Menu
Busca quinta, 05 de agosto de 2021
(67) 99647-9098
Governo - covid atitudes
Geral

Ex-diretora do Regional, Rosana Melo é nomeada em secretaria do Ministério da Saúde

Rosana Leite de Melo e foi nomeada secretária extraordinária de Enfrentamento à Covid-19

18 junho 2021 - 13h30Sarah Chaves com informações do Governo Federal

A médica Rosana Leite de Melo, deixou a diretoria do Hospital regional de Mato Grosso do Sul e foi nomeada como secretária extraordinária de Enfrentamento à Covid-19, do Ministério da Saúde na quinta-feira (17), pelo ministro-chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos

.A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU). A cirurgiã, formada pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), acredita que o combate ao coronavírus consiste em construir e fortalecer as políticas públicas já existentes no Ministério da Saúde. "Meu principal compromisso é com os pacientes de Covid-19. Me identifico com a missão de trabalhar para o controle da pandemia”. É com essa premissa que a médica Rosana Leite de Melo assume a Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19 do Ministério da Saúde.

“As estratégias precisam ser implantadas até a ponta. Precisamos ter capilaridade para obter sucesso em nossos projetos. Conseguiremos isso com a união das três instâncias gestoras: Federação, estados e municípios. A palavra chave é união”, disse Rosana.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que a médica fortalecerá a estrutura técnica da pasta. “A Dra. Rosana é professora da UFMS, tem experiência em gestão pública, presidiu o CRM do Mato Grosso do Sul e reestruturou a Residência Médica no Brasil. Ou seja, tem um perfil técnico e sabe dialogar com os profissionais de saúde”, disse.

A Secretaria de Enfrentamento à pandemia é a área responsável por estratégias de combate à doença no país. “Já foram realizadas muitas ações, mas com o passar de um ano e meio nós temos outros agravos. O fato de concentrarmos e termos um ordenamento nesta secretaria vai somar”, afirmou a nova secretária.

Rosana aposta na vacinação como a chave para vencer a crise pandêmica. “Vamos vencer o vírus focando na prevenção -seja ela primária, secundária ou terciária- e nas vacinas”, disse Rosana. A previsão do Ministério da Saúde é ter toda a população vacinável, cerca de 160 milhões de brasileiros, imunizada até o fim do ano.

Rosana Leite

Formada em Medicina na UFMS, em 1997, Rosana fez residência médica em Cirurgia Geral pelo Hospital Servidor Público Municipal (SP) e em Cirurgia Oncológica no Hospital AC. Camargo. Ela possui título de especialista em Cirurgia de Cabeça e Pescoço pela Sociedade Brasileira de Cabeça e Pescoço. A médica ainda foi professora da faculdade de Medicina da UFMS e cirurgiã de Cabeça e Pescoço do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul.

De 2017 a 2018, Rosana foi secretária-executiva da Comissão Nacional de Residência Médica no Ministério da Educação. Também foi diretora do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, em Campo Grande, onde atuou até este mês. A unidade é referência em combate à Covid-19 no estado.

Sennar - queimada

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Vídeo: Professoras não notam criança se afogando em piscina de creche
Geral
Bitto fará palestra na Bahia
Geral
A urna eletrônica é segura? Entenda "tintim por tintim" como funciona
Geral
Governo de MS esclarece contrato com empresa investigada pela PF
Geral
Morre dona Telma, sogra de Carlinhos Maia, após cirurgia
Geral
Vídeo - 'Ódio destilado na internet': Cantora faz alerta após suicídio do filho
Geral
Programa 'Incentiva+MS Turismo' finaliza inscrições no domingo
Geral
Homem é morto a tiros pelo filho de 14 anos em condomínio de luxo
Geral
Bolsa Família pode chegar a R$ 400
Internacional
Vídeo: ‘Vem de chicote, algema, corda de alpinista’, policiais são pegos transando em viatura

Mais Lidas

Internacional
Vídeo: ‘Vem de chicote, algema, corda de alpinista’, policiais são pegos transando em viatura
Internacional
‘A bonequinha não sabe brincar’, homem quebra pênis durante noite selvagem
Geral
Morre o advogado Marco Antônio na capital
Brasil
Vídeo: Amor de mãe? Casal homoafetivo tortura e mata menino de 7 anos