cigarros contrabandeados
Brasil
Vídeo - Vereador celebra pandemia em “arraiá”: “Viva o coronavírus”
Saúde
China alerta para nova pneumonia mais mortal que a Covid-19
Geral
Bolivianos bloqueiam fronteira e reivindicam ativação de hospital