Menu
Busca sexta, 24 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Governo entrega licença prévia para fábrica de fertilizantes da Petrobras

16 novembro 2010 - 16h12Rachid Waqued
O governo do Estado entregou hoje (16) a Licença Prévia para o empreendimento da fábrica de fertilizantes e agroquímicos da Petrobras, em Três Lagoas. A UFN III (Unidade de Fertilizantes e Nitrogenados) será a maior do setor no Brasil. Esta licença é uma das etapas obrigatórias no processo para permitir a implantação da unidade fabril, concedida apenas após a conclusão do Estudo de Impacto Ambiental/Relatório de Impactos no Meio Ambiente (EIA/Rima), apresentado à sociedade durante Audiência Pública, que aconteceu em 16 setembro deste ano, no município onde a fábrica será instalada. “Nós não queremos fazer uma fábrica em Três Lagoas que traga apenas progressos. Nós queremos fazer uma fábrica de alta tecnologia, que tenha o mínimo impacto ambiental. Queremos trazer efetivamente uma fábrica de vida para a região”, afirmou Luis Eduardo Valente, gerente executivo de Gás, Química e Liquefação da Petrobras. Valente destacou ainda o uso dos produtos da indústria no incremento à economia nacional e a redução da dependência de compras externas. “Nós vamos produzir fertilizantes que vão dar segurança alimentar para o País, que hoje importa cerca de 80% do fertilizante nitrogenado consumido. Nossa intenção é que esse número seja invertido, para passar a importar 20% e produzir 80%”. Para o governador André Puccinelli, a indústria vai projetar o Estado no contexto brasileiro e no contexto produtor devido à localização estratégica de Três Lagoas. “Em um raio de mil quilômetros de onde a fábrica estará instalada estará o grande consumo dos produtos que em Três Lagoas serão feitos: ureia e amônia”. A partir da obtenção da Licença Prévia, o empreendedor fica autorizado a começar a execução de estudos para a próxima etapa, a solicitação da Licença de Instalação. “Teremos então finalmente o que queremos: a Licença de Operação expedida para que a fábrica entre em funcionamento, com a geração de empregos e produção de fertilizantes”, disse o governador. “Sem sombra de dúvida os cuidados que a Secretaria de Meio Ambiente e Planejamento vem tendo, que foram até elogiados pelo pessoal da Petrobras, certifica que tenhamos um Estado ecologicamente correto”, completa Puccinelli. A construção da UFN III será concluída no segundo semestre de 2014, gerando cinco mil postos de trabalho no período de pico. Para preparar a mão de obra e desenvolver fornecedores, a Petrobras utilizará o Plano Nacional de Qualificação Profissional para a Indústria do Petróleo e Gás Natural (Promimp). A previsão é de que serão qualificados seis mil profissionais. “A Petrobras já está bem organizada nesse sentido para dar a competência e especificidade que o empreendimento irá requerer do trabalhador três-lagoense. É mais um grande vulto de vagas para a população, na busca do desenvolvimento sustentável da nossa cidade”, acredita a prefeita de Três Lagoas, Márcia Moura. Além de gerar economia com a redução do preço de importação e do frete dos produtos a serem fabricados na nova unidade, a instalação da fábrica traz expectativas positivas ao município e ao Estado. “Acreditamos que o impacto na economia deva ser semelhante ao que a Fibria [fabricante de celulose] trouxe para Três Lagoas. Estima-se que o produto interno bruto municipal aumente algo em torno de 300%, contribuindo, portanto, com um incremento de aproximadamente 3% do PIB estadual”, prevê o secretário de Desenvolvimento Econômico de Três Lagoas, Marco Garcia. A fábrica representa o crescimento e desenvolvimento não só para Três Lagoas, mas para toda a região. Bom para os municípios vizinhos, como Brasilândia. “É uma oportunidade de busca por mão de obra, o que vai gerar muitos empregos também para o nosso município que tem um dos menores índices de desemprego no Estado, segundo o Caged", afirmou o prefeito de Brasilândia, Antônio Pádua. “Para nós é incomensurável o ganho de movimentação econômica com os cuidados ambientais de uma empresa como a Petrobras. Eu ouso dizer ainda que, como ainda não atingiremos a autossuficiência em fertilizantes nitrogenados com essa fábrica, se houver tecnicamente maneira de ela ser ampliada, terão no parceiro Mato Grosso do Sul a disposição em ver terrenos e outras necessidades para que assim possa proceder a Petrobras”, almeja Puccinelli. A concessão desse licenciamento comprova que a área possui viabilidade ambiental e que a localidade comporta o projeto industrial. O documento traz estudos que garantem ainda a mitigação dos impactos que porventura venham a ocorrer – fatores ambientais como a disponibilidade de água e locais apropriados para sistema de lançamento de efluentes que venham a ser gerados. Empenho e parceria A implantação da fábrica de fertilizantes é um projeto da Petrobras que está se concretizando com apoio das administrações estadual e municipal. Em fevereiro de 2010, foi firmado um convênio para a destinação de recursos no valor de R$ 5,980 milhões, sendo R$ 5 milhões do Estado e R$ 980 mil do município, para a aquisição da área. No total, foi adquirida com o montante de recursos uma área de 556 hectares na MS-395, saída de Três Lagoas para Brasilândia, entre os córregos Moeda e Rio Verde. O local será denominado Distrito Industrial Córrego Moeda. Insumo agrícola A UFN III deverá produzir aproximadamente 2,2 mil toneladas de amônia por dia e 3,6 mil toneladas de ureia, sendo a maior fábrica de fertilizantes nitrogenados do Brasil. Trata-se de um dos principais insumos para o crescimento e melhoria da produtividade agrícola nacional. Segundo informações da Petrobras, a região central do País (que abrange o Sudeste, Centro-Oeste e o Estado do Tocantins), é responsável por aproximadamente 75% do consumo de ureia no Brasil. Mas o Centro-Oeste – com exceção de Goiás – e parte de São Paulo e Minas Gerais – exceto o Triângulo Mineiro – são em grande parte atendidos por produtos importados. Por isso, a produção da fábrica de Três Lagoas visa atender principalmente os mercados das regiões Centro-Oeste e Sudeste do Brasil.
Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Nova BMW Z4 foi lançada na capital
Geral
Longen critica uso de 30% do FCO para obras estaduais
Geral
Marginal usa OLX para aplicar golpe com WhatsApp de anunciante
Geral
Ciclista tem a cabeça esmagada por carreta em acidente
Geral
Parque das Nações terá memorial da Sanesul
Geral
Coronel David percorrerá o estado em apoio a Bolsonaro, no fim de semana
Geral
Usuários reclamam de excesso de ligações e Claro tem 15 linhas bloqueadas
Geral
Caminhão pega fogo na MS-395 e chamas atingem vegetação
Geral
Vídeo mostra onça morta em rodovia da capital
Geral
Procon-MS notifica 16 postos no norte de MS

Mais Lidas

Polícia
Homem bêbado pede para descansar e morre no sofá do vizinho
Geral
Ciclista tem a cabeça esmagada por carreta em acidente
Cidade
Reinaldo e Marquinhos anunciam “solução definitiva” para Parque das Nações
Cidade
Radares: cinco multam e quatro operam em caráter educativo