Menu
Busca quarta, 27 de janeiro de 2021
(67) 99647-9098
Governo Futebol
Geral

Dourados ganha a primeira Vila Olímpica Indígena do Brasil

23 abril 2011 - 10h08Divulgação
Em poucos dias Dourados ganhará a primeira Vila Olímpica Indígena do Brasil. O Ministro dos Esportes, Orlando Silva, pré agendou visita para a inauguração da obra. A data prevista é nove de maio, que será marcada por uma grande festividade. Há uma grande expectativa de uma nova fase na vida da população indígena das aldeias Jaguapiru e Bororó, que passa a acreditar, cada vez mais, em novas conquistas.

“Vamos preparar um mega evento de inauguração, com uma grande programação para recebermos nossos amigos e todas as pessoas que contribuíram para a realização deste projeto e com certeza o recebimento da Vila Olímpica em nossa reserva será uma alegria a toda comunidade, comemora o coordenador do Núcleo de Assuntos Indígenas, Fernando de Souza e Silva.

Com o incentivo da prática de esporte e lazer, os moradores da comunidade indígena tm boas perspectivas de futuro, como uma redução considerável dos níveis de violência. “Com certeza vai nos ajudar a diminuir a ociosidade principalmente dos jovens que atualmente não têm outra alternativa e acabam deixando se levar para o mundo das drogas. O investimento da obra da Vila Olímpica vai trazer a oportunidade de que o esporte e a cultura seja difundida neste local” afirma o indígena Wilson Matos da Silva, que é advogado e coordenador Regional do Observatório de Direitos Indígenas de Mato Grosso do Sul.

Além da oportunidade da prática de esportes e também uma praça de integração, a Vila Olímpica servirá de palco para grandes competições. O complexo conta com uma quadra de esportes de estrutura metálica, campo de futebol, pista de atletismo, quadra de vôlei de areia, parque infantil, vestiários, banheiros adaptados e ainda um prédio para administração.

“Nós nos sentimos honrados pelo privilégio de termos sido contemplados com um projeto desse tamanho que sem duvida nenhuma vai fazer a diferença para as crianças, jovens e para toda comunidade indígena de Dourados” aponta Silva.

“Esse investimento para a prática de esporte e das atividades sociais visa a nossa autonomia e independência e isso representa para nós dignidade, qualidade de vida e reconhecimento dos povos indígenas. Sabemos que esse é um projeto fruto do trabalho do deputado Geraldo Resende que tem se sensibilizado para as questões indígenas”, diz.

Para tornar possível a implantação da primeira Vila Olímpica Indígena, o deputado Geraldo Resende apresentou, no Orçamento Geral da União/2006, uma emenda individual de R$ 400 mil no Ministério dos Esportes e convenceu seu colega Fernando Gabeira (PV-RJ) a destinar uma outra emenda de R$ 300 mil para a mesma obra. Além disso, a Prefeitura investiu, como contrapartida, mais R$ 180 mil, totalizando R$ 800 mil. Em 2008, Geraldo apresentou outra emenda de R$ 750 mil, sendo que o Estado est investindo mais R$ 83.333,33.

senar janeiro21

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Governo vai investir R$ 4,86 milhões para construir ponte de 91 metros
Geral
Record rescinde contrato com Marcos Mion
Geral
Ciclista é atropelado por caminhão e fica em estado grave
Geral
Descontos do Refis da Pandemia são prorrogados até o dia 26 de fevereiro
Geral
Deficiente auditivo, com esquizofrenia, some e preocupa a família na Nova Campo Grande
Geral
200 veículos estarão disponíveis em leilão do Detran
Geral
Vídeo: caminhão tomba, pega fogo e bombeiro é atropelado
Geral
AO VIVO: Paulo Corrêa assume o governo
Geral
CPI que investiga irregularidades da Energisa deve retornar em fevereiro
Geral
UFMS tem 850 vagas de pós-graduação para 2021

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio