Menu
Busca segunda, 06 de dezembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS Dez21
Geral

JD1TV: Homofobia é crime! Jovens são vítimas de ataques dentro de ônibus na capital

Namoradas, as duas foram atacadas por um homem que utilizava o transporte coletivo

27 outubro 2021 - 18h29Brenda Assis

Duas jovens empresárias de Campo Grande, sofreram agressões verbais dentro do ônibus da linha 087, na manhã desta quarta-feira (27). Namoradas, elas foram atacadas por um homem que também usava o transporte coletivo. Ele chegou a agredir um jovem com chute após perceber que ele era gay.

Noêmia, uma das jovens agredidas, de 24 anos, contou ao JD1 Notícias, que o homem ficou encarando as duas de cara fechada e apenas depois começou a reclamar. “Ele estava no banco da frente e toda hora olhava para mim e para a minha namorada de cara fechada, ai depois começou a falar q era um absurdo, pouca vergonha, feio e etc”, relatou. As duas teriam ficado caladas por medo de sofrer agressão.

Após isso, o agressor teria mudado de banco e ficou de frente para um rapaz, ainda reclamando das meninas. Em determinado momento, o jovem pediu para que ele as respeitasse e o homem ficou ainda mais irritado.

“O moço falou que isso não dizia respeito a ele, porque respeito é bom e todos gostam. Ai o senhor percebeu que ele é homossexual e ficou mais bravo, falou pro moço tomar no c* e chutou o pé dele, quase levantou pra agredir”, disse a jovem.

Elas gravaram o final das agressões e foram incentivadas por uma idosa, que estava no banco de trás, a fazer a denúncia.

Questionada se o motorista do ônibus as ajudou, ela disse não saber se ele havia escutado toda a movimentação. Apenas a senhora sentada perto das jovens e o rapaz se pronunciaram sobre o caso. “Ninguém mais se pronunciou sobre sabe? Não sei se as pessoas e o motorista não perceberam ou apenas ignoraram”, finalizou.

Assista ao vídeo:

Homofobia é crime –

Apesar de o Brasil não ter uma lei especifica sobre o crime de homofobia, o STF determina que a discriminação contra pessoas LGBTQIA+ seja enquadrada nos crimes previstos na Lei Nº 7.716/1989 (Lei do Racismo), que prevê penas de até 5 anos de prisão, até que uma norma específica seja aprovada pelo Congresso Nacional.

Senar Agrinho dez21

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Família de Marília Mendonça vai restaurar caderno encontrado nos destroços
Geral
Murilo Huff se emociona em 1° show após morte de Marília Mendonça
Geral
TJ homenageou personalidades do estado
Geral
Marília Mendonça fala de problemas com avião na mesma cidade em que morreu; assista
Geral
Homem morre após queda de laje em construção civil
Geral
Família procura por adolescente desaparecida há mais de uma semana
Geral
Paulo Corrêa elogia a Caravana da Saúde
Geral
Menina pede socorro e ajuda para chamar a polícia em prova de escola
Geral
"Vamos usar a vacina Pfizer caso não cheguem as doses da Janssen", diz Geraldo
Geral
Mãe de Marília Mendonça participará de homenagem à filha no Prêmio Multishow

Mais Lidas

Polícia
Jovem morre atropelado por caminhão enquanto dormia embaixo de árvore
Polícia
Tentativa de homicídio: Homem é enterrado vivo em MS
Polícia
Irmãos são esfaqueados em conveniência, um deles está em estado grave
Geral
TJ homenageou personalidades do estado