Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
Governo/Dengue
Geral

Expogrande 2012 pode ser cancelada oficialmente até esta quinta-feira

06 março 2012 - 09h08Reprodução

A Expogrande 2012 ainda passa por momentos de sufoco. Sem uma decisão favorável até o momento, Francisco Maia, o presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul), organizadora do evento, vai marcar uma entrevista coletiva na próxima quinta-feira (8) para anunciar o cancelamento da feira em Campo Grande. O principal motivo seria a Lei do Silêncio, que impede a realização de shows no Parque de Exposições.

Até depois de amanhã, a Acrissul tem duas frentes. Na Justiça, a associação vai recorrer da decisão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ/MS), que no último dia 28 de fevereiro derrubou a liminar que liberava os shows. A decisão foi do desembargador Sidnei Soncine Pimentel. Para o magistrado, a realização das apresentações vai contra Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público Estadual (MPE), que permitia shows somente no ano passado. Em contrapartida, a Acrissul protocolou na prefeitura de Campo Grande o projeto sonoro para a realização dos shows.

Conforme Maia, o projeto segue o mesmo padrão que permite realizar show no Jockey Club. Se obtiver a licença ambiental, a direção atende à exigência do Ministério Público. A 74ª edição da feira está prevista para ocorrer entre 12 e 22 de abril.

Motivo
Segundo Maia, a decisão de estabelecer a quinta-feira como data-limite atende solicitação da Associação das Raças. Depois desta data, não há tempo hábil para realizar os julgamentos e leilões de animais. A parte musical também foi afetada, porque não há como confirmar o dia dos shows com os artistas. A feira só não foi realizada em 1943, durante a Segunda Guerra Mundial.

O MPE exige itens como barramento acústico, ligações de esgoto, banheiros modernos, e tratamento de dejetos em separado (da exposição de animais). A prefeitura já concedeu licença ambiental para a parte agropecuária da feira, que movimentou R$ 155 milhões na última edição. Com a Lei do Silêncio, aprovada no ano passado, foi proibida a realização de shows no Parque de Exposições Laucídio Coelho. Em 2011, o acordo com o MPE definiu critérios para a realização dos shows, como o horário de término às 23h.

CertFica

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Justiça manda candidata provar que sabe ler
Geral
Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 45 milhões
Geral
'Lua Azul' dos smurfs poderá ser vista em três dias
Geral
Adelaido da CDL tem alta e está livre do coronavírus
Geral
Sofrimento em dobro: Jovem descobre que é "corna" e ainda apanha do namorado
Geral
Procon MS aponta diferença de 662% nos preços das flores para o Dia de Finados
Geral
Ponto facultativo é adiado e agências do INSS abrem normalmente nesta quarta
Geral
Jorge Aragão recebe alta após 12 dias internado com Covid-19
Geral
Ex-atriz pornô faz simpatia de R$ 2 mil para casar com Gusttavo Lima
Geral
Câmara cancela sessão após morte do pai de Salineiro

Mais Lidas

Política
Candidatos participam de debate na Fetems
Cidade
Assembleia homenageia Dudu do Bifão e pai do vereador Salineiro
Justiça
Cinco cidades de MS receberão apoio das Forças Armadas
Geral
Justiça manda candidata provar que sabe ler