Menu
Busca segunda, 10 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
Governo 03
Geral

Em alerta com 38 casos de dengue tipo 4, comitê se reúne para definir mobilização

22 novembro 2012 - 11h22David Majela

Hoje (22), às 14 horas, o Comitê Externo de Combate à Dengue se reúne na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Coronel Antonino , para definir o reforço de estratégia de prevenção diante do risco de Mato Grosso do Sul enfrentar uma epidemia de dengue tipo 4. Esta variante do vírus foi detectada primeira vez neste ano em Campo Grande e cidades do interior como Corumbá e Mundo Novo, dois anos depois de entrar no país pelo estado de Roraima, vinda da Venezuela.

Do total de amostras de isolamento viral com resultado positivo no estado, 41,6% foram do tipo 2; 34,8% do tipo 4 e 23,4% do tipo 1. Até agora, a vigilância epidemiológica identificou 38 casos, comprovados por exames laboratoriais, de pacientes que contraíram a dengue tipo 4. Todos foram atendidos na rede pública, não precisaram ser internados e já estão curados. Nas primeiras 45 semanas de 2012, foram registrados 5.151 casos de dengue, número menor que os 5.214 de igual período de 2011. Foram confirmadas duas mortes por causa da doença.

Nesta reunião, segundo o coordenador de Controle de Vetores da Secretaria Municipal de Saúde, Alcides Ferreira, vão comparecer representantes não só dos órgãos públicos de saúde (estadual e municipal) mas também a Defesa Civil, entidades de classe, clubes de serviços, o Exército, além de empresas parceiras nas ações preventivas. “Junto com as ações permanentes de combate aos focos do mosquito transmissor, com borrifação, visita domiciliar de orientação dos agentes de saúde, queremos mobilizar mil voluntários da Defesa Civil”, informa.

Na primeira semana de dezembro está prevista um mutirão com ajuda do Exército (que deve ceder 80 homens) para remoção de pneus de borracharias, ou mesmo jogados em terrenos baldios. Estes pneus acabam servindo para o acúmulo de água, o que facilita o aparecimento de focos do mosquito transmissor.

O trabalho rotineiro para prevenir e eliminar os focos, conta cm 1.400 agentes comunitários e 350 agentes de controles de endemias. O trabalho está concentrado nos bairros onde foram identificados 87 focos. A Secretaria de Saúde reforçou, com mais 20 leitos no Hospital São Julião, a estrutura de internação dos pacientes de dengue em estado grave. O São Julião e o Hospital Dia no Nova Bahia serão a referência neste atendimento. No total são 148 leitos disponibilizados.

Via CG Notícias

Senar - agosto2020

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Viagem com cães e gatos para a Argentina é autorizada nesta segunda
Geral
Sanesul mantém suspenso corte de água para famílias de baixa renda
Geral
Há 4 km do destino, homem perde controle da moto em curva, cai e morre
Geral
Focos de incêndios no Pantanal ultrapassam os 3,5 mil apenas em Corumbá
Geral
Nenhum ganhador: Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 11 milhões
Geral
Coronel David deixa hospital e cumprirá isolamento em casa
Geral
Com link de live, defensoria diz que já atuou com a prefeitura na pandemia
Geral
Polícia Civil recebe veículo para ser usado em atendimento assistencial de policiais
Geral
Motoboys protestam em frente a condomínio de homem que humilhou entregador
Geral
Após atitude racista, usuário é banido do Ifood

Mais Lidas

Política
Vereadores da capital votam cinco Projetos nessa terça
Política
Coronel David solicita testes em massa à agentes da Segurança Pública
Política
Dourados tem nova troca de secretário de Saúde
Política
Vice-prefeita de Inocência morre vítima do coronavírus