Menu
Busca sexta, 10 de julho de 2020
(67) 99647-9098
TJMS julho20
Geral

Familiares de vítima do coronavírus lamentam enterro sem despedida na capital

Eli Simão, sétima vítima do coronavírus em Campo Grande, foi enterrado na manhã deste domingo

31 maio 2020 - 17h20Sarah Chaves
Os familiares do caminhoneiro Eli Simão da Silva, 61 anos, não tiveram a chance de se despedir do parente confirmado como a 7 ° vítima de coronavirus no Estado que morreu em Campo Grande.
 
O enterro que ocorreu na manhã deste domingo (31), no cemitério Nacional Park da Moreninha foi marcado por tristeza e indignação nos familiares.
 
De acordo com Osias da Silva sobrinho de Eli, funcionários da funerária da Pax Nacional da Júlio de Castilho tinha avisado que a família poderia se despedir rapidamente do caminhoneiro desde que ficassem à 5m de distância, porém no último adeus isso não aconteceu. "O motorista da funerária simplesmente chegou e passou cantando pneus como se tivesse fugindo, outros funcionários pediram para ele parar, ele parou e arrancou de novo", relatou Osias
 
Conforme o familiar não havia tumulto e apenas 7 pessoas estavam no local, sendo 4 sobrinhos, duas filhas e um gênero.
 
De acordo com o sobrinho, Eli ficou uma semana na UTI com pessoas cuidando com as devidas prevenção possível, para agora ser tratado com descaso. "Na hora de enterrar querem enterrar como se fosse um indigente, achei muita falta de respeito. O motorista deu uma explicação sem lógica que passou correndo para sair o vácuo do carro", indignou-se Osias.
 
Osias ainda relatou ao JD1 Notícias, que uma moradora próxima ao local afirmou que o carro também passou em alta velocidade nos bairros.
 
Sétima vítima 
 
O Caminhoneiro Eli Simão da Silva, 61 anos, morava sozinho e tem um histórico de diabetes hipertensão.
 
Eli veio de viagem de Paulínia, no Estado de São Paulo e também passou por Três Lagoas, atual epicentro do coronavírus em MS e Dourados.
 
Os primeiros sintomas teriam iniciado no dia 23 de maio, com relatos de febre, tosse, dor de garganta, dispneia e desconforto respiratório. 
 
No dia 26 de maio ele deu entrada no HRMS com quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), sendo encaminhado direto para a UTI, onde foi entubado permanecendo em ventilação mecânica. Na tarde do dia 30 de maio houve agravamento no quadro do paciente e ele não resistiu vindo a falecer por volta de 15h.
PMCG Refis

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Bolivianos bloqueiam fronteira e reivindicam ativação de hospital
Geral
Vídeo: Não era OVNI! Meteoro clareou céu da capital e interior
Geral
Em meio à pressão internacional, desmatamento na Amazônia dispara
Geral
Caixa libera mais um saque do auxílio de R$ 600; veja quem tem direito
Geral
Funtrab tem vaga para açougueiro, caseiro, marceneiro e outras
Geral
Vídeo: Meteoro, OVNI, o que rasgou o céu na região do Santa Maria?
Geral
AO VIVO - V12 e DJ Marcelo Natureza tocam as mais pedidas pelo público
Geral
Banda de pop/rock, V12 fará live nesta quinta-feira
Geral
Justiça manda reter cachê de Maraisa por suposta dívida milionária
Geral
Vídeo: R$ 5 para impressão de boletos revolta clientes da OI

Mais Lidas

Geral
Bolivianos bloqueiam fronteira e reivindicam ativação de hospital
Opinião
A Previdência Social
Polícia
Vídeo: Guarda interrompe mais uma “festinha” na capital
Polícia
Jovem acaba com tiro na cabeça ao sair para o primeiro dia de trabalh