Menu
Busca domingo, 05 de fevereiro de 2023
(67) 99647-9098
Geral

Idoso salva homem de afogamento e o mata com tiro no peito logo depois

A polícia não prestou queixas contra o idoso, alegando que ele agiu em legítima defesa

22 março 2022 - 14h43Brenda Leitte, com Metrópoles
Sebrae Materia

Uma série de eventos para lá de bizarra ocorreu na Carolina do Sul, nos Estados Unidos, na semana passada. É que um velejador de 74 anos atirou e matou um homem que ele salvou de afogar-se momentos antes no lago Keowee. A polícia norte-americana não prestou queixas contra o idoso, alegando que ele agiu em legítima defesa. As informações são do The Sun.

Tudo começou quando, na terça-feira passada (15), o velejador e sua esposa passeavam pelo local do incidente. Lá, o casal encontrou Nathan Drew Morgan, um piloto de jet ski de 29 anos, que estava acompanhado de uma mulher não identificada.

Segundo relato do idoso, em dado momento Morgan e a namorada caíram do jet ski e estavam em vias de afogar. Foi então que ele decidiu tirá-los da água e puxá-los para dentro do barco onde estava com a esposa. Ainda de acordo com as autoridades, nenhum dos dois jovens usava coletes salva-vidas e o jet ski estava fazendo círculos pela outra embarcação.

Vítima teria ficado ‘agressiva’

No momento em que foi resgatada, a vítima começou a se tornar agressiva e começou a discutir com o casal de idosos. A acompanhante teria até mesmo tentado empurrar Morgan de volta para o lago a fim de amenizar a situação, segundo o Gabinete do Xerife do Condado de Oconee.

Embora o idoso e sua esposa quisessem ajudar o homem a voltar para o barco, ele permaneceu irredutível. Temendo pela vida dos dois, o autor sacou uma arma e decidiu atirar. Morgan morreu com um tiro no peito.

De acordo com o obituário do jovem, que deixou um filho de 10 anos, estar dentro da água e pescar eram hobbies dele. Brandon Thomas, que residia próximo ao local do incidente, disse ao WSPA que nunca ouviu falar de um caso similar na área.

“Certamente, nunca vi [ou ouvi] nada parecido”, disse. Ainda, definiu o episódio como “surpreendente” e “inesperado” considerando a região em que tudo aconteceu.

Legítima defesa

David Wagner, advogado do Décimo Circuito Judicial, anunciou nessa sexta-feira (18) que a justiça não vai apresentar acusações contra o idoso, citando o episódio como um “caso claro de legítima defesa”. Os investigadores acreditam que a vítima podia estar intoxicada, mas a autópsia ainda está pendente.

Nas redes sociais, internautas reagiram ao caso, no mínimo inusitado. “Imagine ser resgatado e depois lutar contra quem te salvou. Eu quero saber o que aconteceu entre eles”, disse uma mulher. “Muitas armas neste país. Ele não tinha que morrer dessa forma”, escreveu outra pessoa.

Ainda segundo o The Sun, amigos da vítima se manifestaram contra a decisão judicial de liberar o homem de 74 anos que atirou em Morgan. “Ele [Nathan Drew Morgan] não machucaria ou atacaria ninguém, a menos que se sentisse ameaçado! […] Ele não está aqui para se defender e parecido que os envolvidos não estão dizendo toda a verdade por trás”, publicou Kelcie Bratton no Facebook.

Sebrae Materia

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Governo divulga lista de alimentos que podem ser doados aos Yanomami
Geral
Brasil bateu recorde de geração de energia renovável em 2022
Geral
JD1TV: Motorista suja casa alheia após "brincar" com caminhonete no Jardim Auxiliadora
Geral
Janine amanhã às 9h no JD1
Geral
É a hora! Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 160 milhões
Geral
Em pesquisa nacional, MS tem a 4ª melhor infraestrutura do País
Geral
Governo envia nova comitiva para prestar socorro à indígenas Yanomami
Geral
Já apostou? Mega-Sena sorteia R$ 135 milhões neste sábado
Geral
Mutirão da CNH Social acontece hoje no Pátio Central Shopping
Geral
Você e seus amigos na área Vip: JD1 sorteia ingressos para o Campo Grande Musik

Mais Lidas

Polícia
Mãe desaparece com filho de 6 anos e preocupa família na Capital
Interior
Raio mata 16 cabeças de gado e causa prejuízo de R$ 60 mil a pecuarista de MS
Polícia
Entregador de aplicativo é preso enquanto fazia entregas de "disk droga"
Polícia
Colisão entre carro e viatura do Batalhão do choque deixa feridos na Capital