Menu
Busca sábado, 20 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Em 14 estados, taxa do desemprego cresce no primeiro trimestre

A pesquisa foi divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

16 maio 2019 - 09h30Rayani Santa Cruz, com informações da Agência Brasil

A taxa de desemprego cresceu em 14 das 27 unidades da federação no primeiro trimestre deste ano, na comparação com o último trimestre do ano passado, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – Contínua (PNAD-C), divulgada nesta quinta-feira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Mato Grosso do Sul ficou em terceiro lugar no ranking de aumento de desemprego, se comparado ao final do ano passado. Nas outras 13 unidades, a taxa manteve-se estável.

Segundo o IBGE, as maiores taxas de desemprego foram observadas no Amapá (20,2%), Bahia (18,3%) e Acre (18,0%), e a menores, em Santa Catarina (7,2%), Rio Grande do Sul (8,0%) e Paraná e Rondônia (ambos com 8,9%). Em São Paulo e no Rio de Janeiro, as taxas ficaram em 13,5% e 15,3%, respectivamente.

Conforme a Agência Brasil, na comparação com o primeiro trimestre de 2018, no entanto, apenas quatro estados tiveram aumento da taxa de desemprego.

Na passagem do último trimestre de 2018 para o primeiro trimestre deste ano, as maiores altas da taxa de desemprego foram observadas no Acre (de 13,1% para 18%), Goiás (de 8,2% para 10,7%) e Mato Grosso do Sul (de 7% para 9,5%).

Na comparação com o primeiro trimestre de 2018, os estados que registraram alta na taxa foram Roraima (de 10,3% para 15%), Acre (de 14,4% para 18%), Amazonas (de 13,9% para 14,9%) e Santa Catarina (de 6,5% para 7,2%).

Já os estados que tiveram queda na taxa, nesse tipo de comparação, foram Pernambuco (de 17,7% para 16,1%), Minas Gerais (de 12,6% para 11,2%) e Ceará (de 12,8% para 11,4%).
 

Subutilização

A taxa de subutilização (os que estão desempregados, que trabalham menos do que poderiam e que estavam disponíveis para trabalhar,  mas não conseguiram procurar emprego) do primeiro trimestre foi a maior dos últimos da série histórica (iniciada em 2012) em 13 das 27 unidades da Federação.

As maiores taxas foram observadas no Piauí (41,6%), Maranhão (41,1%), Acre (35%), na Paraíba (34,3%), no Ceará (31,9%) e Amazonas (29,2%). A taxa média de subutilização no país foi de 25%, também a maior da série histórica.

Os maiores contingentes de desalentados (aqueles que desistiram de procurar emprego) no primeiro trimestre deste ano foram registrados na Bahia (768 mil pessoas) e no Maranhão (561 mil). Os menores foram observados em Roraima (8 mil) e no Amapá (15 mil).

Os maiores percentuais de trabalhadores com carteira assinada estavam em Santa Catarina (88,1%), no Rio Grande do Sul (83,2%) e Rio de Janeiro (81,8%) e os menores, no Maranhão (50,3%), Piauí (52,5%) e Pará (53,0%).

As maiores proporções de trabalhadores sem carteira foram observadas no Maranhão (49,5%), Piauí (47,8%) e Pará (46,4%), e as menores, em Santa Catarina (13,2%), no Rio Grande do Sul (18,0%) e Rio de Janeiro (18,4%).

Em relação ao tempo de procura de emprego no Brasil, 45,4% dos desocupados estavam de um mês a menos de um ano em busca de trabalho; 24,8%, há dois anos ou mais, 15,7%, há menos de um mês e 14,1% de um ano a menos de dois anos.

1/4 colchões

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Fogaça do MasterChef sofre grave acidente
Geral
Para Emir Sader, Lula aparenta estar "muito bem fisicamente”
Geral
Centro Cultural oferece 48 vagas gratuitas para curso de Ballet
Geral
Vídeo - Idosa de 93 anos faz sucesso empinando pipa
Geral
Nelsinho será palestrante durante a 71ª SBPC
Geral
Bradesco tem agência exclusiva para recadastramento de servidores
Geral
Francês atravessa o Atlântico em um tonel e história vai virar livro
Geral
Reinaldo proíbe fornecimento de canudos de plástico no estado
Geral
Quatro capivaras amanhecem mortas próximo ao shopping
Geral
Menino acha fóssil gigante de 8 milhões de anos

Mais Lidas

Polícia
Jovem é abordado por dupla e baleado na cabeça
Política
Delegado da PF assume presidência da Funai, com apoio de ruralistas
Polícia
Mulher tenta transportar droga em carro de aplicativo
Polícia
Brasileiro que matou ex-mulher pega prisão perpétua no Reino Unido