Menu
Busca quinta, 20 de junho de 2019
(67) 99647-9098
Geral

'Fiz pelo amor ao que faço', diz panicat Babi Rossi sobre cabelo raspado

24 abril 2012 - 11h12Tatiane Moreno / Divulgação band.com.br

A panicat Babi Rossi deu suas primeiras declarações a respeito de ter tido o cabelo raspado ao vivo durante o "Pânico na Band" na noite de domingo (22).

"Estou bem gente!", afirmou por meio do Twitter. "Um cabelo não é tudo na vida, fiz pelo amor ao que faço."

"Podem ter certeza de que não fiz por coisas materiais", disse, desmentindo que tivesse ganho dinheiro para participar da "brincadeira". "Determinação e força."

A uma seguidora que a criticou dizendo que muita gente tem que raspar a cabeça por doença e ela o teria feito por audiência, ela respondeu: "Não fiz por audiência! Quis fazer!".

"Você acha que não tenho pena dessas mulheres?", escreveu. "Isso é até bom para mostrar que um cabelo não é tudo!"

Via F5

Prefeitura prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Marquinhos lança campanha de vacinação para cães e gatos
Geral
Reinaldo vai aguardar texto final para aderir ao plano Mansueto
Geral
“Criminalização da homofobia pode gerar situações injustas”, diz Lídio Lopes
Geral
Shopping realiza sessão de cinema para crianças com distúrbios sensoriais
Geral
Drenagem do lago maior do Parque das Nações Indígenas começa na próxima semana
Geral
Zezé di Camargo quer ajudar a fortalecer "Cota Zero", em Mato Grosso do Sul
Geral
“Polícia estruturada ajuda na preservação”, diz Reinaldo ao entregar equipamentos à PMA
Geral
Produtos para festas juninas tem variação de até 309%
Geral
Reinaldo incentiva ampliação de voos e redução no preço de passagens
Geral
Leilão beneficente vai adotar pacientes para tratamento em equoterapia

Mais Lidas

Cidade
Confira a lista de habilitados para sorteio de unidades habitacionais na capital
Cidade
Campo-grandenses se unem e ajudam família que caiu em golpe da falsa encomenda
Polícia
Pai mata filho de 7 anos após convencê-lo de que brincariam juntos
Polícia
Vídeo: Homem é executado por pistoleiros em oficina