Menu
Busca sexta, 17 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Geral

Fiscalização das cadeirinhas começa na próxima segunda

09 outubro 2010 - 08h00
A fiscalização para saber se os motoristas cumprem a regra para o transporte de crianças começa na próxima segunda-feira (11/10). Policiais da Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito) verificarão se os menores de 7 anos e meio são levados em bebês-conforto, cadeirinhas ou assentos de elevação, conforme prevê o Contran (Conselho Nacional de Trânsito). De acordo com o comandante da Ciptran, major Alírio Vilassanti, os policiais estarão concentrados em locais onde há mais crianças, como porta de escolas. Mesmo que na próxima segunda-feira seja feriado em comemoração à divisão de Mato Grosso do Sul, as equipes farão o trabalho. “Não tem porque adiar mais”, garante o comandante. A pedido da Associação Comercial de Campo Grande, a Ciptran adiou pela segunda vez o início da fiscalização. A medida foi adotada devido à falta de cadeirinhas e assentos nas lojas. Quem desrespeitar as regras da Resolução 277 do Contram comete, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, infração gravíssima e terá como penalidade multa de R$ 191,54, sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação e a retenção do veículo até que a irregularidade seja sanada. Depois da primeira prorrogação do prazo para adequação, que seria em junho, foi revisto o ponto da lei para veículos antigos, com cinto de segurança de dois pontos. Nesses casos, o transporte de crianças de 4 a 7 anos e meio, está dispensado do uso do assento de elevação do banco traseiro e podem usar apenas o cinto abdominal. Pela lei, crianças de até sete anos e meio deverão ser transportadas obrigatoriamente no banco traseiro utilizando dispositivos de segurança. Segundo a norma, as crianças de até um ano de idade deverão ser transportadas no equipamento denominado conversível ou bebê conforto. Já entre um e quatro anos, é exigida a cadeirinha e de quatro a sete anos e meio devem ser usados assentos de elevação. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, as crianças até dez anos devem ser transportadas no banco traseiro. No caso da quantidade de crianças com idade inferior a dez anos exceder a capacidade de lotação do banco traseiro é permitido o transporte da criança de maior estatura no banco dianteiro, desde que utilize o cinto de segurança. Para veículos que possuem somente banco dianteiro também é permitido o transporte de crianças de até dez anos de idade com o cinto. Fonte: CG News
Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Carreta com pluma de algodão pega fogo na MS-395
Geral
Casal quase é levado pela chuva em Itaporã
Geral
Peão de 50 anos morre esmagado por cavalo no Pantanal
Vídeos
Vídeo: Menina de 10 anos cai em cisterna de 15 metros
Vídeos
Vídeo: Corna arrasta 'Ruivinha' pelos cabelos após descobrir traição
Geral
Capital libera 100% de lotação em bares e eventos, sem plano de biossegurança
Geral
Motociclista morre após bater de frente com picape em MS
Geral
Procon/MS defende PIX e alerta consumidor não cair em golpes
Geral
Chuva da primavera pode ser insuficiente para amenizar seca no Rio Paraguai
Geral
Mãe lamenta morte de jovem que bateu em caçamba de entulhos

Mais Lidas

Geral
Vídeo: "Onda onda, olha a onda", Brasil pode ser atingido por tsunami
Geral
Esacheu perde eleição para Jary Castro na Santa Casa
Polícia
Pedreiro morre ao cair do segundo andar de obra no Alphaville 4
Polícia
Vídeo: Homem é flagrado “encoxando” mulher em coletivo na Capital