Menu
Busca domingo, 25 de julho de 2021
(67) 99647-9098
Senai - EAD_senai_tecnico
Geral

Índice de abusos de crianças e adolescentes é maior em casa

11 setembro 2011 - 10h28Divulgação

Segundo dados da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente -Depca, cerca de 90% dos casos de violência sexual contra crianças, são praticadas por pessoas que fazem parte do círculo de convivência delas. Aproximadamente 70% dos abusos são cometidos por pais e padrastos, os tios figuram em segundo lugar com cerca de 15%, seguido de vizinhos 9% e primos 7%. Pessoas desconhecidas representam 4% dos casos.

Segundo a delegada titular da Depca, Regina Márcia, a maior parte das denúncias são feitas por terceiros. "A maioria das famílias não acredita que casos como esses podem ocorrer dentro de suas casas, e as mães não acreditam que seus parceiros possam praticar esses atos. Por esse motivo, a maioria das denúncias parte de denuncias anônimas, ou de amigos e vizinhos".

Para a psicóloga do Sest Senat, Cláudia Marcondes, "é difícil definir o que leva um pai, ou qualquer outro parente, a cometer um ato sexual com um menor de sua própria família. Todos os casos devem ser estudados, porque cada caso tem sua complexidade, e não há como generalizar, e chegar a uma só conclusão." afirma.

Cláudia relata ainda que a melhor forma de prevenção é a conversa e a proximidade dos pais para com seus filhos. "Os pais devem orientar seus filhos, sobre os cuidados que eles devem ter e, também devem dar abertura para que contem o que acontece no seu dia a dia, para que caso passem por qualquer situação estranha, não tenham medo e nem vergonha de contar".

Exploração Sexual

De acordo com o SOS Criança, no período de 1º de janeiro a 30 de junho de 2011, foram recebidas 75 denúncias que foram encaminhadas a Depca para investigação. Destas denúncias, constatou-se que 80% são de exploração sexual.

Projeto "Dica na Estrada"

O projeto Direito das Crianças e Adolescentes na Estrada - Dica na Estrada, preparou voluntários para a multiplicação da campanha nas cidades escolhidas, além de atingir cerca de 20 mil pessoas com a soma de todas as ações previstas. As atividades terão duração até maio de 2012 e custo estimado em R$ 200 mil, pagos pela Petrobras, por meio do programa Desenvolvimento e Cidadania.

Durante esse período, a proposta é de que as orientações dadas aos chamados Agentes de Transformação Social (ATS) sejam disseminadas para outras 3,9 mil pessoas nos municípios, por meio de reuniões com grupos de risco, pais, voluntários e/ou profissionais ligados aos Conselhos Tutelares e aos Conselhos de Referência e Assistência Social (Cras).

O trabalho de conscientização dos trabalhadores em Transporte será reforçado em 16 municípios onde há maior presença de profissionais como caminhoneiros, taxistas, mototaxistas e condutores de transporte escolar e de emergência, assim como um maior número de denúncias de abuso contra menores. É o caso de cidades como Porto Murtinho, Ponta Porã, Coxim e Corumbá.

Em todas as abordagens previstas no projeto será dada orientação sobre como evitar e denunciar a exploração de menores. Além da distribuição de material educativo, palestras, visitas e reuniões. O projeto prevê ainda a divulgação da campanha na mídia local, como forma de conscientizar toda a comunidade.

Cruzeiro do Sul - 44 anos

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Confira os links de acesso para ver os shows em casa neste sábado
Geral
TJMS anuncia leilão de 77 lotes de veículos
Geral
'Jantar eleitoral': A nova tentativa de golpe com nome de Geraldo Resende
Geral
Idoso sai para ir ao dentista e desaparece em Campo Grande
Geral
Atriz pornô deixou gravação após diretor sugerir cena com cruz
Geral
Governo ajudará a achar solução para perdas com geada
Geral
Murilo segue internado em SP
Geral
Será liberado mais um acesso ao Parque dos Poderes neste sábado
Geral
Joice Hasselman acorda em poça de sangue e diz não saber o que houve
Geral
TJ-MS irá digitalizar 100% dos processos físicos até setembro

Mais Lidas

Polícia
Mãe e filha são ameaçadas e têm carro riscado ao pedir para vizinha abaixar o som
Polícia
Pais são presos suspeitos de torturar, abusar e matar filho de 1 ano
Polícia
Funcionária esquece cartão em sacola de roupas e cliente gasta R$ 856
Polícia
Atirador em gol rebaixado faz uma vítima no Moreninhas III