Menu
Busca sexta, 23 de agosto de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Dourados ganha a primeira Vila Olímpica Indígena do Brasil

23 abril 2011 - 10h08Divulgação
Em poucos dias Dourados ganhará a primeira Vila Olímpica Indígena do Brasil. O Ministro dos Esportes, Orlando Silva, pré agendou visita para a inauguração da obra. A data prevista é nove de maio, que será marcada por uma grande festividade. Há uma grande expectativa de uma nova fase na vida da população indígena das aldeias Jaguapiru e Bororó, que passa a acreditar, cada vez mais, em novas conquistas.

“Vamos preparar um mega evento de inauguração, com uma grande programação para recebermos nossos amigos e todas as pessoas que contribuíram para a realização deste projeto e com certeza o recebimento da Vila Olímpica em nossa reserva será uma alegria a toda comunidade, comemora o coordenador do Núcleo de Assuntos Indígenas, Fernando de Souza e Silva.

Com o incentivo da prática de esporte e lazer, os moradores da comunidade indígena tm boas perspectivas de futuro, como uma redução considerável dos níveis de violência. “Com certeza vai nos ajudar a diminuir a ociosidade principalmente dos jovens que atualmente não têm outra alternativa e acabam deixando se levar para o mundo das drogas. O investimento da obra da Vila Olímpica vai trazer a oportunidade de que o esporte e a cultura seja difundida neste local” afirma o indígena Wilson Matos da Silva, que é advogado e coordenador Regional do Observatório de Direitos Indígenas de Mato Grosso do Sul.

Além da oportunidade da prática de esportes e também uma praça de integração, a Vila Olímpica servirá de palco para grandes competições. O complexo conta com uma quadra de esportes de estrutura metálica, campo de futebol, pista de atletismo, quadra de vôlei de areia, parque infantil, vestiários, banheiros adaptados e ainda um prédio para administração.

“Nós nos sentimos honrados pelo privilégio de termos sido contemplados com um projeto desse tamanho que sem duvida nenhuma vai fazer a diferença para as crianças, jovens e para toda comunidade indígena de Dourados” aponta Silva.

“Esse investimento para a prática de esporte e das atividades sociais visa a nossa autonomia e independência e isso representa para nós dignidade, qualidade de vida e reconhecimento dos povos indígenas. Sabemos que esse é um projeto fruto do trabalho do deputado Geraldo Resende que tem se sensibilizado para as questões indígenas”, diz.

Para tornar possível a implantação da primeira Vila Olímpica Indígena, o deputado Geraldo Resende apresentou, no Orçamento Geral da União/2006, uma emenda individual de R$ 400 mil no Ministério dos Esportes e convenceu seu colega Fernando Gabeira (PV-RJ) a destinar uma outra emenda de R$ 300 mil para a mesma obra. Além disso, a Prefeitura investiu, como contrapartida, mais R$ 180 mil, totalizando R$ 800 mil. Em 2008, Geraldo apresentou outra emenda de R$ 750 mil, sendo que o Estado est investindo mais R$ 83.333,33.

Prefeitura - Niver CG

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Fácil do Aero Rancho passa por reforma e Águas Guariroba reduz atendimento
Geral
Onça é flagrada em rodovia e assusta motociclista
Geral
MS comandará Fórum Nacional de Esportes
Geral
Último dia para recadastramento bancário de servidores nascidos em março/abril
Geral
Vídeo - Temporal e grazino destroem casas e derruba energia no estado
Geral
Aeroporto atua normalmente nesta manhã sem cancelamentos e atrasos
Geral
Sidrolândia proíbe fogos de artifícios de efeitos sonoros
Geral
Ernesto Araújo quer implantar escritório do Itamaraty em Campo Grande
Geral
Criador de 70 anos morre atacado por leão
Geral
Caio Castro estará em Campo Grande para o Rally dos Sertões

Mais Lidas

Geral
Confira a lista de sorteados cadastrados na EMHA
Geral
Vereador e filho são encontrados mortos a tiros dentro de casa
Oportunidade
Processo Seletivo do Senar/MS tem salários que chegam a R$ 6,5 mil
Polícia
Jovem é morto a tiros na frente da família